PCO diz: socialista livre propõe guerrilha individual, não vai conseguir nada!

Com todo respeito à história de luta do PCO, inclusive com uma atuação correta e ímpar na luta contra o GOLPE no Brasil, atuação que partidos como PSTU, PCB, PSOL não tiveram. Também se renderam na luta contra o golpe, com raras exceções, os parlamentares do PT e do PC do B, já que apoiaram Rodrigo Maia do DEM para presidir a Câmara dos Golpistas, enquanto o PCO adotou crítica firme a isso, enfim, com respeito aos acertos do PCO na atual conjuntura, o que é ótimo, quero dizer aqui que é meia verdade os argumentos de Rui Pimenta quanto à nossa proposta socialista livre, segundo ele, de cada um se tornar um guerreiro revolucionário contra o capitalismo via blog.

Rui Pimenta ironizou na sua Análise Política da Semana: “um cara, essa semana, escreveu aí  contra o centralismo democrático e sua proposta é que todos abram um blog e façam uma guerrilha individual. Quando isso vai dar certo?”. A referência dessa fala é o artigo https://socialistalivre.wordpress.com/2016/07/13/centralismo-democratico-revolucionario-um-dogma-politico-religioso-para-enganar-desavisados/ que escrevemos criticando os rachas e a incapacidade de conviverem juntos, em uma mesma organização, os ditos leninistas, trotskistas, marxistas, morenistas, tão ferrenhos defensores do centralismo democrático. Nossa pergunta é: se acreditam tanto no centralismo, por que não ficam juntos? Fiz menção inclusive ao racha do PSTU. Mas vale o mesmo para a esquerda dita crente no centralismo em geral, por que tantos grupos leninistas e partidos leninistas? Não são crentes fiéis ao centralismo? Piada, rs. Eles não se bicam. Centralismo de grupinhos, é o máximo a que conseguem chegar com esse método deles, pois não aceitam frações em seu meio e se tornam grupos individuais de correntes disputando entre si no movimento da luta de classes, mesmo que aparentemente pareçam congregar corpos com mais força política do que uma organização com frações em seu meio.

Então, na verdade, o que sugerimos em nosso texto, é que andando em grupos ou andando sós, desde que trabalhemos de verdade pela causa da revolução socialista, e nos somemos aos esforços de se fazer revolução, podemos ser um exército poderoso de convictos na trincheira revolucionária. Vão existir socos e pontapés? Sim, Mas qual o problema nisso? A realidade é que somos divididos e fraturados e só um grande esforço para nos manter unidos de alguma forma naquilo que temos acordo.

Não existe exército coletivo sem um corpo individual ali alistado. Socialistas livres são corpos que se alistam no exército da revolução, alguns, se quiserem, podem até se alistar no exército do partido A ou B. Isso significa que vamos abandonar as lutas coletivas, as greves, os motins, as rebeliões? Claro que não. Quem abrir mão das lutas revolucionárias coletivas não se somará aos esforços para derrotar o capitalismo, logo, será apenas um idealista abstrato na luta de classes. Enquanto socialista livre, por exemplo, nunca furei um dia de greve do meu sindicato e pretendo continuar assim, mesmo que em alguns momentos eu ache que a greve está equivocada.

Mas por que nosso discurso anticentralismo provoca a crítica dos partidos leninistas? Por que somos pequeno-burgueses? Claro que não. Somos trabalhadores, vivemos de salário, não somos donos de botecos ou de algum meio de produção, o que definiria um pequeno burguês, de acordo com o marxismo. Isso dos leninistas de qualificarem o oponente político sempre de pequeno burguês, sempre que discordar dele, é pseudo definição para tentar desacreditar os rebeldes socialistas livres que não aceitam fazer aquilo com que não tem acordo na luta de classes.

Obviamente, além da crença no centralismo, os partidos centralizados gostam de vida crítica fácil no interior de suas organizações, isso facilita aos chefes de imporem suas ideias aos militantes mais novos, aos militantes mais rebeldes, com menos recurso argumentativo ou com menos conhecimento da organização a que adentraram. Mas essa não é grande questão que incomoda, o problema de fundo é nosso anúncio teórico de que no fundo ninguém centraliza ninguém, quando há desacordo intolerável no interior de uma organização centralizada, pois, ou a pessoa é expulsa pela maioria, ou racham. E essa verdade, quando dita por nós, socialista livre, incomoda as correntes que creem no centralismo, porque mostramos o tendão de Aquiles de suas crenças.

Por fim, nós, ao contrário do que pensa o indivíduo Rui Pimenta que faz as análises políticas do PCO, grandes análises, aliás, eu reconheço, mas nós não queremos a destruição do PCO, muito ao oposto, achamos importante a existência de partidos como o PCO ou de outros grupos marxistas que tentam acertar na política, mas, com respeito aos que assim se organizam, nós propomos a rebelião socialista livre: não acatem nada que estiverem contra os seus princípios da transformação da realidade e do seu senso crítico. Nada de acatar ideias da chefia política, quando discordar, só para ficar bem com a organização coletiva. Papo furado isso, serve só para perpetuar erros. Marionetes não são nunca boas para a causa revolucionária. Essa é nossa proposta fundamental.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Dirigente estadual do Sind-UTE/MG e da Subsede Uberlândia – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais –EDITOR DO BLOG www.socialistalivre.wordpress.com

Pco

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s