Da Revolução Russa

Caros camaradas Gílber, Mauro Nunes, Diego e outros mais. Seria muito importante, para entendermos realmente toda a dimensão da Revolução Russa, a leitura de alguns trabalhos, acompanhada de um vivo debate sem censuras, sem preconceitos e sem intolerância. Trabalhos esses, escassos é verdade, mas que tratem da questão sem desfigurá-la. Dentre esses desejados trabalhos, sobre aquele rico episódio, temos a destacar o ensaio escrito por Rosa Luxemburgo, já nos fins de 1918, quando a questão ainda estava em plena efervescência. A leitura desse ensaio vai nos ajudar a entender porque a retirada estratégica, diante do fato de que o processo contrarrevolucionário estava em plena gestação, traria menores danos para a causa socialista, sem a obsessão voluntarista em atropelar as leis da história. 

Reconhecer a derrota não seria por meio de um decreto, seria através de todo um processo, a começar pela Assembléia Nacional Constituinte, realizada com plena liberdade de expressão política. Aliás, a própria Rosa Luxemburgo nos afirma: “É possível a liberdade política sem o socialismo, entretanto, é impossível o socialismo sem a liberdade política”.

De forma apressada e irrefletida, costuma-se afirmar que reconhecer a derrota e promover a retirada estratégica, seria um ato que descambaria para o massacre dos bolcheviques. Em primeiro lugar, é bom ter a consciência, a clareza, de que o massacre dos bolcheviques foi plenamente levado a cabo, sob a batuta do senhor Josef Stalin e seus asseclas. Em segundo lugar, devemos lembrar que o massacre dos communards, em 1871, na França, não redundou na derrota total do socialismo. Muito pelo contrário, ensejou todo um aprendizado em torno daquela tragédia. Enquanto isso, sob o pretexto de evitar um massacre dos bolcheviques, coisa que não ocorreu, tivemos como resultado um imenso massacre da humanidade, que teve de suportar tragédias das mais agudas, como o nazifascismo; a Segunda Grande Guerra; Hiroshima e Nagasaki; o fascismo franquista; o massacre da Indonésia, e tantos outros episódios dos mais cruéis. E, temos como resultado, hoje, um mundo repleto de mazelas sociais, enquanto o capitalismo exaurido goza da mais completa hegemonia política.

É sobre esse viés que devemos olhar a Revolução Russa e seus nefastos desdobramentos, sobretudo no quesito consolidação da contrarrevolução stalinista, cujo um dos maiores danos foi a supressão do livre debate, com todas as suas nefastas consequências, ontem e hoje.

Por: Gilvan Rocha, escritor socialista, articulista e membro do CSL – CAEP

Acessem nosso Blog: www.gilvanrocha.blogspot.com.br

Acessem nosso Blog:  www.socialistalivre.wordpress.com

cropped-u10013734_235352529999609_858194854_n1.jpg

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s