Liberdade religiosa SEMPRE: fanatismo religioso NUNCA!

Alguns articulistas de esquerda que reivindicam ser trotskistas acharam “normal” e até “justificável” o fato de fanáticos islâmicos terem assassinado jornalistas satíricos do Charlie Hebdo, como se estes fanáticos identificados com as ideologias das “nações oprimidas” tivessem o direito de assassinar os críticos identificados com as ideologias das supostas “nações opressoras”. Ora, que marxismo mais manco este!

Marx e Engels diziam no Manifesto Comunista: os trabalhadores não tem pátria. Sim, logo, é capenga qualquer tipo de marxismo que defenda que trabalhadores de uma nação, dita “nação oprimida”, possam assassinar trabalhadores de outra nação, dita “nação opressora”, como pregam algumas correntes alinhadas com as práticas indiscriminadas de terroristas que acham “normal” assassinar trabalhadores de outro país, desde que este OUTRO país seja considerado como “nação opressora”. Ora, acaso nas nações ditas “opressoras” não existem trabalhadores? Como um marxista pode achar correto que um terrorista de uma dita “nação oprimida” possa matar um trabalhador de uma dita “nação opressora”?

Defendo SIM, a plena liberdade religiosa! Que a pessoa seja cristã, islâmica, budista, zen, judaísta, hinduísta, sufista, taoista, etc., faz parte da liberdade de escolha de cada um, conforme as conjunturas histórico-culturais em que o ser social se encontra inserido. Contudo, ninguém deve morrer, caso eu seja budista e alguém coloque um nariz de palhaço na estátua de meu Buda, fazendo crítica à minha cultura religiosa. Isso seria a mais estúpida das práticas: trata-se de fanatismo religioso insano. Como pode alguém de esquerda achar que o fanatismo religioso é legítimo?

Ora, por favor, coloquem piercing no nariz do meu Jesus Cristo, mas vamos parar com essa besteira de achar que povos das ditas “nações oprimidas” possam assassinar trabalhadores das ditas “nações opressoras”, em nome de qualquer diabo que o seja, quanto mais do fanatismo religioso. Trabalhadores não têm pátria! Foi criminoso o atentado contra os jornalistas franceses. Ser da religião islâmica não autoriza ninguém a cometer esse crime.

Viva a liberdade religiosa, viva a liberdade de crítica, viva a liberdade de expressão, viva o socialismo livre.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Sind-UTE/Uberlândia/MG – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Membro MEOB – CSP-CONLUTAS – EDITOR DO BLOG http://www.socialistalivre.wordpress.com.

Acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com

Socialistas Livres II

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Liberdade religiosa SEMPRE: fanatismo religioso NUNCA!

  1. Peroni disse:

    Apagão, aumento de juros, aumento de impostos, tudo em poucas horas. E a grande indignação do petista é com o fuzilamento de um traficante de drogas. Sou eu quem ficou doido ou o Brasil do PT pirou de vez? Alguém viu um eleitor de Dilma por aí?

  2. Peroni disse:

    ….HOJE DIA 20/01/2015..AS 21:30 HANGOUT-26º COMPARTILHEM….
    ……………………INTERVENÇÃO É A ÚNICA SOLUÇÃO……………………….
    ………………………………….PARTICIPAÇÃO……………………………………….
    MÁRIO HENRIQUE, CARLOS SAAD, DILETA CORRÊA, DANIEL BARBOSA
    ………………………LINK….http://youtu.be/Ky6LtiLP0sI…………………………..

      • Peroni disse:

        Soh ditadura comunista neh???

      • Só o socialismo livre, mente demente. Quem defende ditadura só pode ter uma mente demente. Mas todos os ditadores, mais dia, menos dia caem. Por quê? Porque ninguém consegue dominar os pensamentos humanos e estes logo conseguem a liberdade, mesmo face a mais cruel das tiranias. Inventa algo mais produtivo para desperdiçar sua vida, fake da direita! Você ganharia mais.

      • Peroni disse:

        A era dos grandes governos vive seu último respiro.” Amém!
        Os Comunistinhas de Merda que temos no Brasil acham que o Capitalismo é o Vilão da Humanidade…
        A verdade é uma só do COMUNISMO, O comunismo só é bom para uma certa corja se manter no poder através do voto(obrigatório), existencial o nosso lindo país o país do futuro…e põe este futuro bem longe do presente….é conhecido como a democracia e o capitalismo MELANCIA…VERDE POR FORA E VERMELHO POR DENTRO…

  3. Peroni disse:

    Socialismo “Livre”: Liberdade socialista para quem cara palida???
    Liberdade para quê? Liberdade para quem?
    Liberdade para roubar, matar, corromper, mentir, enganar, traficar e viciar?
    Liberdade para ladrões, assassinos, corruptos e corruptores, para mentirosos, traficantes, viciados e hipócritas?
    Falam de uma “noite” que durou 21 anos, enquanto fecham os olhos para a baderna, a roubalheira e o desmando que, à luz do dia, já dura 26!
    Fala-se muito em liberdade!
    Liberdade que se vê de dentro de casa, por detrás das grades de segurança, de dentro de carros blindados e dos vidros fumê!
    Mas, afinal, o que se vê?
    Vê-se tiroteios, incompetência, corrupção, quadrilhas e quadrilheiros, guerra de gangues e traficantes, Polícia Pacificadora, Exército nos morros, negociação com bandidos, violência e muita hipocrisia.
    Olhando mais adiante, enxergamos assaltos, estupros, pedófilos, professores desmoralizados, ameaçados e mortos, vemos “bullying”, conivência e mentiras, vemos crianças que matam, crianças drogadas, crianças famintas, crianças armadas, crianças arrastadas, crianças assassinadas.
    Da janela dos apartamentos e nas telas das televisões vemos arrastões, bloqueios de ruas e estradas, terras invadidas, favelas atacadas, policiais bandidos e assaltos a mão armada.
    Vivemos em uma terra sem lei, assistimos a massacres, chacinas e seqüestros. Uma terra em que a família não é valor, onde menores são explorados e violados por pais, parentes, amigos, patrícios e estrangeiros.
    Mas, afinal, onde é que nós vivemos?
    Vivemos no país da impunidade onde o crime compensa e o criminoso é conhecido, reconhecido, recompensado, indenizado e transformado em herói! Onde bandidos de todos os colarinhos fazem leis para si, organizam “mensalões” e vendem sentenças!
    Nesta terra, a propriedade alheia, a qualquer hora e em qualquer lugar, é tomada de seus donos, os bancos são assaltados e os caixas explodidos. É aqui, na terra da “liberdade”, que encontramos a “cracolândia” e a “robauto”, “dominadas” e vigiadas pela polícia!
    Vivemos no país da censura velada, do “microondas”, dos toques de recolher, da lei do silêncio e da convivência pacífica do contraventor e com o homem da lei. País onde bandidos comandam o crime e a vida de dentro das prisões, onde fazendas são invadidas, lavouras destruídas e o gado dizimado, sem contar quando destroem pesquisas cientificas de anos, irrecuperáveis!
    Mas, afinal, de quem é a liberdade que se vê?
    Nossa, que somos prisioneiros do medo e reféns da impunidade ou da bandidagem organizada e institucionalizada que a controla?
    Afinal, aqueles da escuridão eram “anos de chumbo” ou anos de paz?
    E estes em que vivemos, são anos de liberdade ou de compensação do crime, do desmando e da desordem?
    Quanta falsidade, quanta mentira quanta canalhice ainda teremos que suportar, sentir e sofrer, até que a indignação nos traga de volta a vergonha, a auto estima e a própria dignidade?
    Quando será que nós, homens e mulheres de bem, traremos de volta a nossa liberdade?
    BANDO DE SOCIALISTAS DE MERDA.

  4. Sergio Carneiro disse:

    Discurso perfeito, mas só politicamente correto. Vi em algumas respostas que o autor do blog é contra a ditadura e isso eu concordo.

    Só restou portanto uma dúvida: Como um seguidor de Mark, um dos fundadores do socialismo histórico, pode ser contra a ditadura se ele – Karl Marx – em sua obra “Crítica ao Programa de Gotha” defende a ditadura do proletariado?

    Friedrich Engels e Karl Marx fundaram o socialismo cientifico e o primeiro – Engels – escreveu: “Uma revolução é certamente a coisa mais autoritária que existe; é o ato pelo qual uma parte da população impõe a sua vontade à outra parte por meio de espingardas, baionetas e canhões – meios autoritários, caso estes existam em tudo; e se o partido vitorioso não quer ter lutado em vão, DEVE MANTER ESTA REGRA POR MEIO DO TERROR QUE AS SUAS ARMAS INSPIRAM AOS REACIONÁRIOS. Será que a Comuna de Paris ter durado apenas um dia, se não tivesse feito uso dessa autoridade do povo armado contra os burgueses?” (GRIFO NOSSO). O contexto seria de como o proletariado deveria tomar o poder e mante-lo.

    Abraços

    Sergio Carneiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s