Voltam as aulas em Minas Gerais, mas os trabalhadores por contrato…

Contrato a cada início de ano é uma maratona para os trabalhadores em educação que não são concursados. Em Minas Gerais, em 2017, contudo, o governo mineiro, ao invés de simplificar a vida desses trabalhadores, dificultou. Criou um sistema de designação on line que prometia ser uma revolução, porém, o governo mineiro, ao invés de melhorar a vida do pessoal, piorou. Gerou mais estresse, o sistema on line foi um fiasco, as classificações não seguem os critérios acordados com a categoria.

Em Uberlândia, hoje, 31 de janeiro de 2017, trabalhadores em educação protestaram, com razão, contra as aberrações presentes na classificação das vagas de emprego. O governo, ao invés de ouvir a voz do povo que demonstra claramente os erros que o sistema on line gerou, faz apenas meia culpa, e opta apenas por cancelar a designação on line dos trabalhadores ASBs, como se nos outros setores não houvesse os mesmos erros. Para as demais categorias promete refazer a lista on line.

Ora, não tenho bola de cristal, mas é quase certo que as novas listas sairão erradas novamente, porque os programadores contratados pelo governo já demonstraram que não conseguem entregar o que prometeram com a devida competência. Minha posição,  inclusive minoritária dentro da diretoria estadual do Sind-UTE/MG, é por cancelamento geral dessa designação on line que simplesmente já demonstrou que não funcionou e não será corrigida a toque de caixa, dando-se uma terceira chance para o  governo continuar errando. Trabalhadores serão prejudicados e não é o governo que corre o risco de passar o ano desempregado por conta da insistência equivocada no mundo frio das máquinas virtuais, sem os devidos comandantes competentes dessas substituidoras do trabalho humano presencial.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Dirigente estadual do Sind-UTE/MG e da Subsede Uberlândia – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais –EDITOR DO BLOG www.socialistalivre.wordpress.com

cansado

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s