Sind-UTE chama GREVE camicase!

Fizemos 45 dias de greve, nesse ano de 2018, exigindo o pagamento do PISO em Minas Gerais. Fomos derrotados pelo governo Pimentel. O que conseguimos foi a “proposta” de uma PEC para regulamentar o PISO dentro da nossa jornada de 24 horas, mas essa PEC também não foi aprovada até o momento, ou seja, até agora nossa GREVE continua derrotada, sem contar que não recebemos e muito provavelmente não receberemos um centavo sequer de reajuste pela luta travada.

Sem conseguir andar na conquista sequer da PEC, o Sind-UTE, no Congresso Estadual, tira a política de fazer greve no quinto dia útil, política totalmente equivocada, pensando-se que mal saímos de uma GREVE PARCIALMENTE DERROTADA DE 45 DIAS. Ou seja, política pensada nos gabinetes do sindicato, por quem não atua dentro das escolas, por quem não sabe mais o que é relacionar com os alunos e com a comunidade escolar, por quem não avalia a quantidade de dias para repor, resumindo, uma política que não dialoga com a população e só serve para jogar os lutadores do sindicato, os grevistas de carne e osso, que estão trabalhando na sala de aula, em confronto com a comunidade escolar.

No mês passado, a realidade também mostrou que essa política da direção do Sind-UTE foi equivocada: a greve marcada para o dia 11 teve baixíssima adesão. Na prática, a categoria não parou pelo pagamento no quinto dia útil, ao contrário, PAROU, em massa, no dia em que o governo anunciou uma dada escala de pagamento e não a cumpriu. Sem fazer a leitura correta da categoria, de como a categoria pensa e age, a direção do Sind-UTE insiste no ERRO esse mês e continua chamando GREVE CAMICASE.

Dia 09/07, uma semana do recesso, mais uma vez o sindicato segue com a política fantasiosa tirada no Congresso Estadual do Sind-UTE, descolada da base, de exigir pagamento no quinto dia útil. Vale lembrar que Pimentel nunca pagou no quinto dia útil, já faz mais de três anos que ele está atrasando pagamento, por que só agora, depois de 45 dias de greve parcialmente derrotada, o Sind-UTE vai fazer essa luta? Queremos provar o quê? Para quem? Que somos belos camicases? Não faz sentido. Na luta de classes, há momentos de avançar e há momentos de recuar, quem não entende isso, não serve para ser direção do movimento operário.

Precisamos SIM ficar vigilantes aos movimentos do governo, ESCALA DE PAGAMENTO ANUNCIADA deve ser cumprida. Se o governo não cumprir, a gente entra em GREVE. Essa luta a categoria já mostrou disposição concreta de fazê-la. Mas GREVE CAMICASE até o final do ano, todo quinto útil até o governo pagar, como está propondo a direção do Sind-UTE, é chamar os trabalhadores que já fizeram mais de 50 dias de GREVE para o suicídio moral junto à comunidade e para o desgaste infindo em reposições. Sem contar que é uma GREVE sem nenhuma efetividade prática na obtenção de resultados. O governo vai pagar no quinto dia útil esse mês, depois de quinze dias parados no mês passado? NÃO. Ou seja, Pimentel também nos derrotou nessa política.

Acho que é hora de usar o bom senso, pensar com o cérebro e menos com o fígado, porque o Pimentel vai passar, vai perder a eleição, a categoria não aceita mais Pimentel, porque ninguém engole governo que não paga trabalhador. Que passe o Pimentel e seus equívocos. Mas nós, trabalhadores em educação, precisamos de ficar vivos e fazer lutas que nos coloquem em patamar moral para seguir de pé, enfrentando coletivamente os próximos carrascos da educação. O que não podemos  é aceitar, nesse momento, que nosso sindicato fique organizando derrotas, chamando os lutadores para o abismo. Do abismo não nascerão militantes fortes. Ao contrário, abismo é abismo.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – EDITOR dos BLOGs: https://professorgilber.wordpress.com/  e www.socialistalivre.wordpress.com

 

 

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s