ENTREVISTA com Gustavo Olímpio (PSTU): candidato a Deputado Federal por Minas Gerais

Nossa posição, nas eleições (2014), é de apoiar criticamente os candidatos da esquerda socialista nos marcos do PCB, PCO, PSOL e PSTU. Nesse sentido, vamos entrevistar alguns candidatos desses partidos como forma de destacar-apoiar esses lutadores socialistas-marxistas da classe trabalhadora que, propositalmente e infelizmente, são apagados pela grande IMPRENSA BURGUESA CAPITALISTA.

Socialista Livre: Candidato Gustavo Olímpio, antes de tudo, muito obrigado por nos conceder essa entrevista. Sinta-se à vontade para responder da forma que o queira. Em primeiro lugar, pediríamos que você explicasse para os leitores do Blog www.socialistalivre.wordpress.com quais foram os principais motivos que o levaram a se candidatar a Deputado Federal pelo PSTU nessas eleições?

Gustavo Olímpio (PSTU): Nós do PSTU lançamos nossas candidaturas para fazer um contraponto ao atual modelo e para que possamos eleger candidatos que de fato estejam comprometidos com a luta e com os trabalhadores, sem receber contribuições de empresários, banco e empreiteiras. Percebemos que o projeto de Dilma, Aécio e Marina para o Brasil não irá significar uma melhora de vida para os trabalhadores, já que estas candidaturas recebem volumosas contribuições de grandes empresários. Prometem muito e quando eleitos governam para estas grandes empresas que financiaram suas campanhas.  Este cenário não é diferente para o Governo de Minas Gerais e muito menos para o parlamento, que, na verdade, é um grande balcão de negócios da burguesia. Candidatei-me a deputado federal primeiro para ser um porta-voz das lutas dos trabalhadores, principalmente dos trabalhadores em educação e estou ao lado de Vanessa Portugal nossa candidata a deputada estadual para que juntos possamos levar tanto à câmara quanto à Assembleia Legislativa as reais reivindicações da classe trabalhadora.

Socialista Livre: Candidato Gustavo Olímpio, você é professor e milita nas lutas do Sind-UTE/MG, e mais do que ninguém sente as dificuldades que atravessa a escola pública mineira e brasileira: salários precários, professores desanimados, estudantes sem perspectivas de futuro. Até que ponto a política Estadual e Federal influenciam nisso?

Gustavo Olímpio (PSTU): Antes de tudo não posso deixar de dizer que a propaganda que Aécio faz da escola mineira é puro marketing político, sabemos bem que o modelo de escola de Minas Gerais é fracassado e os trabalhadores sentem na pele os ataques de anos de Governo do PSDB.  Agora Dilma também mente ao dizer que o Brasil avançou nesta área. Mais de 50% da população brasileira hoje é semiletrada.  O governo federal investe pouco na educação pública, menos de 5% do PIB hoje é destinado para a educação em nosso país e mesmo assim grande parte ainda vai para a iniciativa privada, através do financiamento das universidades privadas via PROUNI e também planejando a precarização da educação pública desde a educação infantil até a universidade. Qualquer discurso que se fizer é falso, se de fato o Brasil não passar a investir os 10% na educação pública já, e não daqui a dez anos como pretende o PNE do Governo Federal. E como fazer isto? Começando por parar de pagar a dívida pública aonde vão quase 50% do PIB para banqueiros, uma dívida que já foi paga e que seguimos pagando e não diminui, depois investindo a totalidade dos recursos do pré-sal nos serviços essenciais, como educação e saúde, e não apenas os royalties da exploração como defende o governo. Somente assim iremos ter uma política clara de valorização dos trabalhadores em educação, professores e técnicos administrativos, melhoria da infraestrutura, material didático e outros.

Socialista Livre: Gustavo Olímpio, a violência escolar tem crescido nos últimos anos. Pesquisas indicam que o Brasil é um dos países em que mais ocorre violência escolar? Quais medidas sua candidatura defenderia para atacar esse problema?

Gustavo Olímpio (PSTU): A violência hoje tem crescido não apenas na escola, mas na sociedade como um todo. Isto acontece por que todos os governos não investem na melhoria da condição de vida do povo pobre. Não há uma política de moradia, lazer, transporte, saúde e educação. O debate colocado é que se deve aumentar o policiamento na rua ou diminuir a idade penal. Sabemos bem que mais policia na rua não significa menos violência, significa mais repressão e diminuir a idade penal significa mandar mais jovens, principalmente negros, para a cadeia. Há um genocídio hoje da juventude negra em nosso país. E como resolver isto é tendo políticas públicas que possam tirar da criminalidade esta juventude, criar perspectivas para nossos jovens, então temos que investir pesado em educação e em outras áreas sociais, algo que os governos não fazem.

Socialista Livre: Candidato, falou-se muito nos últimos anos em Piso Salarial Nacional dos Professores, mas os educadores continuam mal pagos. Em seu ponto de vista, por que isso acontece e o que fazer?

Gustavo Olímpio (PSTU): A lei do piso está longe de ser uma conquista. O valor é baixo e para uma jornada de 40 horas de trabalho. Sabemos bem que a maioria dos trabalhadores em educação tem uma jornada inferior a esta. E os governos se utilizam desta brecha para pagar menos ou dizer que já pagam o piso. E mesmo está lei rebaixada não tem um artigo que puna os governantes que não a cumprirem. Esta lei não é cumprida porque os governos optaram por garantir o pagamento da dívida pública ao invés de valorizar a educação. Temos que lutar pelo Piso equivalente ao Salário Mínimo do Dieese para uma jornada de no máximo 20 horas de trabalho, jornada defendida pela própria ONU.

Socialista Livre: Candidato, em sua opinião, por que os governos resistem em investir 10% do PIB em educação? Não é necessário esse investimento? Ou não querem gastar com a educação dos filhos da classe trabalhadora?

Gustavo Olímpio (PSTU): Para se investir os 10% do PIB na educação, como já disse acima, devemos romper com atual lógica de se pagar religiosamente a dívida pública. Uma dívida que corroi a maior parte do orçamento federal e ai sobra pouco para as outras áreas. Esta dívida foi contraída com juros exorbitantes e hoje o próprio governo não sabe como ela surgiu e seguimos pagando. Os governos preferem garantir o lucro dos bancos ao invés de se garantir os serviços básicos para a educação.

Socialista Livre: Gustavo Olímpio, caso seja eleito Deputado Federal, que campanha seu mandato faria em defesa da escola pública mineira e brasileira?

Gustavo Olímpio (PSTU): Como deputado federal irei colocar o mandato a serviço das lutas da educação e do conjunto da classe trabalhadora para que possamos impulsionar as medidas necessárias para transformar o Brasil. Não acreditamos que através das eleições iremos mudar radicalmente o Brasil. Já que este é o campo da burguesia, mas temos que usar o parlamento e as eleições como espaços para que possamos fazer as denúncias e mover a classe trabalhadora. E iremos defender que um parlamentar ganhe o mesmo que um professor da escola pública, é um absurdo um parlamentar ganhar 20 mil reais, enquanto um professor recebe míseros R$ 1.430,00.

Socialista Livre: O que você diria para convencer os eleitores a conhecerem melhor a sua candidatura e votarem em você?

Gustavo Olímpio (PSTU): Votar nos candidatos do PSTU e votar no socialismo e votar em quem não recebe dinheiro de empresas. Votar em candidatos que eleitos não irão se encantar com o canto da sereia das benesses do parlamento. Nós do PSTU e da Frente de Esquerda somos aqueles que estivemos em junho de 2013 nas ruas do Brasil e iremos levar as vozes destas manifestações para a Câmara Federal e lutar em prol dos trabalhadores.

Socialista Livre: Qual o número de sua candidatura?

Gustavo Olímpio (PSTU): Meu número é 1601 e chamo também a votar em Zé Maria 16, para presidente e nos candidatos da Frente de Esquerda em Minas Gerais, Fidélis 50 Governador, Geraldo Batata 161 Senador e Vanessa Portugal 16 123 para deputada estadual.

Socialista Livre: Como as pessoas podem se integrar e apoiar à sua campanha?

Gustavo Olímpio (PSTU): Nossa campanha não tem dinheiro de empresários e toda ela é feita por voluntários. Caso queiram me apoiar entre em contato comigo pelo facebook: https://www.facebook.com/gustavo.olimpio ou pelo e-mail gustavo.olimpio@yahoo.com.br .

Para esta e outras discussões, acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com

Socialistas Livres II

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

15 respostas para ENTREVISTA com Gustavo Olímpio (PSTU): candidato a Deputado Federal por Minas Gerais

  1. Rubia disse:

    Loucura comunista: PSTU se prepara para a ‘luta armada’
    A candidata do PSTU ao Senado, Raquel Dias, defendeu a luta armada como método de transformação social e disse que o partido está se preparando para a revolução com armas. Raquel foi sabatinada ontem na TV O POVO. “Como a gente vive em um Estado opressor e o armamento é uma ação contra o próprio Estado, não posso dizer como estamos nos preparando”, respondeu.
    Raquel, que é professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece), também defendeu a extinção do Senado, traçou diferenças entre o PSTU e grupos como o Crítica Radical e disse que, se eleita, aportará emendas parlamentares na área de educação.
    Isso é esse Socialismo Livre de merda

  2. Italo disse:

    Como ta a Venezuela Socialista?

  3. Julio Cesar Moura disse:

    Ao invés de seguirem o modelo dos países que se desenvolveram e diminuíram a desigualdade e aumentaram a qualidade de vida da população( através do capitalismo, associado ao aumento da produtividade dos trabalhadores pela melhor qualificação causando aumento dos salários) preferem insistir num modelo que falhou completamente(ou no minimo não se conseguiu coloca-lo em prática resultando em massacres), querem aumentar a renda do trabalhador aumentando o salario minimo por decreto(ignorando uma coisa chamada causa e efeito), diminuir a desigualdade de renda achacando a classe média para fazer transferência pura e simples de renda. Acordem, parem de idolatrar o Estado, ele não vai resolver nossos problemas, sigam o exemplo dos norte-americanos que desconfiam e desacreditam no Estado desde a independência.

  4. Julio Cesar Moura disse:

    kkkk Oposição que NÃO CHEGA NEM A 1% nas pesquisas, não merece nem se chamar de oposição. O barco de vcs vai afundar igual o da Marinárvore.

  5. Rubia disse:

    Características do PSTU, irmão do doentes mentais do Socialismo Livre:
    O seu principal lema é conjugar o NÃO como verbo, são contra tudo e contra todos. Tem como principal meta destruir o Governo Czarista de Lula (assim como o grande líder Leon Trotskis fez na URSS no inicio do século XX )e instaurar a ditadura do proletáriado ao comandar DCEs e demais entidades estudantis.
    Como eles ainda não tem coragem de encarar a União Juventude Sodomista (UJS)- que comanda a UNE desde o século XX a.C., eles primeiramente inventaram o Meta-UNE, também conhecido como Coletivo Organizado Neo-troktista Lamentavelmente Unificado Totalizando a Estudantada (CONLUTE), que faliu, pois mais afastou grupinhos historicamente aliados, com a LER-QI. Com isso, inventaram a ANEL, Associação Brasileira das Empresas Lavanderias Assembleia Nacional dos Estudantes – Livre (seja lá o que isso signifique) distribuindo crachás de delegados para observadores… Conta hoje com o Zé Maria, Ciro Garcia, Renata Pontes, Kátia Telles e mais uns 20 ou 30 perdidos Brasil afora, inclusive uns 5 doidões da USP.
    O objetivo principal do PíSíTU ao criar a ANEL era preprarar o melhor vanguarda universitária para o Golpe Comunista de 2014. O estopim revolucionário seria as manifestações de junho de 2013, que já teriam sido previstas no século passado pelas direções do PSTU.
    Na época do CONLUTE, os estudantes do PSTU (Partido Só Troskos Unificados) centravam todas as suas forças para realizar o ENETB (Encontro Nacional dos Estudantes Troskos do Brasil). Um espaço profundamente democrático onde 99% dos delegados eram do PSTU, 0,5% são da LER (lesão por esforço repetitivo) e 0,5% são da LBI (Liga Bolchevique Intergalática)(Semelhança com o aparelhismo da UJS, é mera coincidência). Os delegados eram eleitos da seguinte maneira: Caso uma entidade não quisesse levar delegados, bastava reunir 2 estudantes (um militante do PSTU e seu amigo) e chamar uma reunião onde precisavam participar 1% dos estudantes do curso. Nesta reunião o delegado era eleito. Desta maneira eles pretendiam superar a burocracia da UJS (união da juventude social-chauvinista) e construir um novo M.E super democrático! A LER-QI, surpreendementemente, pelegamente (já diriam os militantes do PSTU), e sem motivos, racharam com a CONLUTE, entre o 1º e o 2º ENETB.

    Um deputado influente do PSTU
    Em 2011, teremos o 1º CONANEL – Congresso Nacional da Assembleia Nacional dos Estudantes “Livres”. Estima-se que não haja um 2º.
    O PSTU Tem como líder apenas o Trotskis (e seu seguidor Nahuel Moreno, o camaleão político) e nenhuma outra verdade existe se não a deles. Odeiam Fidel Castro, Hugo Chavez, Salvador Allende, Evo Morales, Karl Marx, Engels, Lênin, e qualquer outro líder de esquerda, pois apenas o PSTU (trotsky e moreno) pode se dizer de esquerda e ninguém mais. Todo militante socialista do PSTU deve andar com sua bíblia morenista embaixo do braço, sempre disposto a falar de revolução, seja no trabalho, na escola, ou para os vizinhos.
    Odeiam a burguesia ou seja seus vizinhos, pois no PSTU só tem quem mora em bairro nobre. Lutam pelos trabalhadores mas nunca trabalharam. Odeiam o grande capital mas não saem de casa sem seus cartões American Express. Falam do aumento de passagens, mas chegam nos protestos com seus “carrinhos”, de preferência com um som em formato Mp3 e ar- condicionado potente. Agem 24 horas por dia, 30 ou 31 (ou 28/ 29, se for fevereiro) dias por mês, 365 ou 366 dias por ano lutando contra tudo e contra todos, pois dinheirinho pra ajudar na luta, a mamãe ou o papai burguês e capitalista dá pra tudo, inclusive pra manutenção do seu laptop; e ainda sobra para dar uma passadinha no Habib’s (o símbolo deles é um palestino da lâmpada maravilhosa e o pica-pau de cabeça vermelha) A e comprar umas 20 pizzas para uma eventual ocupação em reitorias Brasil afora… Tudo graças ao poder proletário do google e orkut!
    Grandes teóricos do pensamento PSTU são: Paulo Coelho, NX Zero, Jostein Gaarder, Fernando Henrrique Cardoso, Pedro Bial, e algum livro de Michel Foucault… Dizem que não gostam da mídia, mas assim como a Rede Globo, o PSTU é contra o PROUNI, REUNI, Lula, Bolsa Família, PT, Cotas Raciais e qualquer outra política do Governo Federal.
    Basicamente formado por estudantes de classe média, ficam perambulando os corredores das faculdades de História, Jornalismo e outras áreas de Humanas que tendem a vadiagem e ao ócio com ópio, que acreditam que salvarão o mundo lutando contra o Bush, Lula, FMI, Banco Mundial, Bruxa do 71, Satanás seu gato e quem mais for contra, segundo eles, a classe trabalhadora da qual eles não fazem parte..
    Também se preocupam em construir a unidade operário-estudantil incitando a empregada doméstica da mãe a fazer greve de fome.

  6. Urioto disse:

    Típica discussão entre um filiado do PSTU e sua mulher Socialista Livre

    Marido: Você só quer saber de gastar,desse jeito não dá.
    Mulher: Meu bem,era uma ponta de estoque.
    Marido: Não se entregue aos capitalistas.
    Mulher: Você não me deixou nem comprar no brechó,aqui perto de casa.
    Marido: Isso é coisa dos pseudo-esquerdistas,que na verdade são os maiores reacionários da Terra.Comunista de verdade usa roupa que não serve na irmã mais velha.
    Mulher: Você é um hipócrita,pois eu não disse nada quando você comprou pelos olhos da cara esse terno falsificado do Jorge Armando,que você disse que era pra levar a falência os capitalistas da Giorgio Armani.
    Marido Você nunca me enganou.Porta-voz do império,reacionária,oligarca.

  7. Julio Cesar Moura disse:

    Discurso de um militante do PSTU (Socialista “Livre”)

    O militante do PSTU aprende na sua bíblia morenista uma série de salmos que, alternados, sempre dão início a uma retórica revolucionária. Isso, porém, seguindo a gramática da língua pequeno-burguesa falada no Brasil, com aposto, sujeito, predicado e complemento.
    Exemplo: Em um dia de greves por todo o Brasil (aposto), + a juventude do PSTU (sujeito) + parou as fábricas e universidades (predicado) + juntamente com a classe trabalhadora (complemento)
    [editar] Aposto
    Nesse dia de mobilizações
    Em um dia de greves por todo Brasil
    Em tempos de grandes mobilizações
    Na semana do 1º Congresso da ANEL
    Em meio à paralisação que tomou conta do Brasil
    [editar]Sujeito
    A juventude do PSTU
    A juventude brasileira
    A classe trabalhadora
    O verdadeiro partido revolucionário (PSTU)
    Milhares de trabalhadores
    [editar] Predicado
    Parou (pararam) as fábricas e as universidades
    Derrubou (derrubaram) o aumento da passagem
    Construiu (construíram) a luta socialista
    Participou (participaram) do congresso revolucionário
    Derrotou (derrotaram) o projeto neoliberal dos governos burgueses do PT e do PSDB
    [editar] Complemento
    Juntamente com:
    A juventude do PSTU
    A juventude brasileira
    A classe trabalhadora
    O verdadeiro partido revolucionário (PSTU)
    Milhares de trabalhadores

  8. Julio Cesar Moura disse:

    O Grande Plano dos retardados mentais do Socialismo Livre

    Numa possível chegada ao poder o bloco carnavalesco pretende mostrar realmente suas intenções,tudo arquitetado pela mente diabólica de Zé Maria extraditando todos os banqueiros para o Jardim Casqueiro e tomar o lugar dos mesmos, além de declararem Eliana Tranchesi(a da Daslu mesmo) rainha da Nova República Socialista do Brasil,pela mesma não dar nenhum valor aos bens materiais, como é sabido.Para acompanhá-la,um outro grande antiimperialista,Chiquinho Scarpa.
    Apesar da sensacional formação teórica de Tranchesi e Scarpa no que diz respeito a esquerda através dos tempos,eles terão alguns assessores na área social e econômica com históricos esquerdistas,como Roberto Justus,Arnaldo Jabor,Diogo Mainardi,Luciana Gimenez,que com um seu imenso conhecimento tornarão os meios de comunicação bem mais educativos e culturais.Athina Onassis,Costanza Pascolato,Daniela Cicarelli,Abilio Diniz,Antonio Ermirio de Moraes, e Vera Loyola completam a equipe real,sendo que Vera ficará responsável por proporcionar uma vida melhor a todos os vira-latas,já que york shires e semelhantes são capitalistas convictos.Para administrar a Cultura nova num novo Brasil, a Lady Kate, firmará acordos importantíssimos com bandas universitárias (dessas de calourada de Humanas), para garantir mais oportunidade ao povo de conhecer, e também de aprender técnicas valiosas de músicas com esses grandes mestres incompreendidos.
    Uma aliança diplomática com Ronald McDonald tem grandes chances de acontecer,segundo João Kleber,ministro das relações exteriores. Após essa reunião com o palhaço sanduicheiro,João acompanhando do Ministro da Fazenda, Abilio Diniz irá até Washington para elaborar com grandes estadunidenses antiimperialistas,como Donald Trump,Paris Hilton,Britney Spears e Jim Carrey o Consenso do Firefox.
    Agora lembre-se:Nas eleições 2008,é Xuxa NA CABEÇA pra presidente!

  9. Beatriz disse:

    Socialistas retardados a Cuba real é inversa a dos discursos socialistas. O contrário seria impossível!

    • Rubia disse:

      Mentiras, mentiras e mentiras. O Comunismo/Socialismo é só mentiras!

      • Beatriz disse:

        A individualidade é inalienável e devemos saber respeitar a dos demais, se quisermos que respeitem a nossa. Entendeu Gílber “Tonto”

      • Julio Cesar Moura disse:

        A falsa ideologia de humanização dos pobres em detrimento da derrocada total do País. A ignorância e a total cegueira nunca permitem que se compreenda o mal e o espúrio praticado por essa corja e se enxergue o obvio da malversação do dinheiro público.

      • Urioto disse:

        Socialistas sofrem de severos problemas mentais ou são demasiadamente ignorantes.
        São uns idiotas úteis mesmo esses esquerdistas! É o dito pelo não dito, usando de retórica pra ver se engana os outros! Eles dizem descaradamente, na cara de pau que o socialismo não chegou a ser implantado, aí eu pergunto: Se o socialismo não foi implantado e mesmo assim causou tanto massacre, imagine só se ele fosse instaurado? Bando de hipócritas essa esquerdalha!

  10. Pingback: Vote nos candidatos da esquerda socialista: PCB, PCO, PSOL, PSTU | www.socialistalivre.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s