Pimentel EXTINGUE a carreira de Mestrado e Doutorado em Minas Gerais! Quanta mediocridade!

Sou um dos poucos Doutores que fiz opção por trabalhar na Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais, porque sempre dediquei minha vida militante à causa da educação básica e à luta por uma educação de qualidade, desde a base inicial das crianças, e, diga-se de passagem, há um ano que tenho o diploma de doutorado e o governo de Minas Gerais não paga por minha titulação. Como a mim, há muitos outros colegas nessa situação.Tenho informação de que há 36 doutores atuando na rede estadual de Minas Gerais. Também há cerca de 500 mestres atuando na Rede Estadual de Minas Gerais.

O Fernando Pimentel (PT) disse ao Sind-UTE/MG que vai extinguir a carreira de Mestrado e Doutorado no Estado de Minas Gerais. Ora, o governo acha que os estudantes do estado de Minas Gerais não merecem ter professores mestres e doutores atuando junto a eles? Nesse ponto, o governo mineiro atual está mais atrasado do que o governo anterior do PSDB, que, pelo menos, nunca propôs uma besteira dessas, acabar com a carreira de mestrado e doutorado no estado, apesar de ficar enrolando oito anos para pagar pela titulação do mestre e do doutor.

A pergunta é simples: um professor que dedica dois anos de sua vida para fazer um mestrado, pensando sua própria prática profissional, fazendo pesquisa, aprendendo a escrever uma dissertação de mestrado, melhora ou não melhora sua visão e sua prática enquanto educador? Um professor que dedica quatro anos de sua vida fazendo uma pesquisa de doutorado, aprendendo a construir uma tese inédita e aprendendo a construir projetos, melhora ou não melhora sua visão e sua prática enquanto educador? Claro que melhora. Só uma concepção educacional medíocre e míope como a da Secretaria de Educação do Governo Pimentel em Minas Gerais proporia extinguir as carreiras de mestrado e doutorado no Estado. Aproveito para convidar os leitores para conhecerem meus projetos de Língua Portuguesa no estado através do laboratório de escrita Voz Estudantil: www.vozestudantilteotoniovilela.wordpress.com e através do laboratório de escrita interescolar em construção www.compartilhacoess.wordpress.com. Esses projetos para e pelos estudantes surgem, à medida que temos clareza de que não podemos ficar no arroz com feijão pedagógico. Essas reflexões são feitas durante nosso processo de formação continuada nos cursos de mestrado e doutorado.

Porém, ao invés de ter uma política de incentivo financeiro e de liberação remunerada para que os profissionais da educação da rede estadual de Minas Gerais possam querer dedicar parte do tempo de suas vidas para melhorar sua formação profissional, o Governo Fernando Pimentel me vem com essa proposta indecente para quem de fato dedica sua vida à escola pública como é o meu caso. Falar a verdade: dá asco ver gente medíocre no poder fazendo isso com a escola pública. Fernando Pimentel: NOTA ZERO PARA VOCÊ E SUA EQUIPE EDUCACIONAL.

Dia 29 de abril votarei a favor da GREVE em Minas Gerais e continuarei denunciando essa mediocridade do governo do PT em MG. Foi para isso que derrotamos o PSDB em Minas Gerais? Essa é a pátria educadora do PT? Quer extinguir os mestres e doutores da rede estadual para não ter intelectuais na base das escolas denunciando os desmandos da escola pública, Pimentel? Compartilhem esse texto: não deixem a mediocridade de concepção educacional imperar em Minas Gerais.

Por: Gílber Martins Duarte –Doutor em Análise do Discurso/UFU – Militante Socialista Livre (CP) – CSP-CONLUTAS – Editor do Blog www.socialistalivre.wordpress.com

Acessem os BLOGS das organizações que estão construindo o COMITÊ PARITÁRIO (CP): www.socialistalivre.wordpress.comlcligacomunista.blogspot.com,  coletivolenin.blogspot.com.brespacomarxista.blogspot.com.br

Socialistas Livres II

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Carreira de mestrado e doutorado em Minas Gerais, Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

44 respostas para Pimentel EXTINGUE a carreira de Mestrado e Doutorado em Minas Gerais! Quanta mediocridade!

  1. José Soares de Aquino disse:

    Sempre fui contra a progressão automática por titulação. Defendo o concurso interno com acréscimo de pontos para o tempo de serviço, conhecimento, dedicação e produtividade e pontos por títulos. Afinal, as pessoas aprendem trabalhando e estudando objetivando progressão na carreira, enquanto há mestrado e doutorado que não tem nada a ver com a função específica do profissional.

    • Fala assim porque nunca dever ter feito mestrado e doutorado. Fala sem saber, crítica externa não vale. Faça primeiro os cursos e voltamos a conversar, José Soares. Ass: Gílber.

      • FernanadoPiovesan disse:

        Doutor em Análise do Discurso sobre marxismo??? Tem que receber eh trabalho seu maneh.

      • Olha o Fake que usa foto de modelo turco falando bobagem. Reinvente-se, FAKE FERNANDO. Você é uma MENTIRA. Ass: Gílber.

      • FernanadoPiovesan disse:

        Fake??? O Gilber não chega nem sequer a ser um filho da puta, porque, tendo nascido pelo cu, sua maternidade é incerta como a paternidade dos autênticos filhos da puta.

      • FernanadoPiovesan disse:

        Se eu fosse ditador, não prenderia nenhum esquerdista. Só faria uma lei que os proibiria de falar exceto no banheiro, sem ninguém ouvindo.
        Cada um que desejasse impor um estilo de vida aos demais, fosse obrigado a viver em conformidade com tal sistema.
        Se a essência da sociedade fosse a luta de classes, em vez da harmonia abalada aqui e ali por alguma luta passageira, todas as sociedades seriam contraproducentes e não durariam uma semana.
        A luta de classes é incoerente nos próprios termos propostos por Marx: se existisse contradição entre patrão e proletário, não haveria patrão onde houvesse proletário, visto que o próprio conceito de contradição exclui a possibilidade de uma correlação.
        Stalin e Trotski faziam EXATAMENTE a mesma coisa. Cada um batia no peito, dizendo-se mais esquerdista que o outro e chamando-o de direitista.
        Esse Gilber que acredita ser o grande intérprete da obra de Paulo Freire só esquece um ponto: a obra de um educador não são os seus livros, onde ele explica o que pretende fazer; são seus alunos, o resultado concreto do que ele fez. Nesse sentido, as teorias de Paulo Freire não tem A MENOR importância, já que o resultado da atividade educacional dele foi pífio, para não dizer negativo. É como ficar discutindo eternamente as teorias de Karl Marx, sem conseguir nunca criar um regime marxista que não seja um lixo. Comunistas são possessos, no sentido teológico e dostoievskiano do termo.
        Há muito mais de 41 universidades que acreditam em aquecimento global. E 28 delas deram títulos de Doutor ao chefe do Mensalão por suas realizações pioneiras e incomparáveis no campo da criminalidade. A UFU para o retardado do Gilber. Comunista desempregado nunca existiu. Comunista que não morre cedo acaba sempre sendo chamado de direitista pelos seus pares quando sua verdadeira história vem à tona. O comunismo avança cagando nos seus pioneiros. Propulsão anal.
        Entre os marxistas, no meio de uma plêiade de intelectuais medianos ou medíocres, só houve um único grande filósofo: Georg Lukács. Maior, às vezes, do que o próprio Marx, mas brindado com uma sem-vergonhice, com uma duplicidade de caráter, com um instinto de oportunismo ainda maior do que o seu gênio filosófico inegável. E — querem saber? — nunca encontrei entre os marxistas brasileiros um único que fosse capaz de compreendê-lo exceto nos aspectos mais superficiais e vistosos do seu pensamento. Seu livro universalmente achincalhado — sobretudo pelos próprios marxistas –, “A Destruição da Razão”, está repleto de sugestões preciosas, ao lado de erros monstruosos.

  2. Allyne disse:

    Desanimada com a nossa PÁTRIA EDUCADORA. Parabéns pelo texto, Gílber.

    • Pátria educadora é mais um propaganda enganoso.

      • FernanadoPiovesan disse:

        Socialistas (PSDB, PT,PMDB, PSOL, PSTU…) eh a vertente do amadorismo governamental estao terceirizando o futuro das crianças e adolescente com a miséria salarial e com o fim de carreira. Educação em MG é fim de carreira mesmo. Culpa desses socialistas demerda.

  3. reação justa desses que não concordam com as ideias autoritárias desse PT que esta querendo apagar a liberdade de cada um pra impor somente a sua
    ideologia comunista marxista

  4. Alberto Poza disse:

    Querido amigo: lamento sua situação e ainda mais a resposta primeira que recebeu. PT e outros muitos “ideólogos” e partidos, apesar dos discursos retóricos e belos, não estão minimamente interessados pela educação e ainda menos pela formação dos professores-educadores. Apenas é um aparato de propaganda que proclama a domesticação das massas e nada melhor que fazê-lo a partir da escola. O político, em geral, achou na “educação” a melhor forma de alienar o povo e para isso precisa-se não de professores preparados mas de agentes políticos. Só assim, sem educação crítica, são rebanho que faz o que os poderosos querem. E, o que é mais lamentável, essa casta repugnante conta com a inestimável colaboração de “professores” como Soares. Fazer o que? Assistir ao avanço do deserto.

  5. Vanio Tavares De Lima disse:

    Realmente e um absurdo o que o atual governo e sua equipe esta tentando fazer….. mas vamos a luta e busquemos esclarecer, a verdade ,aos que ainda nao teve a visao do grande retrocesso . A gravidade vira daqui alguns anos .Hoje na educação poucas pessoas que tem vocação e qualidade muitos estao fazendo bico ate conseguir um concurso que de melhor salario. A a educação vai perdendo a qualidade e nao desperta interesse de bons alunos fazer um curso para ser professor na educação basica e 2 grau. isto ja explica o indice baixo e pessimo desempenho dos alunos… Vamos a luta e que tenhamos força pra vencer e o que espero …abraços Professor Vanio Tavares

  6. fernandohs16 disse:

    Isso só pode ser piada?!
    É uma vergonha, além de ser puramente contrário ao Plano Nacional de Educação (lei 13005/2014).
    O professorado mineiro precisa se unir epparalisar o estado se preciso for.

  7. fernandohs16 disse:

    Fernando Pimentel está indo na contramão daquilo que MG precisa.
    Sendo totalmente contrário com o Plano Nacional de Educação (lei 13005/2014).
    É uma vergonha isso!

  8. Gílber,veja que curioso, é possível concordar com você e discordar de você no mesmo ponto, que aliás ja debatemos em outras circunstâncias. Sou a favor da meritocracia e por esta razão penso que quem se esforça mais deve ganhar mais. Já você é contra a meritocracia mas é a favor neste caso. Quando pergunta “um professor que dedica dois anos de sua vida para fazer um mestrado, pensando sua própria prática profissional, fazendo pesquisa, aprendendo a escrever uma dissertação de mestrado, melhora ou não melhora sua visão e sua prática enquanto educador? Um professor que dedica quatro anos de sua vida fazendo uma pesquisa de doutorado, aprendendo a construir uma tese inédita e aprendendo a construir projetos, melhora ou não melhora sua visão e sua prática enquanto educador?” está advogando em causa própria, justificando que colegas seus que fazem “o mesmo trabalho” ganhem menos e dando razão às minhas teses e não às suas. A lógica é mais cruel que o capitalismo explorador…

    • Júlio César disse:

      É socialista mas quer meritocracia agora? E certamente votou no Pimentel. Volta o cão arrependido.

      • Os que se dizem socialista e são contra formação profissional pensam que estão corretos, com o papo furado de meritocracia, pensam que estão corretos, mas estão errados, pois ciência alguma avança sem pesquisa qualificada e o lugar do socialismo deve ser o lugar de profissionais altamente competentes para dar conta de dar respostas aos diversos desafios sociais que a humanidade socialista futura haverá de requisitar. Os capitalistas-golpistas que nos criticam não entendem nada do projeto socialista marxista científico, por isso reproduzem essas asneiras dizendo que o marxismo científico é contra a FORMAÇÃO PROFISSIONAL, claro, eles, os capitalistas, também não querem pagar os funcionários para se especializar cada vez mais, aos capitalistas interessam trabalhadores manobráveis que saibam o mínimo, o mínimo suficiente para aceitar a exploração de mais-valia sem questionamento da ordem. Ass: Gílber.

      • FernanadoPiovesan disse:

        O BRASIL ACORDOU, senhores marxistas…
        ACORDOU E NÃO IRÁ MAIS ADORMECER COM O
        BLA BLA BLA DA ESQUERDA…..

    • Jeovandir disse:

      “Questões relevantes” se equivoca quando contrapõe Gilber. Você não sabe a diferença entre meritocracia no liberalismo e formação humana na lógica marxiana. A pesquisa é um dos meios que nos possibilita o contato mais intimo com outros campos (Filosofia, sociologia, economia,…),assim, o ser humano se instrumentaliza de maneira a expandir seu universo analítico, é isso que Gilber intenciona. Ele defende que outros também avancem para o patamar mais alto. não se trata de hierarquia na carreira ou quem ganha mais ou menos com a mesma funçao, é a partir dessa instrumentalização que os profissionais da educação, conscientes do processo educacional na sua totalidade, busquem alternativas e possibilidades para seus entraves e, ao mesmo tempo, sejam também, por meio da sua ação política, agentes dessa transformação. Infelizmente você pensa na lógica do liberalismo, confunde equidade com igualdade e se apega nas soluções dada por essa lógica meritocrática. Convido-o a uma reflexão mais aprofunda a respeito dos problemas da educação em um sentido mais estrito e menos superficial. Finalizo deixando um recado do velho Marx que disse: “se a aparência fenomênica das coisas coincidissem de que serviria a ciência?”. Isso também serve para o nosso governador.

      • Jeovanir, deste jeito você vai ganhar o troféu Rolando Lero. Apesar do palavrório rebuscado, o resumo é simples: também na lógica marxiana quem se preparou mais, se esforçou mais, se qualificou mais merece ganhar melhor. Gilber defende que todos que atingam tal qualidicação tenham salarios diferenciados, com o que concordo. O nome disso é meritocracia, quer você queira, quer não queira.

    • Olha o sofista, Questões Relevantes, aí. É preciso sim ter política de formação continuada para educadores, pedreiros, engenheiros, padeiros, motoristas e os trabalhadores que se empenham em melhoria de sua formação devem receber um incentivo por isso. No socialismo livre, queremos pessoas cada vez mais qualificadas no trabalho e recebendo por isso, o que não queremos é que o dinheiro do nosso trabalho vá para encher o bolso de burgueses que nos exploram e que ficam com o dinheiro da produção de nosso trabalho qualificado. Os defensores do capitalismo, como Questões Relevantes, acham que o socialismo é o lugar do não trabalho qualificado. Visão míope da burguesia que nem tem visão social de conjunto, só pensa no seu próprio umbigo. No socialismo livre, futuro da humanidade, será assim. O lugar do melhor trabalho a serviço de todos e não de uma meia dúzia de ricos. Ass: Gílber.

      • FernanadoPiovesan disse:

        A política socialista do PT dizimou as carreiras e os salários.Qual a surpresa retardado?

    • Gílber, como sempre você tem dificuldade de entender o que lê e, pior, o que escreve.

  9. jelimac disse:

    Qual a fonte desse artigo? Onde vocês encontraram essa informação?

  10. Onde é mesmo que está a pátria educadora?na Indochina, Indonésia? Gabão? Butão? Me informem por favor.

  11. Anamaria Garcia disse:

    Não sei pq a surpresa, socialista que é!

  12. Agmar Ferreira disse:

    Parece que tá difícil conciliar interesse de classe com teorias Marxistas, proponho o seguinte: O bom mesmo é remunerar conforme suas titulações em práticas no trabalho do ensino, lutar pelos direitos e melhores salários para todos. Não reconhecer méritos não é problema de capitalismo mas sim de hipócritas em qualquer contexto. A partir do salário bom e ganhos por méritos os trabalhadores podem usufruir das benesses de suas rendas e não tem nenhum problema quanto a sua ideologia ao comprar o melhor iphone, ter a internet mais veloz o carro que lhe atende com primazia, a qualidade do ensino e a renda dos profissionais não dependem tão somente da forma de governo. Infelizmente o PT usou retórica e não aplicou a retórica.

    • Quem se qualifica mais, agregou capital ao trabalho, agregou horas de trabalho à formação de sua força de trabalho, logo, deve receber mais por isso. Isso é marxismo, está em O Capital de Marx, quem fala o contrário não estudou Marx. Não é o seu caso, Agmar. É que tem gente da direita e gente alienado de esquerda que usa o termo meritocracia para fazer parecer que todas as mãos de obras são iguais ou que umas possuem apenas mais mérito, desconsiderando o tempo a mais envolvido na formação da mão de obra que realiza trabalho complexo. O que o governo de MG quer é eliminar a mão de obra complexa do estado para gastar menos e para doutrinar melhor sua mão de obra, formando jovens com menos complexidade, de forma que aceitem o capitalismo como algo natural, imutável e eterno. Miopia do PT, lamentavelmente. Queremos mão de obra altamente complexa na educação, essa é a questão, e que recebam por isso. Ass: Gílber.

      • FernanadoPiovesan disse:

        Estudar marx ??? Vai tomar no cu Gilber! Entenda que: “Vá tomar no cu” não tem nada a ver com fisiologia anal propriamente dita, que é apenas um modo mais enfático de mandar passear, chupar prego, etc., com a vantagem de que é mais engraçado e permite mais variações inventivas?

  13. Patricia disse:

    Cara, na boa, o que VC, um doutor, faz na educação do estado de MG? Não conseguiu outro emprego? Pq por opção não deve ter sido… Pqp.. Malandro é malandro, mané é mané… Só queria entender… Nao venha me dizer que são ideologias suas… Nao seja perverso, seja honesto… Responda sem nos fazer rir…

    • Engraçado, as pessoas são dominadas por ideologias capitalistas e acham que o mundo gira em torno de seus sonhos míopes de pequeno-burguês. Há vida fora do mundo que tu concebes, criatura.

      • FernanadoPiovesan disse:

        Gilber, você quer um argumento sobre seu baixo salário? O resultado da educação brasileira nos índices internacionais! Prova cabal do verdadeiro desastre dos métodos pedagógicos marxistas. Mas fique com seus argumentos, faça bom proveito.
        O Gilber tem um título de doutor em Doutrinação Marxista Educacional, coisa que aprendeu bem, haja vista as falácias que ele usa, para tentar render odes ao maior deseducador em massa da história.
        O Gilber é adepto do marxista Paulo Freire que destruiu a educação do Brasil,o método dele é medíocre somente criou analfabetos,alunos que não sabem ler nem escrever e são aprovados na escola,um absurdo,o que vejo em Paulo Freire é apenas ideologia marxista; é marxismo cultural de Antônio Gramsci atuando,

  14. Anticomunista/antinazista/fascista disse:

    O Gilber, vá analisar discurso e ser socialista na pqtp. Se fosse por mim, vc e todos os seus manos com phd ou nao estavam na cadeia ou deportados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s