Por que LER criticamente os “não ditos”?

Ler não pode ser um exercício de apenas ter acesso às informações ditas por um dado enunciador. Claro que se informar segundo o ponto de vista de outros é necessário, mas não basta. Por que não basta? Porque existem muitas coisas “não ditas” e “não explicadas” que subjazem às supostas informações que os outros pontos de vista enunciadores nos apresentam. Em outras palavras, a sociedade é politicamente contraditória, logo, as informações circulam conforme os interesses políticos daqueles que as enunciam e as fazem circular.

Portanto, o olhar e o avaliar crítico sobre o que se lê é fundamental para se ter uma percepção mais nítida dos fatos informados que, de uma forma ou de outra, cobram nossa tomada de posição política face aos mesmos. Face às diversas informações, a leitura crítica poderia ser formulada em alguns dos seguintes enunciados: “Por que foi informado/dito X e não outra coisa? O que foi não informado/não dito em X, mas que está ali gritando, significando, interpelando? Qual o jogo de interesses políticos presentes na informação/dito X? Em que medida podemos suspeitar da informação/dito X? O que não foi totalmente explicado/dito em X, mas que significa?”

Exemplo: O Jornal Hoje, da Rede Globo de Televisão, me informou que: “José Genuíno teve seu pedido de aposentadoria negado pelos médicos, pelo menos temporariamente, já que, segundo a equipe médica que fez a avaliação do seu quadro de saúde, este não apresenta uma cardiopatia grave. Daqui a três meses, nova avaliação médica será realizada”.
Em uma primeira vista, sem uma visada crítica, a Rede Globo, simplesmente e inocentemente, apenas está informando os seus telespectadores sobre o quadro de saúde do deputado afastado e condenado pela acusação de político envolvido no dito mensalão, que solicita aposentadoria por invalidez junto à Câmera dos Deputados, devido a um suposto problema cardíaco. Certo? Errado.

Na verdade, há interesses políticos por detrás dessa “INFORMAÇÃO”. Por trás do “dito”, do “informado”, podemos ler alguns “não ditos” que a emissora faz questão de fazer significar junto à população. Vou aqui formular algumas conclusões “não ditas” que a Rede Globo quer fazer com o que o povo tire, ao ler essa suposta “informação” neutra e isenta de interesses políticos. Conclusão não dita 1: “José Genuíno não quer perder a mamata estatal, prática típica dos dirigentes petistas”; Conclusão não dita 2: “Absurdo o que os petistas fazem, pois, mesmo prisioneiros, querem se aposentar como deputados”; Conclusão não dita 3: “Os petistas podem a qualquer momento dar um presentinho para seu amigo José Genuíno, mesmo este estando condenado”; Conclusão não dita 4: “Não votem no PT, pois eles são todos corruptos”. Deixo aos leitores outras possíveis conclusões que a Rede Globo quer que o povo tire ao fazer circular essa informação. Em minha leitura crítica, o pano de fundo está claro: começou a disputa eleitoral sobre quem vai dirigir o Estado Burguês brasileiro em 2014.

Enfim, o que nos interessa aqui não é tomar partido contra a oposição de direita (PSDB) ou a favor do governismo do PT, pois nas eleições 2014 nossa tomada de partido é pela união da esquerda socialista (PCB, PCO, PSOL, PSTU), mas nosso objetivo aqui é demonstrar teórica e praticamente que por trás das diversas “informações” que nos são dadas a pensar-avaliar, existem também outras significações que nos são dadas a concluir, pensar, significar. Trata-se das contradições políticas constitutivas dos diversos discursos, por isso dizemos, ler e se informar não basta, é preciso colocar a leitura política crítica no posto do comando, se é que desejamos ter algum tipo de discernimento face às ideologias das classes dominantes.

Por: Gílber Martins Duarte – Socialista Livre – Conselheiro do Sind-UTE-MG e diretor da subsede do Sind-UTE em Uberlândia – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Doutorando em Análise do Discurso/UFU – Membro da CSP-CONLUTAS.

Acessem nosso Blog: http://www.socialistalivre.wordpress.com

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Galeria | Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s