Direita versus Direita

Convencionamos chamar de direita aquelas forças políticas que têm como objetivo a manutenção do capitalismo. Mas a direita não é uma corrente política homogênea, ela se apresenta e age sob diversos matizes. Porém, para tornar mais claro o conteúdo de nossas colocações, vamos considerar que existem, fundamentalmente, duas correntes de direita. A primeira delas poderia ser chamada de direita democrática e, a segunda, seria a direita exacerbada, tipo “tolerância zero” que, em determinado momento, se apresentou como sendo o nazifascismo.

A democracia política burguesa é o grande legado histórico do processo de ascensão e consolidação do capitalismo, assumindo medidas democráticas como o voto universal e secreto; o direito de ir e vir; o livre direito de organização e de opinião; além das conquistas no campo dos direitos individuais, tipo “todo mundo é inocente até prova em contrário”; “o ônus da prova cabe a quem acusa”; “só se pode ser preso, em flagrante delito, ou sob ordem judicial”; “ninguém deve ser mantido preso sem culpa formada”, e assim por diante.

Esse caráter democrático, produzido pela revolução burguesa, não adveio de uma consciência inspirada em bons sentimentos. Tampouco, era uma manobra maquiavélica da burguesia ascendente. A democracia política proposta pela burguesia foi advinda da necessidade que tinha a nova ordem ascendente em promover sua obra de livre expansão econômica com a devida eficácia e sem amarras.

Já foi dito que “a mais democrática república burguesa esconde atrás de si a ditadura do capital sobre o trabalho”. Mesmo assim, os mais proeminentes socialistas, como Karl Marx, Friedrich Engels, Moses Hess, Karl Kautsky, Georgi Plekhanov, Rosa Luxemburgo, Vladimir Lenin, Julio Martov, Leon Trotsky e outros próceres do pensamento revolucionário não deram as costas a esse grande legado histórico, que foi a democracia política. Muito pelo contrário, eles procuraram se apropriar e buscar aprofundar alguns avanços. Porém, fizeram questão em deixar suficientemente claro que, bem mais do que a democracia política, os trabalhadores deveriam marchar para a conquista da democracia social ou, como se costuma chamar: social democracia.

Foi justamente na contramão dessa proposta política que se colocou o totalitarismo, o fascismo. Ele revogou todos os direitos políticos conquistados e impôs um só discurso, uma só imprensa, enquanto criou uma polícia política pronta para perseguir, prender, torturar e até executar os dissidentes.

Mas onde e porque surgiu o nefasto fenômeno do fascismo, retrocedendo os avanços políticos conquistados pela humanidade? Ele surgiu, em primeira mão, na URSS, nos anos 20 do século passado. Mas não foi produto de mentes diabólicas, muito embora não haja faltado facínoras, psicopatas, traidores e outros tantos delinquentes, para que se pudesse viabilizar a implantação do totalitarismo. A razão de sua existência devia-se ao fato de que, na Rússia feudal, não se havia cumprido, basicamente, as tarefas da revolução burguesa. Uma proposta socialista naquele país só poderia se efetivar caso estivesse, intimamente, colada à vitória do socialismo na Europa Ocidental. Entretanto, o que ocorreu, foi justamente o contrário, a revolução socialista foi derrotada nos países mais avançados da Europa e isso retirou toda e qualquer oportunidade do socialismo evoluir na URSS.

Não é correto imaginar que o insucesso político do socialismo deu-se por obra e graça do papel traidor de um grupo de malfeitores. Não tem fundamento colocações do tipo Estado operário burocratizado, revolução traída, revolução desfigurada e tantos outros despropósitos. Houve, sim, um embate político entre as forças socialistas e as forças conservadoras do sistema. Nesse embate saiu-se vitoriosa a contrarrevolução e a grande tragédia passou a consistir em não se ter reconhecido, em tempo historicamente hábil a derrota e, dessa forma, se ter promovido uma retirada tática com menores danos. A tragédia consistiu em se buscar cumprir as tarefas de construção do capitalismo, como reforma agrária radical (coletivização forçada); construção de um amplo parque industrial; viabilização das obras de infraestrutura, particularmente, estradas, portos e vias de comunicação, e assim por diante.

Tratava-se, pois, de construir o capitalismo por vias nada convencionais e isso teve um extremo custo social, na medida em que foi implementada uma política de expropriação de grãos e uma jornada exaustiva do trabalho operário, levada às culminâncias. Mas, se os custos sociais foram altos e cruéis, muito maiores foram os custos políticos, na medida em que todos os crimes praticados, na edificação do capitalismo de Estado, foram e ainda são colocados em nome do socialismo e do comunismo, e esse fato se presta a afastar legiões imensas de pessoas daquilo que seria a proposta socialista.

O projeto de uma nova ordem sempre objetivou a socialização dos meios de produção, de modo a torná-los a serviço do bem estar de todos. Em lugar disso, tivemos uma fraude, que consistiu em buscar a construção do capitalismo de Estado como se fosse a construção do socialismo.

Rosa Luxemburgo afirmou que se pode ter liberdade sem socialismo, mas não se pode ter socialismo sem liberdade. Nos estados policiais, que desfraldaram e desfraldam, ilegitimamente, a bandeira do socialismo, o que existe, do ponto de vista político, é um grande retrocesso, o que existe é o totalitarismo, o fascismo, vestindo falsas fantasias, e essa realidade nos coloca em uma situação deveras delicada. Não nos interessa a direita democrática, mas muito menos haveria de nos interessar a direita fascista, representada pelo stalinismo, pelo nazifascismo e, ultimamente, pelo fundamentalismo islâmico, cujos exemplos mais gritantes são o do Irã, da Síria e do Talibã. Consideremos, entretanto, que, na impossibilidade de apontarmos para a saída socialista, diante da nossa escassez de força política frente ao dilema direita democrática versus direita fascista, haveremos de nos colocar ao lado da democracia política, e isso foi feito de forma clara e patente quando, durante o embate entre Inglaterra, Estados Unidos e França democrática e o nazi fascismo, optamos, naquele instante, em nos aliar com os primeiros. Outro exemplo bastante ilustrativo é o que hoje se passa nos EUA, quando a direita se organiza em torno de duas posições políticas: a extrema direita de Tea Party, de caráter fascista, e a direita democrática que se aglutina em torno de Barack Obama.

Os exemplos apontados servem para refletirmos que, em nenhuma hipótese, o totalitarismo e o fascismo, podem ser objeto de nossa luta. Não há nenhuma justificativa tática, e muito menos estratégica, para uma posição política diferente nas circunstâncias apontadas. Fora o fascismo, deve ser a nossa bandeira imediata e, viva o socialismo, o nosso objetivo maior e final.

Por: Gilvan Rocha, escritor socialista, articulista, membro do CSL – COLETIVO SOCIALISTAS LIVRES e Presidente do CAEP – Centro de Atividades e Estudos Políticos.

Acessem nosso Blog: http://www.gilvanrocha.blogspot.com.br

Comentário de Gílber Martins Duarte, membro do CSL – COLETIVO SOCIALISTAS LIVRES: Mas que fique bem claro: só devemos lutar ao lado da direita democrática, caso esta esteja sendo ameaçada por um golpe fascista de direita. Nós, socialistas livres, jamais devemos fazer coro com o programa da direita, votar neles nas eleições, seja ela democrática, seja ela fascista, porque o papel da direita é manter a exploração e a opressão capitalista. Os trabalhadores tem de construir SEMPRE suas organizações INDEPENDENTES da burguesia, do contrário, NUNCA AVANÇAREMOS PARA O SOCIALISMO LIVRE. Por exemplo, votar em Barack Obama, jamais!

Acessem nosso Blog: http://www.socialistalivre.wordpress.com

1779842_228391594029036_1036901415_n

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

18 respostas para Direita versus Direita

  1. Dionisio disse:

    Esse, narcisista, babaca, tonto, homo afetivo, retardado socialista livre, fica copiando e colando artigos desse velho caquético Gilvan Rocha do PSOL, partido esse responsável pela morte de um jornalista.

    • Negrinha disse:

      E tudo começa naquela Ilha fedorenta de Cuba.

    • Negrinha disse:

      o Pt/PSOL faz terrorismo rasteiro,nessa pseudo democracia dominada pela
      quadrilha que descaradamente ataca de forma covarde imoral
      quem lhes desmascara suas ambições.O Brasil sofre com um
      sistema de poder que se duradouro,e o rebanho continuar a
      ser domesticado com subserviência total ao bando,teremos o
      riscos de regressão irreversível da democracia,e de outros
      valores de civilidade ainda que muito pouco conservado. Vá a merda seu socialista FDP.

    • Negrinha disse:

      “Coisas da Franklin Martins“?
      Por que não?
      .
      Quem duvidar, assista a indecência desta “intervista” de Franklin Martins, “dada” ao … Alberto Dines — que não disfarça as lambidas: https://www.youtube.com/watch?v=Q_LTLXiLAMc — e quem tiver estômago forte, para ir tão longe, preste atenção em especial desde os 30min53seg em diante.
      Como elles conseguem ser tão sujos?!?

    • Carlos Pereira Souto disse:

      Engraçado, nem um artigo de economia, só publica essas babaquices com divisão de classes e termologias da época da pedra. Alienados.

  2. Negrinha disse:

    Alguém acha que estamos numa democracia. Não adianta apelar para a PF, ela está ¨instrumentalizada¨, segundo Tuminha. A final de contas nós estamos numa república socialista bolivariana.

  3. Negrinha disse:

    FORAFORO!
    *
    VÍDEO DA JUVENTUDE DO PT QUE NÃO DEVERIA VAZAR PARA AS REDES, CONHEÇA OS IDIOTAS ÚTEIS QUE SÃO FINANCIADOS PELOS PARTIDOS DE ESQUERDA, SAIBA QUEM ESTÁ COMANDANDO OS MOVIMENTOS POPULARES:

  4. Maria Justina disse:

    É gravissimo mais esse ato da irmandade Petista. E ainda querem mais benesses como o financiamento público e o voto facultativo. Só eles vão comparecer as urnas. O Brasil tá no mato sem cachorro.

  5. Maria Justina disse:

    Os maiores inimigos da liberdade não são os ditadores são os omissos!

  6. Frederico Baggio disse:

    Cada brasileiro consciente tem o dever de começar já uma campanha de conscientização nacional.
    Independente do candidato escolhido para as próximas eleições temos que conscientizar o padeiro, o jornaleiro, o frentista do posto, a manicure, a faxineira, o porteiro, o garçom, o jardineiro, o balconista, o borracheiro, o médico, o estudante, o professor, o músico, o jogador, o vendedor, o ator, a atriz e o empresário de que o país tá afundando.
    O partido que defendia a ética roubou tanto ou mais que os outros partidos e o lema deles é: “tudo para o partido e nada para o povo.”
    Todo o dinheiro do imposto suado do brasileiro é usado para financiar portos e médicos de Cuba, é desviado indevidamente para o bolso de políticos corruptos.
    Eles querem mordomia e querem que o povo se exploda.
    Enquanto isso, os brasileiros estão à míngua, sem educação, sem hospitais, sem estradas, sem portos, sem infra-estrutura.
    É hora de cada brasileiro assumir seu papel e começar a campanha de conscientização das massas.
    Chega!! Vamos arregaçar as mangas e vamos dar um basta.

  7. José Almeida Padua disse:

    Caros,
    Por quê o governo federal do PT está construindo um porto de última geração em Cuba quando aquele país não produz nada além de charutos? O que de tão urgente necessita de gastos de 2,5 bilhões de reais pagos pelo povo brasileiro, que transitarão pelo porto? Espantosamente, o Brasil vai pagar ainda a construção de um aeroporto em Havana?
    Por quê os contratos de construção do porto e do aeroporto em Cuba, pagos pelo BNDES, pelo contribuinte brasileiro, são secretos? O senador Alvaro Dias pediu explicações ao governo federal que negou acesso aos documentos dizendo serem confidenciais até 2027. Através de requerimento feito ao Presidente do STF, Ministro Joaquim Barbosa, pelo senador, foi concedido ao Ministério Público Federal acesso aos documentos por um período de 10 dias. Que diabos afinal é esta Lei de Transparência?
    Pesquisando um pouco na internet em lingua inglesa, descobre-se que a Rússia de Putin pretende construir bases navais em Cuba, Nicarágua, Venezuela e diversos outros países da América Latina. Para tanto, precisa de portos e aeroportos modernos em funcionamento. Leiam o THE DIPLOMAT abaixo:
    Russia Says It’s Building Naval Bases in Asia, Latin America
    Aí está, Lulla e seus Petralhas apátridas financiando a Nova União Soviética, colaborando com os projetos de poder dos Castros e de Putin para a reinstituição da Guerra Fria, tudo financiado com o nosso dinheirinho suado do final do mês sem que o Congresso Nacional e a opinião pública tome o menor conhecimento.
    Agora imaginem quando Putin decidir instalar um silo nuclear em Cuba?
    Porto de Mariel recebe apenas sete navios no primeiro mês. Lula comemora os R$ 2,5 bilhões doados pelo BNDES para Cuba.
    Segundo o Granma, órgão de imprensa oficial de Cuba, o ditador cubano Raúl Castro apresentou para Lula os “fantásticos” números já obtidos pelo Porto de Mariel, pago pelo dinheiro do BNDES. O empreendimento operou 7 navios e realizou 1.158 movimentações de carga de 24 de janeiro até ontem. Isto significa 1 navio a cada seis dias.
    Lula declarou que está ” orgulhoso e feliz por termos (Brasil) participado desde novo momento que vive Cuba. O presidente Raúl está tomando decisões corajosas para modernizar o país. Agora somente necessitamos derrubar o bloqueio norte-americano para que Cuba possa desenvolver-se na sua plenitude”.
    Para que tenhamos a noção exata da inviabilidade econômica de Mariel, o Porto de Santos, que vive congestionado por falta de investimentos, operou uma média de 15 navios por dia, 437 por mês, 5.244 embarcações em 2013. O Porto de Suape, em Pernambuco, que tem uma capacidade 30% menor do que o porto cubano presenteado pelo PT, movimentou carga de uma média de 4 navios por dia, mais de 1.300 atracações em 2013. Mariel, neste ritmo, não ultrapassará 100 navios por ano!
    Os empréstimos de R$ 2,5 bilhões feitos pelo BNDES para Cuba continuam secretos. Pelos números apresentados para Lula, em sua visita, realmente deve haver muita, mas muita coisa a esconder dos brasileiros.
    http://thediplomat.com/2014/02/russia-says-its-building-naval-bases-in-asia-latin-america/
    The Diplomat
    Russia Says It’s Building Naval Bases in Asia, Latin America
    Russia’s defense minister says the country will soon build military bases everywhere from Vietnam to Cuba.
    zachary-keck_q
    By Zachary Keck
    February 28, 2014
    A senior Russian defense official has announced that Moscow is looking to build military bases throughout different countries in Asia and the Western Hemisphere.
    According to RIA Novosti, Russian Defense Minister Sergei Shoigu said Russia is looking to build military bases in Vietnam, Cuba, Venezuela, Nicaragua, the Seychelles, Singapore and several other countries.
    “The talks are under way, and we are close to signing the relevant documents,” Shoigu said, according to RIA Novosti. The newspaper noted that “Moscow currently has only one naval base outside the former Soviet Union – in Tartus, Syria, but the fate of this naval facility is uncertain because of the ongoing civil war in that country.”
    The comments are probably intended in part to shore up domestic support for Vladimir Putin among Russian nationalists who are likely reassessing his leadership abilities in light of the events in the Ukraine in past weeks.
    However, the timing and substance of the comments also suggest that Russia is trying to antagonize the United States because of the collapse of the Russian-backed Ukrainian government last week.
    The bases, as noted above, are largely focused in Asia and the Western Hemisphere. Asia is the region that the U.S. has identified as the most important one for its national security in the decades ahead. Moscow is likely to trying to remind Washington that it has some ability to frustrate U.S. objectives in that theatre should Washington continue to press its claims in countries Russia views as vital to its security.
    The parallel to Ukraine is even more apparent with regards to the Latin American countries, particularly Cuba which is just 90 miles from the United States. Much like Ukraine itself, Cuba and Nicaragua also immediately harken back to the Cold War era as both served as battleground states between the U.S. and the Soviet Union, or at least were perceived as such by leaders in Washington. Russia’s message to the United States couldn’t be clearer: “if you start meddling in our neighborhood, we’ll start meddling in your neighborhood.”
    Still the threat is largely hollow, as the RIA Novosti article subtly eludes too. The article begins by reporting that “Russia is planning to expand its permanent military presence outside its borders by placing military bases in a number of foreign countries.” However, later it notes in passing: “The minister added that the negotiations cover not only military bases but also visits to ports in such countries on favorable conditions as well as the opening of refueling sites for Russian strategic bombers on patrol.”
    This is Russian diplomatic spin at its best. The way the sentence is phrased leaves readers with the impression that along with building new military bases in all these countries, Russia is also gaining access to certain additional ports to refuel and repair some of its vessels and aircraft. In reality, in many of the countries Shoigu mentioned Russia is likely only gaining some greater access rights to make port calls, refuel, and possibly even make repairs to its military equipment. It is almost certainly not building actual Russian military bases in most of these countries. For example, Russia will likely be once again granted access to Vietnam’s Cam Ranh Bay port, but will not command the port exclusively as it once did. Indeed, the U.S. may very well also re-gain some access to the port. In addition, Russia has announced its hope of gaining greater access to naval ports in many of these places before, so this is less of an announcement than a reiteration in light of events in Ukraine.
    In any case, Russia is living on borrowed time as its economy remains almost entirely dependent on revenue for oil and natural gas exports, which is likely to drop off significantly in the years ahead as a result of lower demand growth from the emerging markets and new sources of supplies in places like North America. Thus, while Russian state-run newspapers carry daily reports on all the future vessels, aircraft and missiles the country is fielding as part of Putin’s military modernization, most of these aren’t likely to see the light of day.
    A situacao ‘e muito preocupante.

  8. Professora Magda Wernersbach Ziemann disse:

    Esse cidadão Gílber Martins Duarte o oxigênio dele é a mentira. Sem a mentira o Socialismo “LIVRE” não existe. Só os néscios acreditam nesse Socialismo . (“LIVRE” JÁ É A PRIMEIRA MENTIRA, NÃO EXISTE LIBERDADE ONDE O ESTADO MANDA EM TUDO).

  9. Nikolaievitch Smirnov Sokolov Morozov Popov disse:

    A professora Aninha explica, em cinco minutos, como se dá a doutrinação nas escolas públicas… Importante! É assim que um professor tem que ser. Estar acima dos interesses politiqueiros e projetos de poder e alienação que estão implantando no Brasil. A escola é para transmitir conhecimento e ensinar a pensar… só assim teremos cidadãos livres, conscientes e capazes de fazer escolhas sadias…Entendeu seu vermelho Socialista Livre. Nos, pais, professores do bem e cidadãos tomemos atitudes concretas contra isso que estão nos empurrando guela abaixo. Temos obrigação de comparecer na escola de nossos filhos, discutir, contestar, exigir, se for o caso descer o cacete, sim, porque nossos filhos não tem preço, antes que seja tarde demais…Esse Gílber é um dos canalhas que recebe dinheiro público para ensinar, não ensina nada apenas doutrina nossas crianças com doutrinas eurasianismo e do nacional-bolchevismo http://www.youtube.com/watch?v=Zw_UZ7p32jQ&feature=youtu.be

  10. Rodolfo Aurich Balzer disse:

    Alguém sabe onde se encontra a Sra Gílber, bichona, narcisista, totalitária, mentirosa, marxista, ditadora. genocida, assim como seus ídolos Hitler, Stalin, Fidel Castro, Maduro e Mao tsé ? Durrinhos haha, esses seguidores da bichona do Gílber, mal sabem que são apenas ‘idiotas uteis’ e serão os primeiros a morrer na ditadura comunista.
    Quando um comunista fala em liberdade quer escravidão, quando fala em democracia quer ditadura.
    Os comunistas valem-se da máxima que diz que “os fins justificam os meios”. Por isso, eles costumam se apresentar como defensores da democracia, como foi o caso dos terroristas e guerrilheiros que praticaram toda sorte de crimes para implantar a ditadura comunista no Brasil, e hoje se apresentam como baluartes da democracia, vítimas dos militares, e merecedores de honras e indenizações milionárias, pagas com o nosso rico dinheirinho, em meio a uma corrupção endêmica.
    O PT/PSOL aliados aos cubanos dos irmãos Castro e aos venezuelanos, viúvas de Hugo Chavez, pregam o comunismo, através do movimento chamado de Foro de São Paulo.

    Mesmo depois da implosão da União Soviética -patrocinadora do Movimento Comunista Internacional-, e da emblemática queda do muro de Berlim, retrógradas saudosistas do messianismo russo, ainda tentam implantar, na América Latina, a ditadura do proletariado que comprovadamente foi um fracasso social e econômico.

    Não há registro, em toda a História, de um século mais sangrento do que o século vinte. E muito desse sangue derramado se deveu a um dos mais diabólicos regimes políticos jamais concebidos, o Comunismo. Fazendo as contas, e por baixo, podemos verificar pelos dados históricos que pelo menos 120 milhões de pessoas foram mortas em consequência direta da atuação desta ideologia anticristo, mais especificamente durante o período dos carniceiros Stalin na União Soviética, Mao Tse Tung na China e Fidel Castro em Cuba.

    O Movimento Comunista Internacional, patrocinado pela então rica União das Repúblicas Socialista Sovièticas, seguindo o messianismo atávico do povo russo, pretendia implantar a ditadura comunista em todo o mundo. Era um processo que os teóricos do marxismo chamavam de “dominó”, pois imaginavam que uma nação após outra cairia sob o jugo comunista. Alguns jovens iludidos, chamados de inocentes úteis, deixaram influenciar-se pela doutrinação marxista, pregada por traidores da pátria, interessados na conquista do poder político e econômico. Para isso, eles adotaram a estratégia chinesa, chamada de “foquista” para destruir as instituições democráticas, através da luta armada, e assumir o governo. Após terem obtido sucesso na ilha de Cuba, graças a revolução comunista de Fidel Castro, todo esforço voltou-se para o Brasil, devido a sua alta importância estratégica.

    O que aconteceu no Brasil foi uma guerra interna, e se os miltares não tivessem combatido com patriotismo e eficiência, hoje nós ainda estaríamos sofrendo a ação de grupos armados como os de guerrilheiros narcotraficantes da Colômbia, chamados de FARC, ou talvez fôssemos uma Cuba continental, com um povo faminto, sem carro, sem internet e sem liberdade.

    A mocidade, de hoje, que teve a cabeça feita pela mídia comprometida com as esquerdas, não acredita que essa gente que se arvora de baluarte da democracia, na verdade, queria implantar a ditadura comunista neste país. Veja algumas confissões de ex-guerrilheiros:

    “Nós Queríamos Implantar o COMUNISMO no BRASIL – A DITADURA do Proletariado.” (Fernando Gabeira)

    Depoimento de Pedro Lobo de Oliveira no livro “A esquerda armada no Brasil” – “muito antes de 1964 já participava na luta revolucionária no Brasil na medida de minhas forças. Creio que desde 1957. Ou melhor, desde 1955”. “Naquela altura o povo começava a contar com a orientação do Partido Comunista”.

    Jacob Gorender – do PCBR, escreveu no seu livro “Combate nas Trevas”: “Nos primeiros meses de 1964, esboçou-se uma situação pré-revolucionária e o golpe direitista se definiu, por isso mesmo, pelo caráter contra-revolucionário preventivo. A classe dominante e o imperialismo tinham sobradas razões para agir antes que o caldo entornasse”.

  11. Julio Cesar Moura disse:

    ATENÇÃO! ATENÇÃO!! ATENÇÃO!!! IMPORTANTE!!!!

    ATENÇÃO PATRIOTAS QUE NÃO QUEREM VER A BANDEIRA DO BRASIL MANCHADA DE VERMELHO!
    Surgiu uma grande oportunidade para você fazer algo por seu país e por seus descendentes! Estamos organizando, com o apoio dos administradores das páginas adiante mencionadas, a MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS, EM DEFESA DA VIDA, DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA, CONTRA O COMUNISMO, A FALTA DE RESPEITO AOS SEMELHANTES, FALTA DE RESPEITO A NOSSA PÁTRIA programado para o dia 22 de março, às 15h00, em São Paulo, na PRAÇA DA REPÚBLICA.
    Patriotas, estamos chegando a um tempo em que literalmente ficaremos sem saída, um futuro à La Venezuela, à La Cuba, um futuro da URSAL (União das Repúblicas Socialistas Latino Americanas). Portanto, urge agirmos enquanto há possibilidade, enquanto é permitido, enquanto não há guerrilheiros armados nas ruas para nos combater.

    Temos um governo que pretende implantar uma ditadura comunista no Brasil, isto é fato, é de conhecimento de uma grande parcela da população, e com a perfeita e harmoniosa colaboração dos partidos socialistas, que têm por objetivo estatutário a tal “democracia socialista”, e dos partidos sem objetivo estatutário algum, apenas destinados à locação.

    Com a colaboração e ciência destes partidos, o comunismo está sendo implantado no Brasil sorrateira e imperceptivelmente, cumprindo regiamente a agenda do Foro de São Paulo e a agenda estabelecida pelo “stablishment” que financia a ONU, para implantar a Nova Ordem Mundial.

    Antes de tudo, constatemos que em nossa dita “democracia”, dos 513 deputados, somente 35 foram realmente eleitos. Os demais estão lá por legenda, sem representatividade alguma, de forma que a Câmara dos Deputados de maneira alguma representa os interesses do povo, salvo raríssimas exceções, mas sim a si próprios e aos interesses do governo para atingir o grande salto, o salto da bandeira vermelha comunista sobre a bandeira do Brasil, o mesmo grande salto que Mao Tse Tung deu na China, o grande salto comunista.

    Para demonstrar nossa indignação e contrariedade, escreveremos alguns pontos que o governo obstinadamente infringe a constituição e a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a fim de fazerem valer os malignos planos, repetimos, do Foro de São Paulo e Nova Ordem Mundial.

    Não será por acaso que o Foro de São Paulo este ano será realizado, para planejarem o xeque mate ou arremate, na cidade de São Paulo, em 31 de julho, com a presença dos maiores chefes comunistas latino americanos, como irmãos Castro, irmãos Ortega, Cristina Kirshner, Evo Morales, Maduro, Mojica, Lula, Dilma, representantes da maioria dos partidos socialistas e comunistas, e simpatizantes.

    1. O Brasil ficou em 39º lugar entre os 40 países analisados sobre habilidades cognitivas e realizações educacionais, o governo proíbe a instrução ministrada pelos próprios pais, e ministra cartilhas pornográficas gays que ferem os valores familiares, sem conhecimento dos pais;

    2. O governo está a promover, inconteste, o terrorismo nas ruas, para que de alguma forma surja o “salvador da pátria” causando alívio ao povo, que aceitará qualquer coisa desde que a ordem esteja estabelecida;

    3. Está em vias de serem aprovadas a PEC 33, que restringe a atuação do STF, a PEC 37 que fulmina o poder de investigação do Ministério Público, a PEC 105, que fere de morte a lei de improbidade administrativa, e a PLC 205 que aparelha a Advocacia Geral da União, quebrando assim a harmonia entre os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário), e transformando o país numa verdadeira ditadura vermelha, à revelia da constituição federal;

    4. A aprovação do Marco Regulatório da Mídia e Censura da Internet através da estatização, à revelia da constituição federal;

    5. A instauração do casamento civil gay através de uma simples resolução, à revelia da constituição federal;

    6. A intolerância religiosa, à revelia da constituição federal;

    7. A promoção do aborto, à revelia da constituição federal;

    8. A redução do consentimento do sexo com menores para 12 anos consentindo a pedofilia, à revelia da constituição federal;

    9. A predominância da minoria sobre a maioria fomentando a guerra entre classes sociais, raciais e sexuais, à revelia da constituição federal;

    10. Confisco de propriedade, à revelia da constituição federal;

    11. A institucionalização da corrupção bem como da impunidade;

    12. O controle do rendimento da população e a criação de poupança fraterna (PEC);

    13. O sucateamento das forças armadas e fim da polícia militar, para criação da Força Nacional como guarda pretoriana, à revelia da constituição federal;

    14. O desarmamento da população, deixando os bandidos totalmente armados, à revelia do referendo;

    15. A vinda de guerrilheiros cubanos para o Brasil, disfarçados de médicos, para ensinar às pessoas simples do nosso extenso interior e sertão os métodos revolucionários, e,

    16. A infiltração de membros das FARC em vários órgãos políticos.

    É agora ou nunca! Ou a sociedade defende a constituição, a democracia e os direitos universais, ou será bem-vinda ao Admirável Mundo Novo (Aldous Huxley) diuturnamente policiada pelo Big Brother (1984 – George Orwell).

    Como todo cristão, é nosso dever defender a nossa crença e deixarmos para o futuro um Brasil melhor do que aquele que vivemos e encontramos.

    Todos contamos com seu comparecimento! Participe com sua família e convide seus amigos. Leve bandeiras do Brasil, faixas e cartazes. Compartilhe para que outras pessoas tenham conhecimento! Lembre-se que nosso único meio de divulgação é VOCÊ! DEPENDEMOS TOTALMENTE DE VOCÊ PARA O SUCESSO DO EVENTO!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s