Deu na Imprensa

Companheiro Mauro Nunes, militante do Movimento dos Pais e Responsáveis do RJ e Militante Socialista Livre do CSL-CAEP, na luta em defesa da escola pública, gratuita e de qualidade, dá entrevista ao Estadão sobre o apoio dos pais à greve da educação no RJ. Confiram matéria no link abaixo.

http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,professores-decidem-manter-greve-e-fazem-protesto-no-rio,1170217,0.htm

cropped-w10003247_235356923332503_1987199304_n.jpg

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

4 respostas para Deu na Imprensa

  1. Wilson disse:

    Virou bagunça. Isso não é democracia. Seu direito termina onde começa o meu.Trabalhem legisladores e judiciário.

  2. Querencio disse:

    Segundo Walter Williams, sindicatos são corporativismo e reserva de mercado. O que eles não querem é que outras pessoas lhes tomem os empregos, por aceitar ganhar menos, o que pode não ser ideal, mas é preferível ao desemprego. E quando o governo federal resolveu acalentar os protestos violentos que ocorreram há algum tempo, deu sinal verde para que qualquer meliante perturbasse a paz social e atrapalhasse a vida dos cidadãos honestos. Daqui por diante, todo governo será pautado pelos arruaceiros da vez, eis que esse mal não foi energicamente coibido no início. Em outras palavras o governo mostrou que é fraco, e o crime montou cavalo em cima dele; quem pagará o preço, mais uma vez, somos nós.

  3. Beatriz disse:

    Na verdade este é o reflexo das manifestações do ano passado. De uma forma ou de outra, as pessoas estão dizendo “VOCÊS NÃO ME REPRESENTAM”. Talvez de uma forma confusa, mas o fato é que “Uma ANDORINHA NÃO FAZ VERÃO”. Se estes movimento estão conseguindo causar ” danos ” é por que existem seguidores…

  4. Russell Kirk disse:

    Sindicatos / conselhos de classes em muitos casos são peste para os cidadãos e encontram em políticos seus iguais suporte
    para prejudicar seus representados, dou um exemplo a lei sancionada pelo individuo *Luis Inácio da Silva* que oficializou o que o conselho cobrava (OU AFANAVA) a mais(fora da lei)dos representantes comerciais. LEI 12.246

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s