ENTREVISTA com Cláudia Maria Luciano – Dirigente do MEOB – Movimento dos Educadores Organizados pela Base

Nessa entrevista, conversamos com uma das dirigentes nacionais do MEOB sobre os importantes passos que o movimento tem dado na luta sindical dos educadores no Estado de São Paulo. Antes de tudo, agradecemos à generosidade da lutadora por conceder essa entrevista ao Blog www.socialistalivre.wordpress.com.

Socialista Livre: Que balanço você faz da importância do MEOB (Movimento dos Educadores Organizados pela Base) para os lutadores em defesa da escola pública e de qualidade?

Cláudia Maria Luciano: Um balanço muito positivo. Nas últimas três disputas sindicais que tivemos na Apeoesp fomos vitoriosos em duas (Conferência de Educação; Congresso da Apeoesp) e nas eleições sindicais desse ano – 2014 – elegemos a segunda bancada de conselheiros. O MEOB é um grupo que se preocupa em respeitar, traduzir e seguir uma tradição da esquerda sindical que é o trabalho de base. Nesse sentido, ouvir a categoria para tirar as políticas é parte fundamental de nossa práxis. Essa importância se dá em dois âmbitos: quando estamos com a categoria construindo e fazendo nossas elaborações e quando levamos para as instâncias essas elaborações. Veja, em http://educaorgpelabase.blogspot.com.br/, a escola pública e a organização sindical que defendemos. Assim sendo, nossa importância se dá em dois momentos que se combinam: a ação imediata (táticas) e a ação histórica (estratégia). Ao manter uma ligação umbilical com a categoria garantimos que as lições de nossos mestres não sejam perdidas, pois hoje parte significativa da esquerda não utiliza mais esse pressuposto sindical para atuar nos sindicatos, levando a ações sectárias/ultraesquerdistas e/ou oportunistas na condução de suas lutas. Portanto, o MEOB se coloca junto com outros vários agrupamentos no estado e no país que continua reivindicando as lições do marxismo nas análises e na atuação no dia-a-dia.

Socialista Livre: Qual a grande vitória da participação do MEOB na atuação da eleição sindical da APEOESP? Quantos votos o MEOB conseguiu nessa eleição sindical de um modo geral nas regiões que disputou?

Cláudia Maria Luciano: Nossa grande vitória foi consolidar nossa marca na Apeoesp. Os grupos tradicionais dentro do sindicato fizeram um enfrentamento com o MEOB, tentando deslegitimar nossa política. Por isso nas eleições se juntaram todos contra nós. O PSTU à frente dessa política sectária. Nesse sentido nossa vitória foi a expressão real da categoria nas instâncias organizadas do sindicato, uma vez que 88% dos professores que se candidataram pelo MEOB estão com tarefas políticas no sindicato após essa eleição. Essa foi a resposta da categoria a um grupo político, no caso o nosso MEOB elegeu seus pares ativistas que estão no dia-a-dia no chão de giz. O MEOB, grupo mais novo da APEOESP, recebeu da categoria o mandato de 17% do conselho da maior subsede do estado e ainda teve delegadas 88% do seu grupo com tarefas no sindicato, sendo hoje a segunda maior corrente da maior subsede de São Paulo – zona sul Santo Amaro.

Socialista Livre: Por que você convidaria os trabalhadores em educação para sindicalmente militar junto com o MEOB, tanto em São Paulo, quanto em nível nacional?

Cláudia Maria Luciano: Para que nós ao lado de outras organizações que comungam conosco de nossos objetivos lutemos por uma escola pública de boa qualidade dentro de uma perspectiva de lutarmos por um mundo melhor, um mundo socialista. Para que isso se transforme em realidade precisamos convencer parte da vanguarda a juntar a nossos agrupamentos para fazermos a batalha política por um outro sindicalismo e uma outra prática política em que não estejam presentes: a mentira, a calúnia, as manobras, as ameaças, etc., que hoje parte da esquerda utiliza como prática cotidiana. Por isso, venham construir o MEOB

Para estas e outras discussões, acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com.

cropped-w10003247_235356923332503_1987199304_n.jpg

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

7 respostas para ENTREVISTA com Cláudia Maria Luciano – Dirigente do MEOB – Movimento dos Educadores Organizados pela Base

  1. Olmira Piana S disse:

    Esse blog é uma piada. Mas uma piada de mau gosto……

  2. Vallore disse:

    Não permitam que professores a serviço do estado socialista doutrinem seus filhos!

    • Dirceu Capelli disse:

      Os professores em geral acham-se no direito de doutrinar politicamente e moralmente os alunos como se fossem pais e tivessem esse direito sobre todos eles!…

    • Dirceu Capelli disse:

      Tenho 38 anos a minha vida escolar aprendi que o capitalismo era o mal em nossa vida que cheguevara era um herói e que cuba era o paraiso na terra. So adulto que fui descobrir fora da escola que tudo era.mentira.

  3. Dirceu Capelli disse:

    Há 102 anos nascia o economista liberal norte americano Milton Friedman, ganhador do nobel de economia em 1976. Aqui fazemos uma homenagem com uma série de videos:

    O mito do “almoço grátis”:

    A falácia dos serviços públicos gratuitos:

    Os danos do salário mínimo:

    Redistribuição de riquezas:

    Opinião sobre as escolas públicas:

    Escravidão e colonialismo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s