Sind-UTE/MG decreta Estado de Mobilização e Resistência

O golpe de estado está a todo vapor, com a direita golpista mostrando a que veio, o golpe não foi apenas contra Dilma, o golpe foi para promover o maior ataque histórico aos direitos dos trabalhadores. A PEC 241, a chamada PEC do fim do mundo, foi aprovada em segundo turno pelos deputados golpistas. O plano deles é dar garantias aos banqueiros e credores internacionais de que a crise econômica que atinge também o Brasil não irá subtrair dinheiro destinado a pagar a dívida com os juros mais altos do planeta, que é o caso da dívida brasileira. Com a PEC 241, aprovada na Câmara dos Deputados, faltando apenas ser chancelada pelo Senado, que também é golpista, o governo golpista de Temer escolheu que serão os pobres, a juventude estudantil, a classe trabalhadora, os professores, os dependentes do SUS, os profissionais de saúde, a universidade pública, enfim, os setores sociais mais necessitados do estado que pagarão a conta.

O Sind-UTE/MG continua na luta contra o GOLPE e contra as políticas do governo golpista, que se traduz na PEC 241, na Reforma do Ensino Médio, na Reforma da Previdência, na Reforma Trabalhista, na entrega do Pré-Sal, enfim, contra esse pacote de maldades que vai destruir a escola pública, a saúde pública e os direitos trabalhistas tais quais os conhecemos.

Nesse sentido, o Sind-UTE/MG convoca o dia 31 de outubro para que cada escola realize assembleias com a comunidade escolar e discuta esse conjunto de maldades com toda a população. Convoca o dia 11 e o dia 25 de novembro como PARALISAÇÃO NACIONAL para denunciar esse pacote de maldades. Convoca os trabalhadores em educação para apoiar, participar e fomentar as ocupações de escolas que estão crescendo em todo estado e no país, como tática de pressão para chamar atenção da sociedade para a maldade da PEC 241, da Reforma do Ensino Médio, da Reforma da Previdência e da Reforma Trabalhista.

Esse deve ser o espírito do Estado de Mobilização e Resistência decretado pelo Sind-UTE/MG na assembleia realizada ontem em Belo Horizonte, dia 25/10/2016.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Dirigente estadual do Sind-UTE/MG e da Subsede Uberlândia – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais –EDITOR DO BLOG www.socialistalivre.wordpress.com

pec3

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Sind-UTE/MG decreta Estado de Mobilização e Resistência

  1. jruiz disse:

    A democracia “concedida” pelas elites não tem por objetivo atender as aspirações do povo.. serve apenas para controlar a pressão, de maneira a manter o trabalhador “satisfeito”, produzindo conforme os interesses do capital.. isso acontece em praticamente todo o mundo, e é preciso subverter essa condição..

    O povo demanda e as lideranças vão surgindo, mas todas elas, em todos os lugares, acabam sendo absorvidas ou controladas pelo “stablishment” (ou são descartadas)..

    Vivemos ciclos de lideranças que são criadas e cooptadas (ou destruídas).. altamente frustrante porque somos focados em super-políticos salvadores da pátria.. que falham..

    A culpa é dos políticos? Não! A culpa é das pessoas, que pensam que o exercício político é um ato passivo.. as pessoas pensam que indo 1 vez a cada 4 anos votar num político resume a sua responsabilidade cívica.. esse é o problema..

    E para resolver esse problema, é preciso compartilhar o poder com o povo, atualmente uma exclusividade do “político”..

    É preciso estimular o exercício da política..

    Algo mais próximo de uma democracia direta (e que ao mesmo tempo contenha movimentos de massa – pesos e contrapesos de qualquer democracia)..

    Isso me parece óbvio, mas não é consenso, nem entre a galera de esquerda supostamente revolucionária.. porque não estão atentos à mudança de comportamento que a internet produziu na raça humana.. muitos são tecnofóbicos..

    A verdadeira revolução está na forma como as pessoas interagem com o estado.. embora seja fundamental a intermediação do político, é preciso fazer valer o poder do povo..

    Não devemos desprezar uma solução nesse sentido, já que existe uma enorme demanda e temos tecnologia para implementar algo assim..

    A minha sugestão é uma coisa chamada parlamentarismo online.. eu quero manifestar minha opinião em tempo real, inclusive com direito a arrependimento, e quero que a soma de todas as opiniões seja, de fato, o poder em nossa sociedade..

    Se você pudesse hoje acessar o site do congresso nacional e re-avaliar todos os parlamentares que ali estão, o que faria? E se pudesse, trocaria algum?

    Isso é quase como “fazer política sem intermediários”..

    Então, estamos esperando o quê para investir nessa ideia?

    O que vc acha?
    https://www.facebook.com/groups/setimarepublica/

  2. Welder Neves disse:

    censuram ideias divergentes das de vcs… viva o Çossialismo!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s