A mais-valia assassina: o caso da queda do viaduto em Belo Horizonte

Relatório técnico aponta que o viaduto em obras que caiu em BH, assassinando uma motorista de ônibus e ferindo outras pessoas, continha apenas 1 décimo da ferragem necessária. Isso mesmo, 1 décimo! Por conta disso, relatório de peritos conclui que o restante do viaduto que ainda não caiu deve ser demolido.

Por que, então, se trata de um assassinato capitalista nesse caso? Ora, se a empresa capitalista, responsável pela obra, quis aumentar ainda mais os seus lucros, economizando com a compra de ferragens, e, consequentemente, economizando com a mão de obra que envolveria toda a montagem das estruturas de ferragens, não há dúvidas, a sede de lucro é quem assassinou a motorista de ônibus em Belo Horizonte, no momento em que o viaduto despencou.

Nossa tese de doutorado,  Na arena da luta de classes – a mais-valia – sob o crivo da Análise do Discurso , seguindo os parâmetros marxistas, discute em detalhes como os negócios capitalistas lucram não pagando parte do tempo de trabalho aos trabalhadores que produzem as mercadorias ou mesmo criando várias “maracutaias” para não pagar parte do tempo de trabalho embutido na extração das matérias primas, no caso, gastando o mínimo do mínimo, 1 décimo das ferragens necessárias, na construção da estrutura do viaduto em BH.

Portanto, o que temos percebido é que a busca desenfreada por mais-valia, além de explorar os trabalhadores, também mata. Devemos relembrar aqui o caso da Boate Kiss, superlotada para render mais dinheiro ao empresário, matando centenas de jovens sufocados em um incêndio; o caso da balsa superlotada de passageiros que afundou na Coréia do Sul, matando centenas de estudantes; e agora o viaduto de Belo Horizonte que caiu e tirou a vida da motorista de ônibus e por simples acaso não destruiu muito mais vidas.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante Socialista Livre do CSL/CAEP – Sind-UTE/Uberlândia/MG – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Membro MEOB – CSP-CONLUTAS.

Acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com

cropped-w10003247_235356923332503_1987199304_n.jpg

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

11 respostas para A mais-valia assassina: o caso da queda do viaduto em Belo Horizonte

  1. Questões Relevantes disse:

    Só podia seu coisa do Gilbert, que não consegue entender nem receita de brigadeiro. Pode falar em ganância, em certeza de impunidade, em vigarice. Mas não tem nada com mais-valia.

    • Rodolfo Aurich Balzer disse:

      Não tem o que comentar, com tanta ignorância desse Gílber. Ou será mesmo ignorância???

    • Sargento Gílber de Souza Mattos disse:

      O PIOR CEGO, É AQUELE QUE NÃO QUER VER.. tudo de ruim tá acontecendo em seu País…mas ainda tem gente que não se dá o trabalho de ver a gravidade da situação, a pior parte, é que nos afeta…eu me pergunto, é falta de informação, de cultura de conhecimento de que? tem muita gente ainda que não tem noção do que o PT e esses marxistas são capazes de ainda fazer de mal para todos nós. qualquer governo que seja…não é tão mal para nossa nação quanto o PT e o socialismo.

    • Dirceu Capelli disse:

      Gílber hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho, e então poderás ver com clareza para tirar o cisco do olho de teu irmão.

  2. Antonio Dias disse:

    Mais valia: rapidamente logo associei ao caso das usinas nucleares de Fukuchima no Japão.Em uma das análises, sobre o caso, alguém escreveu que projetos, como a energia nuclear, nunca poderiam ficar nas mãos de quem quer lucrar, pois os cuidados e os gastos preventivos devem ser tão redundantes, que os instintos sedentos por lucro, não permitiriam a empreitada

    • Carlos Pereira Souto disse:

      A origem das ditaduras MARXISTAS e monopólios da vagabunda , parasitária e pilantra classe jurídica do Brasil remonta o período colonial , filhos legítimos e bastardos dos fazendeiros que não o sucediam na administração da fazenda iam estudar direito na França para depois encher o país de leis e burocracias inúteis que viabilizavam suas atividades parasitárias no Estado e em escritórios de advocacia , isto tudo espantou muito as iniciativas de investimentos produtivos num país com todas as vantagens naturais para se desenvolver , sem uma revolução armada , nada disto irá mudar .

      • Julia disse:

        O PT É O PRODUTO FINAL E MAIS VISÍVEL DA DITADURA DOS JUÍZES EM CONLUIO COM O MONOPÓLIO IMPOSTO DOS ADVOGADOS , NO JUDICIÁRIO SE ABRIGA O CÉREBRO DE TODA A VAGABUNDAGEM PARASITÁRIA SOCIALISTA / COMUNISTA !!!

      • Loremarie disse:

        Na época do Regime Militar, a carga tributária e a estrutura administrativa eram bem menores, o Imposto de Renda, por exemplo, era só de 12,5% (atualmente, é de 27,5%) e existiam apenas 12 ministérios (atualmente, são 39). Para a ininterrupta implantação da Infra-instrutora, o Brasil seguia os Planos Nacionais de Desenvolvimento (planos de longo prazo – não eram Planos de Obras decorrentes de emendas parlamentares, visando o atendimento de interesses de políticos). Pois bem, mesmo com poucos recursos, os “Ditadores-Militares” construíram a maior parte da infra-instrutora que o Brasil dispõe atualmente – iniciavam e concluíam as obras planejadas conforme os cronogramas previstos: sistema de telecomunicações, implantação de um abrangente Sistema de Controle do Espaço Aéreo, aeroportos (a maioria, dentre eles o do Galeão e de Cumbica), portos e terminais de exportação, metrôs do Rio de Janeiro e de São Paulo, a maioria dos estádios de futebol, expansão gigantesca da malha rodoviária (estradas BR 116, Belém-Cuiabá, Belém-Brasília, Transamazônica, Perimetral Norte, Manaus-Porto Velho e outras), diversas usinas hidroelétricas (dentre elas Itaipu, Complexo Hidrelétrico de Urubupongá, Tucuruí, Balbina, Sobradinho – com suas respectivas linhas de transmissão), ampliação do Sistema São Francisco), Ponte Rio-Niterói, grandessiderúrgicas (CSN, Usiminas, Cosipa e outras), Usinas Nucleares – Angras 1 e 2, expansão da produção de petróleo, criação do Proálcool, abrangente Programa de Casas Populares – construção de 2,4 milhões de casas, implantação da maioria das Universidades hoje existentes, expansão da Indústria de Petróleo e do nosso mar territorial para 200 milhas, criação da EMBRAER (início de nossa Indústria Aeronáutica), criação da EMBRAPA etc. Quanto a Estádios de Futebol, no Regime Militar, foram construídos diversos, de Norte a Sul do Brasil (Castelão, Machadão, Mineirão, Fonte Nova, etc., na maioria das capitais brasileiras, estruturas duradouras, de concreto armado, de fácil manutenção.

      • Loremarie disse:

        História do Brasil Que a Nossa Juventude Desconhece
        http://www.militar.com.br/blog26366-Hist%C3%B3ria-do
        Outras coisinhas que os militares fizeram (tire suas conclusões):
        Criação de 13 milhões de empregos;
        A Petrobrás aumenta a produção de 75 mil para 750 mil barris/dia de petróleo;
        Estruturação das grandes construtoras nacionais;
        PIB de 14%;
        Construção de 4 portos e recuperação de outros 20;
        Criação da Eletrobras;
        Criação da Nucleobras e subsidiária;
        Criação da Embratel e Telebras;
        Usina Angra I e Angra II;
        Indústria aeronáutica, naval, bélica e automotiva;
        É restabelecida a autoridade por 21 anos;
        Pró-alcool (95% dos carros no país);
        Construída as maiores usinas do MUNDO: Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipú;
        Exportações crescem de 1,5 bilhões de dólares para 37 bilhões;
        Rede Estradas Asfaltada de 3mil para 45 mil KM;
        Redução da inflação de 100% ªª para 12% ªª, sem controle do preço* e sem massacre do funcionalismo público;
        Fomento e financiamento de pesquisa: CNPq, FINEP e CAPES;
        Cursos de mestrado e doutorado;
        INPS, IAPAS, DATAPREV, LBA, FUNABEM;
        FUNRURAL;

        Programa de merenda escolar e alimentação do trabalhador;

        Criação de várias (a maioria) Universidades
        Criação do FGTS, PIS, PASEP;
        Criação da EMBRAPA (70 milhões de toneladas de grãos);
        Duplicação da rodovia Rio Juiz de Fora e da Via Dutra;
        Criação da EBTU;
        Implementação do Metrô em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza;
        Criação da INFRAERO, proporcionando a criação e modernização dos aeroportos brasileiros (Galeão, Guarulhos, Brasília, Confins, Campinas – Viracopos, Salvador, Manaus);
        Implementação dos Pólos Petroquímicos em São Paulo (Cubatão) e na Bahia (Camaçari);
        Prospecção de Petróleo em grandes profundidades na bacia de Campos;
        Construção do Porto no Maranhão;
        Construção dos maiores estádios, ginásios, conjuntos aquáticos e complexos desportivos em diversas cidades e universidades do país;
        SNI;
        Polícia Federal;
        Código Tributário Nacional;
        Código de Mineração;
        Zona Franca de Manaus;
        IBDF Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal;
        Conselho Nacional de Poluição Ambiental;
        Reforma do TCU;
        Estatuto do Magistério Superior;
        INDA Instituto de desenvolvimento agrário;

        Criação do banco Central (DEZ64);
        SFH Sistema Financeiro habitacional;
        BNH Banco Nacional de Habitação;
        Construção de 4 milhões de moradias;
        Regulamentação do 13º salário;
        Banco da Amazônia;
        SUDAM;
        Reforma Administrativa, Agrária, Bancária, Eleitoral, habitacional, Política e Universitária;
        Ferrovia da soja;
        Rede Ferroviária ampliada de 3mil e remodelada para 11 mil KM;
        Frota mercante de 1 para 4 milhões de TDW;
        Corredores de exportações de Vitória, Santos, Paranaguá e Rio Grande;
        Matriculas do ensino superior de 100 mil em 1964 para 1,3 milhões em 1981;
        Mais de 10 milhões de estudantes nas escolas (que eram realmente escolas);
        Estabelecimento de assistência médico sanitária de 6 para 28 mil;
        Crédito Educativo;
        Projeto RONDON;
        MOBRAL;

        OBRAS DE GRANDE IMPACTO PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS
        1. CENTENAS DE PONTES
        Dentre tantas, a nossa Ponte Rio Niterói, construída entre 1969 e 1974.

      • Carlos Pereira Souto disse:

        as pessoas de bem e que tinham um sentimento de nacionalismo não foram molestadas, agora os idiotas que se diziam comunistas e guerrilheiros, estes sim, tomaram muita porrada e mesmo assim não criaram vergonha na cara e querem novamente transformar o nosso País numa ditadura Socialista.

  3. Pingback: Por que votar em Aécio Neves (PSDB) é um retrocesso? Vejam alguns motivos! | www.socialistalivre.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s