A interpelação econômica e as GREVES.

A teoria marxista-althusseriana-pecheutiana, base fundadora da Análise do Discurso, demonstra como o indivíduo é interpelado em sujeito pelo processo econômico-ideológico-jurídico-discursivo. Em nossa tese de doutorado, Na arena da luta de classes – a mais-valia – sob o crivo da Análise do Discurso, demonstramos como a interpelação econômica é forte quando se trata de fazer com que os indivíduos-trabalhadores tomem determinadas posições e não outras na luta de classes.

Nas GREVES da educação em Minas Gerais, por exemplo, e estamos no meio de uma GREVE convocada pelo Sind-UTE/MG, a interpelação econômica impetrada pela ideologia-repressiva do PSDB, enquanto governo do Estado, CORTANDO O PONTO de quem entra em greve na educação, tem se tornado uma poderosa arma do governo para fazer com que os indivíduos-trabalhadores, quando INTERPELADOS pelo sindicato a fazer uma greve, prefiram tomar posição contra o chamado do sindicato, optando por obedecer à INTERPELAÇÃO ECONÔMICA do Estado Burguês dirigido pelo PSDB.

Ou seja, o medo de ficar sem salário, o medo de ter o ponto cortado fala mais alto e convence mais do que a indignação contra as precárias condições de trabalho reinantes na educação mineira. Assim sendo, enquanto não conseguirmos aprovar uma LEI que proíba o CORTE DE PONTO dos GREVISTAS, o Estado Burguês, com seus governos capitalistas-repressores vão ter grande chance de coibir as greves dos trabalhadores, fazendo com que a INTERPELAÇÃO ECONÔMICA, baseada na ameaça concreta de CORTE DE SALÁRIO, levando os indivíduos-trabalhadores a passarem dificuldades reais com as necessidades básicas, seja mais poderosa do que o ideal de lutar por condições de trabalho mais dignas.

A educação mineira e brasileira afunda cada vez mais, com professores e funcionários mal pagos, fazendo com que a qualidade educacional oferecida na escola pública decline explicitamente. A INTERPELAÇÃO ECONÔMICA que CORTA O PONTO dos trabalhadores em educação para intimidá-los a não fazer GREVE é um desses fatores levado a cabo pelo aparato jurídico-político-ideológico do Estado Burguês que tem contribuído para a destruição da escola pública. Em Minas Gerais, o PSDB de Aécio Neves/Anastasia são vanguarda no CORTE DE PONTO dos grevistas. Mas é preciso deixar claro que governos do PT, partido que nasceu das greves, também já cortaram ou ameaçaram CORTAR O PONTO de trabalhadores em greve, tudo para INTIMIDAR OS GREVISTAS.

A greve não é um direito constitucional garantido ao trabalhador? Então o Supremo Tribunal Federal deveria punir os GOVERNANTES e PATRÕES que CORTAM O PONTO DOS TRABALHADORES. Do contrário, na prática, o CORTE DE PONTO intimida os trabalhadores a fazerem greve, logo, é uma mentira da Constituição Federal dizer que a GREVE é um direito dos trabalhadores. Se a greve fosse de fato um direito, o trabalhador não deveria JAMAIS ser punido com CORTE DE SALÁRIO por fazer greve. É preciso, portanto, urgentemente, criar uma lei que proíba o CORTE DE PONTO de quem faz GREVE. Só a luta conjunta da classe trabalhadora pode fazer com isso aconteça.

Por: Gílber Martins Duarte – Militante Socialista Livre do CSL/CAEP – Sind-UTE/Uberlândia/MG – Doutor em Análise do Discurso/UFU – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Membro MEOB – CSP-CONLUTAS.

Acessem nosso Blog: www.socialistalivre.wordpress.com

cropped-w10003247_235356923332503_1987199304_n.jpg

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , . Guardar link permanente.

5 respostas para A interpelação econômica e as GREVES.

  1. Rubia disse:

    A respeito da greve de ônibus de SP.
    Pagamos o pato, sim, mesmo estando a centenas de quilômetros de distância. No mínimo esse vandalismo todo encarece os custos dos seguros dos meios de transporte coletivo, e isso todo o País paga. Quem paga um ônibus queimado não é a empresa proprietária nem a Prefeitura. São todos os brasileiros, por meio de impostos e seguros.

    • Wilson disse:

      E quem vai nos tirar desta triste situação. Em 64, por muito menos, o Brasil já se encontrava em situação totalitária, infelizmente. Mas, para os petralhas, quanto mais quebra-quebra melhor, pois assim têm oportunidade de desferir suas mensagens ensandecidas sobre os cidadãos e transformá-los em marionetes. É uma luta de irmão contra irmão. Cuidado, o mundo já viu isso!!!

    • Querencio disse:

      O maior alvo do pt sempre foi, é e será São Paulo. A desestabilização do governo Alckmin é tudo o que eles querem e, de forma absolutamente degenerada, como sempre, usam os sindicatos capachos do partido para promover a bagunça.
      Essas são as táticas desse partido infame que tomou conta e está conduzindo o país ao caos do marxismo.

  2. Russell Kirk disse:

    Sim, quem trabalha é que paga o pato! Está aí: os três poderes indiciados como CULPADOS pela bagunça que se tornou esta pobre terra chamada Brasil! Os malfeitores, MTST, MST, sindicatos, estes tais de movimentos sociais que na maior parte das vezes são formados por DEPENDENTES do governo, que recebem bolsa família, que já receberam terras tomadas de produtores efetivos para nela não fazerem nada e assim por diante! TODA ESTA BALBÚRDIA FOI ALIMENTADA POR ESTE PARTIDECO MALDITO CHAMADO pt, desgraça do Brasil! Aqui, 20,30 ou 40 na maior parte das vezes, vagabundos, prejudicam 2 milhões de trabalhadores, IMPUNEMENTE! Nós estamos fadados, se esta mulher for reeleita, a ocuparmos os últimos lugares em tudo, vamos no aparelhar com a áfrica, com cuba, com a venezuela, uma vez que outros estados latino americanos, como Peru, Chile, México já saltam em nossa frente com tanta eficiência que se tornou quase impossível alcançá-los, mesmo que gente decente venha a ocupar o governo nos próximos 4 anos!

  3. Evellyn disse:

    Enquanto precisamos produzir e movimentar a economia vários grupos tentam paralisar o país.
    Infelizmente esse é o retrato atual do Brasil, um país bagunçado e esquecido por seus governantes corruptos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s