Ok, e se valer o projeto da direita nervosa, e derrubam Dilma Rousseff?

A direita nervosa e antidemocrática está mobilizando setores descontentes da sociedade para derrubar o governo Dilma Rousseff. Dia 15 de março os direitistas estão convocando novos protestos em defesa do impeachment. A direita nervosa conta com apoio da Revista Veja, das manipulações sutis das Organizações Globo e outros setores da mídia burguesa golpista.

Uma parte do povo, irritado com o aumento do preço da gasolina, irritado com roubos na Petrobrás, irritado com a falta de água, irritado com o aumento do custo de vida, proveniente da crise capitalista mundial que está afetando o Brasil, não concorda mais com o jeito reformista e pró-capitalista do PT governar e começa a “dar muita bola” para o discurso da direita que, com suas manipulações diuturnas na mídia e nas redes sociais, quer dar um golpe na presidente eleita, já que essa direita nervosa não consegue ganhar no voto: não possui carisma social para isso. E eles querem atacar ainda mais os direitos dos trabalhadores brasileiros. Para a direita nervosa, o PT não ataca os trabalhadores como deveria, em período de crise.

O argumento da corrupção, usado pela direita nervosa para derrubar o governo, é só para jogar o povo contra o PT e desgastar a imagem do governo. A direita nervosa é a mais corrupta de toda história mundial. Essa direita nervosa e burguesa só pensa em ganhar dinheiro, seja a custa da exploração legalizada do trabalho não pago ao trabalhador (mais-valia); seja através da escravidão ou semi-escravidão (comprando trabalho dos outros em troca da comida ou em troca de salário diário não regulamentado por lei trabalhista); seja através da opressão de povos e setores da sociedade (usar do machismo para gastar menos com o trabalho da mulher, por exemplo, ou transferindo empresas para países e regiões cujos trabalhadores aceitam trabalhar por salários medíocres); seja através do roubo legalizado (fazer caixa de superávit primário no estado para pagar juros absurdos a banqueiros, por exemplo); seja através de guerras (invasões de países em troca de petróleo, por exemplo), e etc. Essa é a direita nervosa “ética”, direita que senta no próprio rabo para falar em corrupção alheia.

Ok, mas então suponhamos que aconteça de dar certo o projeto da direita nervosa: derrubam a Presidente Dilma Rousseff, atropelam a democracia (atualmente convencionada com eleição de quatro em quatro anos para os cargos superiores do estado), e, assim, em nome da indignação momentânea do povo em torno do aumento do preço da gasolina, em torno do aumento da crise capitalista, em nome do aumento das dificuldades em função da crise de água, assumam o poder. E depois? O que essa direita nervosa tem a oferecer para acalmar o povo que ela mesma está estumando com o seu ódio? NADA! NADA! NADA! Não é a toa que um setor dessa direita nervosa fala em INTERVENÇÃO MILITAR JÁ. Eles sabem que não têm NADA a oferecer para o povo, a não ser bala, fuzil, repressão, exploração, opressão. Esse é o projeto da direita nervosa: explorar, oprimir e sugar ainda mais o povo trabalhador. E matar e prender quem criticá-los ou não aceitá-los, caso eles estejam no poder.

Se está difícil superar a crise com o PT no Governo Federal, com a direita nervosa,  aí que vão secar todas as migalhas que ainda sobram para o povo em período de crise capitalista. E pior, se a direita nervosa voltar ao poder através de um golpe na democracia atualmente convencionada, como estão planejando, usando o instrumento do impeachment, pode-se, mais uma vez, estar cavando o sepulcro da própria possibilidade de seguir existindo democracia em nosso país. Por quê? Porque, como disse acima, essa direita nervosa não tem nada a oferecer. Ela só governará se impor a volta de uma ditadura política no país. É isso que a classe média, estumada pela direita nervosa, quer como futuro do país? Ditadura? Fim da democracia? Fim da liberdade de expressão? Fim da liberdade de crítica política?

Sou contra o impeachment de Dilma Rousseff. Não vou a nenhuma manifestação da direita nervosa. Digo para ninguém consciente de bem ir nisso. Não torço pela derrubada de Dilma Rousseff, pelo simples fato de ela ter sido eleita democraticamente por maioria dos eleitores, mesmo eu achando que ela continua governando para os ricos e não para os trabalhadores. Também não faço coro com setores da esquerda socialista que, em sua solidão política, pensada com o fígado, flerta com os golpistas, à medida que não denuncia o golpe publicamente, deixando transparecer que o impeachment é um instrumento legítimo e não golpista, tudo em nome de insuflar o caos do quanto pior melhor, achando que com isso vão fazer revolução (para mim, quanto pior, pior). Enfim, eu fico com a democracia atualmente convencionada.

A História do Brasil é a História da puxação de tapete de governos democraticamente eleitos. Getúlio Vargas, em seu último mandato, foi substituído para desmontar parte da indústria nacional estatal e coibir avanços nos direitos trabalhistas. João Goulart foi substituído para colocar um governo burguês ditatorial em seu lugar, ditadura que durou 20 anos, tudo para impedir que a classe trabalhadora ampliasse seus direitos. Fernando Collor, mesmo sendo uma fraude eleitoreira fabricada pela Rede Globo para derrotar Lula e Brizola, foi substituído para colocar Itamar Franco e seu “grande” ministro e depois “grande” presidente Fernando Henrique Cardoso, que privatizou a maioria das estatais brasileiras, entregando-as, a preço de banana, para os capitalistas, a exemplo da Vale do Rio Doce.

Portanto, face ao projeto da direita nervosa e golpista, duvidem de sua promessa de dias melhores! Eu prefiro ficar com a democracia atualmente convencionada. Sou pelo Socialismo Livre. Nem ditadura capitalista de direita. Nem ditadura de esquerda stalinista travestida de “socialismo”. Se não estamos conseguindo avançar nas conquistas da classe trabalhadora, vamos recuar? Me economizem!

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Sind-UTE/Uberlândia/MG – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Membro MEOB – CSP-CONLUTAS – EDITOR DO BLOG http://www.socialistalivre.wordpress.com.

Acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com

Socialistas Livres II

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Ok, e se valer o projeto da direita nervosa, e derrubam Dilma Rousseff?

  1. Nelson disse:

    Com a direita de volta, será um novo período de prováveis dois mandatos, até que novamente, caia a farsa do governo, da mídia e do mercado, e as esquerdas se reagrupem… coisas que deveriam ter feito desde o inicio.

  2. Abul Qasim Cesar DA Silveira Al-harawi disse:

    Manifesto do Vem Pra Rua sobre o dia 15/03

    O Movimento Vem Pra Rua foi criado para dar palco e voz ao povo brasileiro, que está indignado e cansado de ser desrespeitado pelo governo e pelos políticos, que vêm inchando o Estado e roubando o nosso dinheiro.

    Após anos de silêncio e passividade, os brasileiros resolveram clamar por mudança, cada vez mais, unindo-se abertamente, pois não aguentam mais as consequências de um modelo de governo já comprovadamente falido.

    Quem está farto sente que o Impeachment é a mais rápida solução para interromper essa trajetória desastrosa. Porém, nem todos têm consciência de que o processo de Impeachment é um processo político que requer fundamentos jurídicos – provas legalmente aceitas – para ter alguma chance de sucesso. Os juristas que nos acompanham, altamente experientes e especializados, não consideram as provas atuais suficientes para o sucesso do Impeachment. Ainda. No ritmo das denúncias, isso pode mudar a qualquer momento.

    O povo, indignado, não está preocupado com os detalhes jurídicos do Impeachment, e isso é totalmente compreensível. Eles querem apenas estancar a dor e as perdas do país com a forma de governo atual. Gritar por Impeachment é gritar BASTA, é tentar desesperadamente parar de sangrar, impedir o governo de sugar mais ainda os recursos da nação para sua causa populista e de perpetuação de poder. E é para esse grito de indignação que o Vem Pra Rua oferece palco, desde seu primeiro dia.

    Por isso o Vem Pra Rua, independente de sua posição jurídica em relação ao Impeachment, decidiu mobilizar e chamar sua base às ruas neste 15 de março, em todo o Brasil, para nos juntarmos aos movimentos que querem libertar o povo brasileiro deste modelo falido de governo. Estaremos sempre ao lado de quem quer, de forma pacífica, democrática e constitucional, manifestar sua indignação e mudar o Brasil.

    Venha manifestar sua indignação conosco. Nossa bandeira é a democracia, a ética e um Estado eficiente e desinchado.

    Chame sua base e Vem Pra Rua! É possível!

    • Rodolfo Aurich Balzer disse:

      Um povo nobre não deve se curvar diante de uns tiranetes. Se não nos agitarmos logo contra este nosso governo corrupto, logo poderemos estar debaixo das botas de comunistas bolivarianos.

    • Professor Paulo Ricardo disse:

      Dilma diz que corrupção na Petrobras deveria ter sido apurada nos anos 90, e afirmou que irregularidades poderiam ter sido estancadas antes.
      O discurso de Dilma é grave. Mostra bem a tentativa de distorção de realidade de seu partido. Querer atribuir ao passado recente um problema que em escala nacional vem desde os tempos de Cabral é no mínimo uma irresponsabilidade. O problema de corrupção no Brasil é muito mais profundo. Fica claro nesse episódio que a única coisa que qualquer militante ou representante do PT sabe dizer quando tenta justificar alguma acusação de roubo ou incompetência, é perguntar sobre o que já fez o PSDB ou Fernando Henrique Cardoso. Parece que nada mais existe ao redor deles. Como pode um partido que se baseia em uma falsa dicotomia e que acredita que acusações do passado podem justificar novas acusações, falar em reforma política? Com base no que eles deixam claro pensar, dizer e fazer, coisa boa não pode ser.

  3. Pingback: Ok, e se valer o projeto da direita nervosa, e derrubam Dilma Rousseff? | www.socialistalivre.wordpress.com | CLIPPING DE NOTÍCIAS DA SENAPRO-PCO

  4. Morte ao SOCIALISMO!!!!! JÁ!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s