Nota de desagravo à direção do PSTU Minas Gerais: “Narciso acha feio tudo que não é espelho”!

Tenho sido surpreendida por comentários caluniosos em relação a minha pessoa no qual um rapaz de vinte e poucos anos de idade, estudante de medicina e que foi militante do PSTU de Minas Gerais, na cidade de Belo Horizonte, e inclusive irmão de dirigente do referido partido, está me atacando nas redes sociais afirmando que eu teria me posicionado de forma homofóbica em relação a ele.

O pior dessa história é que o mesmo conseguiu o aval do partido (PSTU), que me desqualifica enquanto sua militante, me colocando desde sempre como uma simples filiada.

O Partido Socialista dos trabalhadores Unificados (PSTU), no qual militei durante mais de dez anos em Belo Horizonte, juntamente com personalidades do partido que foram meus companheiros, construindo juntos movimentos importantíssimos como o Muda-Sindute, Núcleo de Professores do PSTU e o movimento de mulheres.

Acompanhei o nascimento da CSP-CONLUTAS e disputei chapa sindical de oposição no movimento sindical de professores de Governador Valadares, por duas vezes, fatos esses noticiados em jornais locais.

O referido rapaz me acusa de homofobia com o aval do PSTU. O partido não conhece os fatos ocorridos em Governador Valadares e diz que eu seria uma simples filiada, e não militante, sugerindo que não compactuaria com minha postura “homofóbica”, sendo que a direção do PSTU Minas Gerais sequer ouviu minha versão dos fatos. Quero dizer que esse rapaz é um adolescente que precisa de orientação, que o partido não deu conta de oferecer e nem de acompanhá-lo, fazendo com que a criatura vire sempre contra o criador.

Mas o rapaz não me preocupa, pois o mesmo já veio de Belo Horizonte em crise com a juventude do PSTU (principalmente a liderança jovem que ele a chama de burguesa que não pode conduzir uma juventude socialista).

Na verdade, leio que o partido tentou me penalizar, compactuando com calúnias, por eu nunca aceitar ser centralizada por nenhum movimento, pois primo pela liberdade individual, o que inclusive é um direito constitucional.

Ao PSTU tenho a dizer que não quero estar nas suas fileiras, muito menos como militante, que já fui, e isso é fato notório. O interessante é que eu guardo documentos do partido, como as fichas de filiação, a venda de jornais e a divulgação de princípios políticos.

Narciso hoje também não é militante do partido, pois o mesmo não soube dialogar com os seus pares jovens, mas os dirigentes do partido o ouviram, sem me dar direito de resposta, promovendo um verdadeiro tribunal de exceção.

Sou contrária ao ativismo gay, quando este chama o direito de opinião dos outros de “homofobia”, em exagero que leva à agressão do outro, inclusive criando situação de violação de direitos humanos, de mentiras, desconforto.  E isso é muito diferente da desvalorização de desrespeito aos homoafetivos.

Valorizo a pessoa humana, independente de qual seja ou qual conduta sexual que tenha como sou favorável ao casamento civil dos homoafetivos, com todos os direitos cabíveis, trabalhistas, previdenciários e civis idênticos aos das outras pessoas, mas não concordo com condutas que violem os direitos de crença religiosos e culturais das pessoas, suas simbologias, o que nada tem a haver com homofobia, com caráter de vitimização.

Infelizmente a homofobia não está tipificada como crime, mas a pretensa vítima também não pode inverter os fatos e o direito ao seu próprio bel prazer.

Vamos combater a homofobia sim, mas não se valendo da força ou da forma covarde de atacar as pessoas com calúnias, se escondendo em redes sociais ou cartas mentirosas para denegrir a imagem de quem só ajudou, principalmente com orientação moral, e até mesmo ajuda material, em uma cidade altamente conservadora e com índices de violência muito altos.

Lídice Gomes Pimenta da Silva Pereira – Formada em História e Bacharel em Direito.

Para esta e outras discussões, acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com

cropped-w10003247_235356923332503_1987199304_n.jpg

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s