Rachel Sheherazade(SBT) maquia discurso naturalizador do estupro!

Diz um ditado popular: “um gambá cheira o outro”! Foi o que fez a jornalistazinha do SBT, ao defender o deputado fascista Jair Bolsonaro. Cheirou aquilo que lhe cai bem, seu irmão de classe dominante, porque dinheiro são seus únicos e grandes objetivos, a ética fica em último plano. Bolsonaro é o que é, porque só pensa na riqueza da sua classe dominante branca, mesmo que por isso tenha de atropelar a tudo e a todos. Rachel Sheherazade é o que é, porque se vendeu para dar opinião em favor dos valores dessa mesma classe dominante branca, fazendo isso parecer jornalismo, logo, coube-lhe o papel de tentar fazer de “vítima” o agressor da classe dominante branca Jair Bolsonaro, ao dizer que ele não quis dizer o que disse, ao falar o que falou à deputada Maria do Rosário: “Jamais a estupraria porque você não merece”!

Rachel Sheherazade, em entrevista, disse: o deputado quis dizer que “jamais estupraria Maria do Rosário”, porque “ele não é um estuprador”, estão deturpando a fala dele, coisa de cinco gatos pingados do PSOL, ele jamais faria o estupro, porque ele não é estuprador. Ele foi criador da lei de castração química para estupradores. Santa deturpação. Santa desonestidade dessa suposta “jornalista”. Faltou à aula de Português a Rachel Sheherazade. Se tivesse ido e prestado um pouquinho de atenção, saberia que, no uso da ironia, o locutor-falante diz A, mas pensa B. Na ironia, é como se eu dissesse, “que lindo!”, diante de alguém tirando meleca do nariz. Ora, mas como trata-se de ironia, eu não estou querendo dizer “que linda meleca, que lindo gesto”, eu estou pensando o contrário do que eu disse e é isso que eu quero que o interlocutor perceba, justamente a minha ironia. Portanto, ao dizer “que lindo”, eu estou no fundo dizendo:“que nojento, eco! Que coisa feia ficar tirando meleca do nariz perto dos outros”.

Porém, paga para defender o indefensável, reforçou a jornalista, tentando enganar os telespectadores que também faltaram às aulas de Língua Portuguesa: “o deputado quis dizer que jamais, que nunca estupraria, ele quis dizer que não é estuprador”. Ora, só que o deputado quis dizer o contrário de jamais. Ele disse A, mas estava pensando B. Ele estava sendo irônico com a deputada e quis dizer que “poderia um dia estuprar a deputada se ela merecesse, só que não a estupraria, porque, de acordo com a visão machista e criminosa do deputado, a deputada não teria esse merecimento porque não tem atrativos sexuais e de beleza para levá-lo à prática do estupro”. Essa foi sua tentativa infeliz de ironia.

Porém, como ele também faltou às aulas de Língua Portuguesa, tudo ficou mais feio para o deputado Jair Bolsonaro, porque ao usar essa ironia com a deputada Maria do Rosário, ele caiu no lapso inconsciente explicado pela teoria lacaniana e freudiana e percebida pela Análise do Discurso através da leitura do discurso pressuposto, o qual é perceptível através daquilo que foi dito em A, mas cujo sentido é descrito por B. Isso se aprende em aula de Língua Portuguesa, analisando o discurso pressuposto de um dado enunciado. Como funciona o discurso pressuposto em linguagem? Quando eu digo o enunciado A: “eu não fumo mais”, qual o discurso pressuposto? O discurso pressuposto é o enunciado B: um dia eu já fumei, eu fumava antes. Nas aulas de Língua Portuguesa, os alunos fazem esse exercício: a) qual o discurso pressuposto de “Não acredito mais em Deus”? Resposta: “Um dia, no passado, eu acreditei em Deus”.

Portanto, é o discurso pressuposto que condena o deputado naturalizador do estupro. Ao dizer, “jamais a estupraria porque você não merece”, qual o discurso pressuposto? O discurso pressuposto de Jair Bolsonaro é: A deputada não merece ser estuprada jamais por ele, porque ele não tem atração sexual por ela, mas algumas outras mulheres ele as estupraria com prazer, desde que ele julgasse que merecessem. Portanto, é esse discurso pressuposto que mostra que Jair Bolsonaro, em sua ironia infeliz, naturalizou o discurso do estupro como se o estupro fosse um ato menor e não um ato sórdido e repugnante. Para Jair Bolsonaro, o estupro é algo que algumas mulheres mereceriam, se preenchidas dadas condições.

Enfim, a nota de Rachel Sheherazade em aula de Língua Portuguesa é ZERO. Deveria ter sido reprovada no curso de jornalismo, quando fez a disciplina de Língua Portuguesa. A nota para o parlamentar defensor de ditadura e naturalizador do estupro também é ZERO. Deveria estar ainda frequentando as primeiras aulas de Moral e Cívica, aulas, estas, criadas na mesma época do governo militar que ele tanto apregoa aos desavisados e incautos. Um pouquinho de aula de Língua Portuguesa também cairia bem para essa turma da classe dominante que se acha “tão esperta”!

Por: Gílber Martins Duarte – Militante SOCIALISTA LIVRE – Sind-UTE/Uberlândia/MG – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Membro MEOB – CSP-CONLUTAS.

Acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com

Socialistas Livres II

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Rachel Sheherazade(SBT) maquia discurso naturalizador do estupro!

  1. Professor Manoel disse:

    ESSA QUESTÃO DO DEPUTADO FEDERAL JAIR BOLSONARO, ´UMA DAS MAIORES IMBECILIDADES DO GOVERNO ATUAL. ESSE MESMO GOVERNO QUE FEZ UM ESTRUPO COLETIVO NA NAÇÃO BRASILEIRA, COM CORRUPÇÕES, ROUBOS, FRAUDES, E NÃO SOFREU NENHUMA PENALIDADE. DIA 01 DE JANEIRO DE 2015, A PRESIDENTE DILMA, SERÁ EMPOSSADA, COM FRAUDE E TUDO, SEM NENHUM CONSTRANGIMENTO. A PERSEGUIÇÃO DO PT A ESSE CIDADÃO É SIMPLESMENTE PELA CONDUTA SÉRIA E DE CARÁTER
    ILIBADO, SE APRESENTANDO COMO UMA NOVA LIDERANÇA POLÍTICA NO BRASIL!
    VC GÍLBER E ESSA CORJA DE FDP COMUNISTA, É O QUE DE PIOR TEMOS NA SOCIEDADE BRASILEIRA. VC NÃO TEM ESCRÚPULOS, FICA DETURPANDO TUDO E DEFENDENDO BANDIDOS, PORQUE NA REAL VC NÃO PASSA DE UM BANDIDO.

    • Nikolaievitch Smirnov Sokolov Morozov Popov disse:

      Um país de maioria conservadora sem um partido conservador não é uma democracia sob nenhum aspecto possível ou imaginável.
      Pior: Um país de maioria conservadora onde as idéias conservadoras são tratadas como “crimes de ódio” é uma tirania sob todos os aspectos possíveis e imagináveis.

      • Almir Szmik disse:

        Isso não vai longe porque está todo mundo de saco cheio. É só andar pela rua e ver. Meu contador tem cerca de 60 anos e diz que participou das greves do ABC e viu o PT nascer. Ele sente nojo do PT hoje.

      • Nikolaievitch Smirnov Sokolov Morozov Popov disse:

        O princípio mais básico da democracia é “No taxation without representation” : nada de impostos se você não é representado no Congresso. Como não existe partido conservador, NENHUM eleitor conservador tem representação no Congresso, mas todos pagam impostos. Essa tirania tem de acabar.

    • Geraldo Almendra disse:

      Defendo completamente esse direito de desobediência frente ao confisco, o mais triste é ninguém ver que não há diferença nisso e nos regimes que mentalmente todos condenam e consideram como totalitários, julgam viver liberdade democrática só porque vão lá e podem votar em 2 candidatos, essa burrice se extende aos tributos, não há sociedade livre sem legalidade tributária!

      É como viver no matrix.

      • Rodolfo Aurich Balzer disse:

        Minha Desobediência Civil engloba não apenas os “Taxes”. Eu não obedeço COMUNISTAS. PONTO. E se quiserem discutir, vai ser NA BALA! PONTO FINAL!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s