Dilma “errou” na avaliação da crise econômica? Não justifica cortar na carne dos trabalhadores!

Não. Dilma Rousseff disse hoje que “o governo errou” na avaliação da crise econômica mundial e só percebeu sua gravidade depois de eleita, em novembro e dezembro de 2014. Não acredito nessa versão de Dilma Rousseff. Na verdade, o governo não pode ter errado. Claro que milhões de desemprego no mundo afora, por conta da crise de superprodução de mercadorias no capitalismo, iniciada em 2008, só poderiam resultar em que mais dia ou menos dia a crise econômica mundial gravíssima viesse chegar ao Brasil.

Logo, Dilma Rousseff não pode ter errado, seria muito amadorismo para uma economista como ela é. Por que Dilma está dizendo que errou? Discurso, palavras vazias, para tentar justificar o injustificável, que falou uma coisa na campanha de 2014 e fez outra depois de eleita. Os trabalhadores e trabalhadoras não são bobos. Em política, prometeu tem que cumprir, simples assim.

A verdade é uma só, Dilma Rousseff e o PT estão capitulados até a medula com a política de cortes de gastos e de ajuste fiscal, programa defendido nas eleições pelo PSDB. Em outras palavras, os trabalhadores votaram em Dilma Rousseff para garantir seus direitos perante a crise do capitalismo, confiou no PT, mas Dilma Rousseff escolheu capitular à direita e aplicar o mesmo programa político de Aécio Neves. Cortes e mais cortes de gastos sociais. Não tem desculpas Dilma. Não aceitamos, como trabalhadores, pagar pela crise econômica da burguesia capitalista. Da mesma forma que não aceitamos GOLPE DA DIREITA, para nos escravizar. Ou seja, somos responsáveis com o futuro da nossa democracia, mas não somos bestas.

Em outras palavras, somos contra a política golpista dos setores PSDBistas e seus asseclas que não aceitaram o resultado da eleição/2014 e querem derrubar uma presidente democraticamente eleita, mas tampouco vamos ficar quietinhos aceitando o PT confiscar os direitos dos trabalhadores para salvar o bolso dos ricos, cortando os direitos dos trabalhadores, capitulando à burguesia.

A luta de classes não acabou porque o capitalismo está em crise, a luta de classes não acabou, porque a burguesia direitosa quer derrubar o governo petista por um golpe político. Porém, golpe político da direita em curso não é desculpa para se capitular ao programa econômico da burguesia, que quer jogar a crise econômica do capitalismo nas costas dos trabalhadores, cortando direitos e gastos nos serviços públicos. Ao contrário, a luta de classes continua e temos um lado, os trabalhadores não devem pagar pela crise e Dilma e o PT tem de escolher o lado dos trabalhadores, lutar com a classe trabalhadora, lutar do lado de quem votou no PT, lutar do lado de quem os elegeu para melhorar a vida do povo e não para piorar.

Joaquim Levy é uma fraude econômica do ponto de vista dos trabalhadores e do ponto de vista dos compromissos políticos assumidos por Dilma Rousseff na campanha. O que essa política econômica do Joaquim Levy tem feito de bom para a classe trabalhadora até agora? Cortado alguns direitos, só isso, para fazer economia para os banqueiros. Isso vai levar a classe trabalhadora brasileira aonde? Ao empobrecimento, ao desemprego e à precarização dos serviços públicos. Mobilizar contra a direita golpista e contra a política econômica camicase do governo Dilma Rousseff é o desafio da classe trabalhadora brasileira. Não existe período de TRAVESSIA, como diz Dilma Rousseff, existe sim uma crise estrutural e mundial do capitalismo em curso, e não são palavras retóricas ilusórias que tirarão os trabalhadores da crise, mas, sim, a luta incansável para não perder direitos trabalhistas e sociais que nos manterá de pé. O governo Dilma Rousseff tem de escolher o lado dos trabalhadores. Se não fizer isso, podemos até conseguir manter a democracia e o seu mandato, com muita luta, mas já não temos governo que nos defenda.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Sind-UTE/Uberlândia/MG – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais –EDITOR DO BLOG www.socialistalivre.wordpress.com

Socialistas Livres II

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s