Dia das crianças: presenteie-as lutando por construir um mundo novo!

Na semana da criança, cabe a todos adultos refletirem: que presente e que futuro está sendo oferecido e reservado às crianças? Todos, um dia, também fomos crianças e nos convenciam a seguir os passos dos mais velhos. Cada qual teve um exemplo a ser seguido, para o bem ou para o mal. Sempre foi assim e sempre o será. A criança recebe de presente todos os costumes do passado e é ensinada a ver esses costumes como plenas verdades, como fatos eternos e na maioria das vezes incontestáveis. Ai das crianças que ousem contestar os trilhos ditados pelos valores dos adultos. O poder do adulto já está ali, pronto para repreendê-la ou proibi-la. E, muitas vezes, sequer se mostra com paciência o motivo de certas proibições, se possui lógica ou não, simplesmente as proíbe e pronto. Portanto, esse é o primeiro presente que todas as crianças recebem ao chegar ao mundo: OBEDEÇAM!

Mas será que o mundo anda tão acolhedor assim para as crianças, de modo que a obediência seja o primeiro grande presente a ser-lhes oferecido? Vejamos. Tempos atuais, eis a questão: o que o mundo econômico-político-social oferece de tão promissor para as crianças? Somos grandes exemplos? Somos coerentes com o que lhes dizemos para fazer ou para não fazer, ou seja, a nossa prática condiz com o que ensinamos? Nada mais horrível do que mostrar a uma criança que nossas palavras não correspondem a nossa prática social. Concordam? E quantas vezes isso ocorre, não é verdade? E se, de repente, as crianças desobedecessem a todas essas incoerências e contradições? Não seria muito melhor?

Então, está lançado o desafio. Temos sido diferentes dos nossos pais no sentido de ofertar às crianças um mundo ainda mais superior? Temos lutado para criar um planeta acolhedor para nossas crianças? Não seria esse o primeiro e melhor presente a lhes oferecer nessa semana da criança? A certeza de que temos batalhado para presenteá-las da melhor forma possível, acolhendo-as para levarem adiante nossa herança genética? Ou achamos que comprar-lhes um brinquedo qualquer, legitimando simplesmente o consumismo capitalista, que usa as crianças para transformá-las em consumidoras precoces, é o máximo que podemos lhes oferecer? A cada qual sua reflexão.

Ora, nós, socialistas livres, sabemos que tudo na vida social é construído, logo, temos uma crítica muito franca em relação ao sistema capitalista que tem sido deixado de herança para nossas crianças. Ao se considerar esse sistema como eterno, natural e imutável, na verdade, pouco ou quase nada tem se refletido sobre as possibilidades futuras das nossas crianças. Vejam, por exemplo, a situação da escola pública brasileira: até hoje não temos destinado recursos públicos suficientes para sustentá-la com qualidade, como, por exemplo, investindo 10% do PIB na Educação, para, de fato, criar-se uma escola pública de qualidade para nossas crianças, com creches e escolas atraentes. Pergunta: quantos de fato levam adiante, com toda a garra possível, essa luta para aumentar os recursos investidos na escola pública? Ou nossas crianças não merecem de presente uma escola pública de qualidade? E os governos seguidamente eleitos pelo povo? Por que se deixa que os governos enrolem as crianças, simplesmente para privilegiar alguns poucos banqueiros? Meia dúzia de banqueiros são mais importantes que milhões de crianças? As crianças que esperem!? Quanta insensibilidade dos adultos, não?

E o futuro ambiental do planeta? Haverá água para todos e todas, caso a destruição ambiental siga a galope como está? Haverá oxigênio puro? Haverá clima tolerável? E as crianças pobres? Haverá emprego para todas ou terão de viver de esmolas governamentais? Terão direito a um lar ou serão despejadas daqui para ali, porque não existe uma política séria de construção de casas populares? Haverá política de incentivo ao lazer das crianças ou elas serão cooptadas desde menininhos(as) para as drogas como forma de refúgio à dor da falta de acolhimento social? O que o capitalismo tem a oferecer às crianças? Guerras? Violência urbana? Desnutrição? Preparação crítico-educacional precária de forma que aceitem, sem questionamento, no futuro, serem exploradas em alguma fábrica que simplesmente vai sugar-lhes o sangue em prol de encher o bolso de restritos patrões? Enfim, aceitando o capitalismo como natural, eterno, legítimo, imutável, necessário, estamos preparando um futuro digno para nossas crianças?

E mais: nós, adultos, temos dito a verdade às crianças, isto é, temos lhes mostrado a face cruel do mundo que as espera e temos lhes ensinado a lutar contra as exclusões sociais, contra as opressões de raça, contra as opressões machistas, contra as opressões homofóbicas, contra o bullying, contra as explorações de classe? Ou simplesmente lhes daremos de presente nossa alienação e em muitos casos nosso comodismo social?

Essas questões são todas muito sérias, não acham? Nós, socialistas livres, temos um palpite: ensinemos as crianças a terem postura crítica, ensinemos as crianças a lutarem por um mundo melhor, lutemos junto com elas, este é o melhor presente que uma criança, filha de trabalhador e trabalhadora, poderia ganhar nessa semana da criança. Um exemplo de coragem, de postura crítica, de força para lutar sempre.

Ter crianças não é simplesmente lançá-las ao mundo, é preparar-lhes uma atmosfera social-econômica-jurídica-política-discursiva acolhedora. O capitalismo, infelizmente, tem sido uma herança muita perversa que os adultos, de um modo geral, tem deixado aos filhos da classe trabalhadora. É necessário dar às crianças esse presente tão cruel? É inevitável? Claro que não. A vida, aqui e agora, poderia ser radicalmente outra: sem exploração, sem opressão, sem atraso, sem exclusão social. Fica a pergunta: qual geração, de fato, deixará como herança um futuro acolhedor para todas as suas crianças? Esse é um grande desafio que a humanidade ainda não superou. E a grande verdade que o marxismo nos ensina é: somente a construção do socialismo, com democracia e liberdade, poderia realizar esse acolhimento pleno a todas as crianças do planeta e não o acolhimento apenas das crianças nascidas no seio da classe média alta ou nascidas nos berços da burguesia. Viva as crianças! Abaixo o comodismo social! Abaixo a obediência sem postura crítica! Construamos um mundo novo de fato acolhedor para todas as crianças!

Por: Gílber Martins Duarte – Socialista Livre – Conselheiro do Sind-UTE / MG e diretor da subsede do Sind-UTE em Uberlândia – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Doutorando em Análise do Discurso/UFU – Membro da CSP-CONLUTAS.

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado . Guardar link permanente.

13 respostas para Dia das crianças: presenteie-as lutando por construir um mundo novo!

  1. Loremarie Minnegard Hoffmann Schäfer disse:

    ISSO MESMO. VAMOS PROMOVER COMO SUGERE O SOCIALISTA LIVRE A LAVAGEM CEREBRAL COMUNISTA DOS ESTUDANTES E DE NOSSAS CRIANÇAS COM APOIO DE ÓRGÃO DO MEC.
    Esse site é transformado em mais um aparelho de lavagem cerebral comunista dos estudantes e de nossas crianças.
    O nível de aparelhamento pelo movimento comunista do século XXI de todas levado a efeito pelo Foro de São Paulo, entidade fundada Lula e Fidel Castro em 1990, já abrange todas as instâncias estatais e também todas as organizações da sociedade civil. Mas é no sistema educional em todos os níveis que a ação comunista age de forma mais acentuada tendo em vista a promoção da lavagem cerebral das crianças e dos jovens. É sem dúvida a aplicação meticulosa das idéias do famigerado teórico socialista italiano Antonio Gramsci que vendo a impossibilidade do comunismo cativar as massas, como previa o barbudo de Trier, por meio de uma revolução armada, criou o que se pode qualificar como marxismo “cultural”. Para Gramsci, tratava-se portando de operar nada mais nada menos do que um processo de lavagem cerebral, mudando a cosmovisão das pessoas. Para tanto, Gramsci defendia uma revolução incruenta, que seria operada por meio da cultura de massa, a partir da mídia, do cinema, das igrejas, dos clubes, sindicados, associações, escola e demais entidades da sociedade civil.
    Foi graças à investida comunista na América Latina, usando Cuba como base da então poderosa URSS,que exércitos de vários países reagiram e impediram a expansão de um regime que já implodiu a própria URSS. Tem gente que não aprende com a história. Entre as maiores economias do mundo, não existe nenhum país comunista. A China não vale. É comunista rezando pela cartilha capitalista.
    Esses zumbis comunistas, que promovem essa lavagem cerebral nas nossas crianças, além de mentirosos, EMBURRECEM cada vez mais os nossos jovens.
    Esses infelizes discípulos do vagabundo Karl Marx, devem desfilar grandes exemplos de avanços econômicos e tecnológicos, como Cuba e Coréia do Norte … Se nossos jovens não fossem tão preguiçosos e burros, e lessem pelo menos um pouco de história NÃO MARXISTA, jamais cairiam no ENGODO desses comunistas vagabundos.
    Aviso vocês Socialistas Livres que o muro de Berlin caiu em MIL NOVECENTOS E OITENTA E NOVE.
    Nem a Rússia,China e outros países que passaram pelo comunismo o querem mais.A Merkel era da extinta Alemanha Oriental vê se ela defende países comunistas.Comunistas são todos comodistas e não avançam na qualidade de vida.Isso é fato e por isso foram a bancarrota,todos fingiam que trabalhavam e os governos comunistas fingiam que pagavam,Veja o caso de Cuba.

    • Annabella Orsola Bellini Schimmelpfenning disse:

      Tais “cidadãos críticos”, supondo que chegassem a compor maioria, gerariam uma curiosa situação. Tomados por um ressentimento causado por sabe-se lá o quê – afinal, sua educação não se ocupa de analisar causas – erguer-se-iam de suas poltronas furiosos, aglomerando-se nas ruas com cartazes improvisados, berrando insultos ao objeto – real ou irreal – de seu ódio, invadindo igrejas e sinagogas para dizer que “injustiça também é pecado”. Não há garantias quanto ao que eles “considerarão” justo ou injusto, mas assegura-se a disposição de “lutar”. Aliás, dou-lhe um bom conselho: se encontrar alguém com “senso crítico”, o melhor é sair correndo. E não vá pensando, erroneamente, que esses cidadãos são marxistas. O marxismo é uma complicada tradição teórica que, para eles, é totalmente ininteligível; eles não sabem que há ideias verdadeiras e falsas, e não poderiam sequer compreender uma argumentação concreta em favor do marxismo. Sabem, sim, que há ideias certas e erradas, justas e injustas; o critério que usam para discerni-las, só Deus sabe. Nenhum lhes foi ensinado na escola. Pois as escolas estão infestada de marxistas e doutrinas marxistas disponibilizados pelo MEC do PT.
      Eu disse “só Deus sabe”, mas fui impreciso. Eu mesmo sei alguma coisa a respeito. Há uma disciplina chamada Psicologia Social, cujas pesquisas já mostraram além de qualquer dúvida que é possível prever e até controlar a reação de um número de pessoas com critérios específicos e mensuráveis. A Psicologia Social já provou, por exemplo, que figuras investidas com autoridade científica podem ordenar a cidadãos pacatos que assassinem pessoas inocentes. Com sucesso na maioria dos casos. É duro de acreditar, mas foi provado experimentalmente. Há impulsos naturais cuja força supera a racionalidade média. E o que será que acontece quando a escola se transforma num instrumento de amplificação, não da racionalidade média, mas da intensidade desses impulsos naturais? Se a educação, numa dada sociedade, é o processo de justificação absoluta dos impulsos, especialmente dos ressentimentos e indignações, espera-se uma previsibilidade cada vez maior das reações psicológicas na sociedade em questão. A estatística de exceções vai-se reduzindo e dando lugar ao reino incontestado das leis da Psicologia Social. Quem tiver acesso a essas leis, e aos meios de comunicação de massa, tem poder quase total sobre uma massa irracional predisposta a levar quaisquer impulsos passionais às últimas consequências. E Platão achava ruim lá em Atenas.
      E tem uma geração inteira de jovens ingênuos dando ouvidos e se entregando de corpo e alma ao discurso do Sr. SOCIALISTA LIVRE — um homem que frequenta os ambientes obscuros, e muitas vezes criminosos, das tariqas de Marx e Gramsci . Nem fazem ideia do terreno pantanoso em que se meteram.Na dúvida, meu caros, caiam fora desse mundo ctônico, de gente confusa, conspiratória, verborrágica e agressiva. Há um limite para a confiança que se deposita em um comunistas e (supostamente) membros de sociedades secretas metidas (sim porque defendeu claramente os VÂNDALOS MASCARADOS, NINJAS, CAPILÉS, BLACK BLOCS) . Não condenemos essas pessoas, mas também não arrisquemos a nossa alma. E sobretudo não nos chamemos cristãos ao mesmo tempo em que incorporamos o modus vivendi e o discurso desse homem, ou seria homoafetivo.

      • Petroski Heiko Kowalewski disse:

        Ainda existem pessoas que acreditam em um governo socialista democratico. Isso não existe. O socialismo é quando o cidadão pertence ao estado e gera lucro para ele, mas ainda existe a figura do ESTADO composto pelos poderes políticos básicos, mas corrompidos pela governança. Já no comunismo a figura do ESTADO desaparece, e entra em seu lugar o DITADOR, daí o nome de ditadura comunista, pois ela não necessita dos demais poderes políticos. Aqui no Brasil já vivemos uma ditadura , pois nosso país é governado por presidentes que fazem tudo aquilo que precisam através de MEDIDAS PROVISÓRIAS, ou seja, eles passaram a ser ditadores, e não precisam do congresso para governar. Estamos ha um passo de virarmos comunistas e os ignorantes políticos , doutrinados nas escolas e faculdades pelo método de GRAMCI e marxismo cultural, não conseguem distinguir o certo do errado. Nossa maioria da população são alienados úteis ao estado, e não conseguem distinguir algo óbvio que esta ocorrendo no país. Somente se darão conta da própria ignorância, quando a perca da sua liberdade aumentar e seus direitos ao salário ficarem restrito ha um teto determinado pelo governo, como já esta pronto para ocorrer , através da PLP 137/2004, que entrará em vigor, assim que eles tiverem consumado sua força de ação definitiva na política do país. Falta somente o plebiscito para isto. Aí irão pular de raiva e reclamar, só que será tarde demais.
        Para ler na integra clique em inteiro teor, e me digam se não é comunismo. Deixem de ser IDIOTAS ACORDEM !!!!

        http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=156281

  2. Professora Antonia disse:

    CAETANO VELOSO, HÉLIO BICUDO, MIGUEL REALE JR……. ESTAVAM ADORMECIDOS E, ACORDARAM; COMO OUTROS ESTÃO ACORDANDO SOBRE A COVARDE, LENTA E GRADUAL PREPARAÇÃO DO BRASIL PARA A IMPLANTAÇÃO DO COMUNISMO!!!
    Os BLACKs BLOCS estão indo na contramão da causa, agem em favor do comunismo enganador e cruel. Estarão presentes nas ruas até que se implante o comunismo aqui no Brasil. Isso é Sem noção!! Mas, às vezes, fico até me perguntando, será msm q eles realmente sabem o que estão fazendo? É muita alienação, pq se soubessem de fato, conscientemente , eu penso q dinheiro nenhum talvez os compraria, pq a liberdade é inegociável. Por isso, acorda então vc, professor, que tem obrigação de mostrar o caminho à plena cidadania! Eles, os BBs, Estão msm à serviço do PT comunista e totalmente com uma verdadeira lavagem cerebral, acéfalos ao servirem de instrumentos ao comunismo , regime que na verdade é um verdadeiro ladrão da liberdade e da vida, regime escravista e ditador, afunda o povo numa miséria total. Foi assim na história desse regime, é assim hj nos países onde o comunismo predomina e será assim sempre, onde quer que ele esteja presente. Vamos reagir, gente ! Esse regime não pode vir e se assentar aqui no nosso país sem, no mínimo, uma luta nossa do povo, sem que haja uma reação popular a ele. E tenhamos FÈ em Deus tb, pois Deus há de nos dar essa vitória.
    Sem dúvida a crença de que um grupo particular de humanos possa compartilhar categorias lógicas diferentes dos outros grupos é algo tão auto-contraditório e absurdo que só posso considerar algum tipo de doença mental epidêmica.
    A única coisa grande em Marx era sua barba. Aliás, ter a barba grande é a única razão para achar que Marx tinha alguma inteligência (quem assistiu o filme Planeta dos Macacos vai entender a anedota).
    Socialista livre, você tem sérios problemas intelectuais. Sugiro que você estude mais. Aliás, tenho uma teoria: quanto mais uma pessoa admira Marx, menos essa pessoa estudou, se é que estudou. É assim, simples, inversamente proporcional.

    • Professora Viktoria disse:

      O povo brasileiro embriagado com o marxismo cultural, iludido pela técnica Gramcista, empregada na nossa falida educação brasileira pelos professores atuais, levam esta nação ao mais negro momento em sua história em pleno século XXI. Estmos vivendo a falência do Estado de direito, falência moral, falência ética, falência do civismo, falência do patriotismo, e vamos caminhando a passos largos para o comunismo. Inacreditável de ver a inércia de nossos políticos , que são contra esse movimento de comunização do país, pois já deviam estar se alinhando com segmentos da sociedade civil, e ido as ruas, as praças a fim de conclamar o povo para lutar em favor da democracia e dos direitos constitucionais. Garanto que se uma liderança política, agisse desta forma, nos já teriamos colocado nossas forças armadas a serviço da soberania nacional e em defesa do povo brasileiro. Essa inércia política é que torna mais difícil nossa luta em colocar as FFAA no comando da nação. Convoco aos políticos que ainda prestam serviço como representante legal do povo, e querem continuar com um país democrático, que saiam do comodismo, levantem-se de suas cadeiras e venham as ruas lutar ao lado do povo, para recolocarmos o nosso Brasil Amado nos trilhos.
      VAMOS COMBATER ESSA MERDA DE SOCIALISMO E A TODOS QUE A DEFENDEM!
      ANTE A QUALQUER REGIME OU GOVERNO TIRÂNICO, DESPÓTICO OU, SIMPLESMENTE DITATORIAL, INSURGIR-SE CONTRA O PODER ESTABELECIDO E LUTAR, COM TODAS AS ARMAS PARA DERRUBÁ-LO, É MAIS DO QUE LÍCITO, É UM DEVER!
      Não se pode esperar nenhum tipo de ação coletiva de um povo que, em sua grandíssima maioria é composto por ignorantes, despolitizados, analfabetos, medíocres, cuja única função é a legitimação de uma classe política corrupta no comando da nação! Esperar que um povo desse saia às ruas e exija o fim do atual estado de coisas é uma ingenuidade. As manifestações de junho não deram em nada, foram apenas um desafogo emocional de alguns poucos e que não resultou em nada. A Revolução Cultural Marxista (ou Gramiscista), que nos últimos 50 anos foi implantada e ampliada no Brasil, cegou o povo para a realidade de que vivemos tempos sombrios, de um populismo fascista, de um Estado autoritário e ineficiente, de uma gigantesca carga tributária, que paralisa o crescimento econômico e que bloqueia os esforços empreendedores e realmente capitalistas. Por isso, nada se pode esperar da maioria! É necessário a criação de uma ELITE, de líderes que busquem as mudanças necessárias fora dos paradigmas institucionais, que apenas servem a corja no poder. Se as FF.AA. estão dominadas por petistas, se estão sucateadas e incapazes de promover uma ação que nos liberte dos malditos vermelhos que dominam o Estado e que rapinam nossas riquezas, temos que combater esses marxistas para evitar que nos tornemos como a Venezuela, como Cuba, ou, como a China!
      http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/socialismo-comunismo-existem-diferencas.htm

      • Professora Leila disse:

        Pelo que eu saiba os militares tem o dever de defender a ordem e o povo descente. O que estão esperando pra acabar com esta bagunça. Venham logo defender o Brasil e o povo. Nós estamos pedindo a volta de vcs JÁ. Não aguentamos mais petralhas. EU E GRANDE PARTE DO POVO NÃO ACEITAMOS COMUNISMO. Ou todos são iguais a esse CORONEL vermelho que trata aqui nesse site dos infernos, esse comunista com delicadeza e docilidade. Acorda coronel. Desde 2003 com os comunistas no poder o país entrou em uma linha descendente de ética, respeito e dignidade. O crime compensa, muitas vezes com a cobertura da OAB e de juízes que se acham os advogados dos bandidos. É a falência do Estado. É um caminho sem volta rumo a um regime totalitário de esquerda. Rumo ao bolivarianismo. Só há um jeito. Derrotar o PT nas urnas e quebrar a espinha dorsal dos baderneiros terroristas na forma da lei. Isso é inadmissível em qualquer sociedade. ISSO QUE ESTAMOS VIVENCIANDO É PT TERRORISMO PURO. COMUNISMO EMINENTE.

      • Akihito Fuyuki disse:

        Professora Leila, minha intenção é adverti-la que o momento é de unir forças, e não separar forças. O doutor Gladimir não requer defesa é um homem honesto, íntegro, sério, conduta limpa, correta, com honra. Uma pessoa com idoneidade moral, que age sempre de acordo com a moral e os bons costumes. digno de uma conduta ilibada em toda sua carreira militar e na vida civil. Possuidor do pós-doutoramento, professor universitário e de colégio militar, campeão sul americano de tiro de fuzil 7,62 mm, possui vários cursos de natureza operacional, enfim um curriculum vitae invejável . Assisti uma palestra na ADESG (Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra) onde era o palestrante. É um dos mentores do projeto calha norte e interiorização da amazônia. Um trabalho social por ele desenvolvido do mais lindos que conheci, nesses meus 72 anos de vida. É um exemplo a ser seguido pelos demais. Ele só tem refutado esse professor que só leu livros marxista e nada mais, e de comentários cômicos, pois é uma piada de mau gosto o que escreve. Tenha certeza que esse brasileiro liberal, servidor da pátria, mantém sua espada de cavaleiro templário sempre bem afiada.
        Veja quantos compartilhamentos ele teve numa postagem dele no facebook, num curto espaço de tempo. Ao contrário desse socialista livre, que em seu site só tem comentários de liberais e não de socialistas: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=584162798309617&set=a.174047025987865.45041.100001477074373&type=1&theater
        Abraços

  3. Loremarie Minnegard Hoffmann Schäfer disse:

    Com a proximidade do dia do professor (15/10), quero manifestar meu apreço por esta classe tão sofrida e meu desejo de que passem a ser reconhecidos, respeitados e bem remunerados. Aos professores que apoiam os Black Blocs, feito esse professor socialista livre, desejo que cada um desses, tenha em sala de aula, o Black Bloc que merece e que não meçam esforços em alimentá-los, inclusive, levando-os para seus lares, a fim de conviverem com seus filhos e ensinarem técnicas de guerrilha e terrorismo para eles. Só quando o professor feito esse socialista livre que idolatra Black Blocs, for levar frango com farofa para seu filho na cadeia pública, perceberá que apoiou uma serpente e ela o picou, como era de se esperar. Esses Black Blocs são realmente muito perigosos. Ontem, a exemplo do que fazem os traficantes nos morros, para ganharem a simpatia dos moradores e garantir a fidelidade deles, distribuíram presentes para crianças carentes no bairro da Lapa. Isso prova que estão recebendo ensinamento de organizações do crime, sejam elas de terroristas, de traficantes ou de políticos. OH, ESSES GUERREIROS VALENTÕES DEVERIAM PROVAR SUA CORAGEM MESMO FAZENDO ISSO NAS RUAS DE HAVANA. JURO…QUE SERIA LINDO DE SE VER!!!
    Dá muito bem para entender porque os europeus insistem em acreditar ver macacos e outros bichos nas ruas das grandes cidades do Brasil. Fiquei profundamente indignada quando soube que o judiciário está protegendo esses vândalos! Isso é uma baderna. Algo vergonhoso que jamais poderia ser aceito por uma justiça séria! Mas é! É porque a justiça deste país não é séria! Manifestações existem em qualquer país do mundo que já experimenta qualquer vestígio de civilidade. Mas essa civilidade tende a coibir excessos! E o que vemos no Brasil não é excesso é um paroxismo ululante que extrapola, de longe, qualquer limite! Salvem-nos extraterrestres porque a justiça brasileira falhou e falhou feio!
    Estou consternada… já me sinto vencida! Só me resta … não sei mais o que me resta!
    Só o governo vermelho dá importância a quem merece ser relegado à insignificância.
    “Marta Suplicy, foi a precursora da doutrinação sexual em creches no Brasil ainda quando foi prefeita no início do novo milênio. Marta queria que professores ensinassem masturbação para crianças de creche. Como ainda há gente que defenda seres monstruosos como esses na política nacional? Uma psicopata dessas deveria estar presa e não ocupando ministério no governo!Tá cada vez mais difícil de apoiar esta classe de professores… estão sempre fazendo campanha e votando nos petralhas…
    Sempre repriso isso, mas insisto que se quisermos mudar o quadro político atual, precisamos nos cuidar para não repetir termos que, subliminarmente, os imprestáveis vermelhos incutem no vazio que antes era um cérebro, dos zumbis que os seguem.
    HOMOFOBIA – continua sendo MEDO DE HOMOSSEXUAL, não preconceito.
    DITADURA – continua sendo GOVERNO DE UM HOMEM SÓ, não Governo Militar.
    CASAL – continua sendo a união de um HOMEM E UMA MULHER, não um PAR de gays.
    REGIME MILITAR – nunca existiu no Brasil. Nosso REGIME é e sempre foi DEMOCRACIA.
    Qualquer dúvida, consulte um dicionário confiável, não um dicionário adaptado às intenções vermelhas.

    • Leo disse:

      Loremarie, não é fácil ser comunista. É necessário ser um perfeito idiota.

      Não basta ser “meio” idiota. É preciso ser um idiota completo! No começo do século passado, há quase cem anos, o comunismo era uma tentadora promessa. Políticos, intelectuais e religiosos de todos os matizes depositaram grande esperança no regime que prometia acabar com a exploração do homem pelo “capitalismo” e implantar na Terra um regime celestial de amor e justiça social. A partir de 1917, entretanto, o comunismo foi experimentado exaustivamente em dezenas de países, principalmente na União Soviética, onde perdurou por setenta e três anos.

      Fracassou em todos esses países. Não cumpriu suas promessas. Ao contrário, só resultou em genocídio, torturas, truculência, obsessão bélica, terrorismo de Estado, trabalho escravo, injustiça social, destruição do ambiente e estrondoso fracasso econômico. No entanto, no Brasil, por ignorância ou por burrice mesmo, inúmeras categorias recusam-se a aprender com a experiência comunista, principalmente a soviética. Insistem em aprender da maneira mais difícil: pela própria experiência. Esta é a principal característica do idiota perfeito.

      Na realidade a cepa de viés marxista (lembre-se que eles foram doutrinados, não educados) e suas derivações continua acreditando nas falácias dos profetas da barbárie e uma delas é a do fim do capitalismo pelo ‘empobrecimento da classe operária’, erigido a dogma pelo socialismo ‘científico’.

      O Brasil nesses NOVOS TEMPOS foi acometido por um surto de corrupção petista socialista sistêmica sem precedentes em toda sua história (colonial, imperial e republicana), sequer imaginada por Rui Barbosa, defensor da República, com a ascensão do partido autodenominado ético, transparente e democrático ao poder.

      Se olharmos um pouquinho o passado, mas com olhos críticos e analisando sem a emoção ideológica, percebemos que a história se repete sempre e sempre pelos mesmos esquerdistas que usaram as bandeiras de luta de um povo para depois acabarem, não só com a causa, mas tb com as pessoas que reivindicavam a causa. Olho Vivo, Povo !!

      Quem não estuda, apanha!!!! Professor, vá estudar!!! LARGA DE SER BURRO!

      • Sgt PM RJ Antonio Carlos Carneiro Pinto disse:

        Aos quem pensam que o PT não tem “cú” munistas.
        A doutrinação marxista das crianças no Brasil não para de crescer.

        O ex-ministro da Educação, agora prefeito de SP, responsável pelo kit gay, é obcecado pelo socialismo
        Fernando Haddad, a criatura que quis enfiar o kit gay nas crianças de escola a todo custo, que ocupa o Ministério da Educação no Brasil, hj prefeito de SP, é autor dos seguintes livros:
        O Sistema Soviético, Scritta Editorial, São Paulo, 1992;
        Em defesa do socialismo, Editora Vozes, Petrópolis, 1998;
        Desorganizando o consenso, Vozes, Petrópolis, 1998;
        Sindicatos, cooperativas e socialismo, Editora Fundação Perseu Abramo, São Paulo, 2003;
        Trabalho e Linguagem, Azougue Editorial, Rio de Janeiro, 2004.
        As cartas de Marx mostram que ele era imperialista, colonialista, racista, genocida, que queria a destruição dos povos miseráveis e “sem história”, os quais chama de “piolhentos”, de “anões”, de “suínos” e que não mereciam existir. Esse é o Marx de verdade, não o da nossa fantasia, não o do nosso delírio, mas o sem retoque, o Marx tragicamente autêntico.
        EM HOMENAGEM AO FANÁTICO SOCIALISTA LIVRE QUE FICA MACULANDO AS PMs – GENTE DO DNA CONTAMINADO, SEGUE A MÁXIMA LENINISTA DA CARTILHA : “ACUSE-OS DO QUE VC FAZ, XINGUE-OS DO QUE VC É!
        Para esse socialistamófobo, que fica acusando a PM: “Os problemas na Coreia do Norte são culpa de seu regime e não de embargos que a ONU impôs devido aos testes nucleares realizados pelo país.”

        http://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/10/06/coreia-do-norte-e-a-farsa-comunista/

  4. Annabella Orsola Bellini Schimmelpfenning disse:

    Por que condeno o marxismo
    Não condeno o marxismo por denunciar os abusos do capitalismo. Não o condeno por chamar a atenção à exploração das classes mais baixas. Reconheço sua contribuição na compreensão da história, da sociedade e da economia. Suas críticas são válidas dentro da perspectiva de que toda crítica é construtiva. Mesmo reconhecendo essas coisas, como cristão eu condeno o marxismo. Definitivamente ele não é a solução para nenhum dos problemas que aponta. Como Satanás no papel de acusador, ele sabe apontar o erro e condenar, não porque seja a resposta, mas porque advoga para si o papel redentor.

    De um modo geral eu condeno o marxismo pelo seu desejo de ser absoluto. Quem o conhece bem, sabe que ele não se limitou a opinar e afirmar sobre questões econômicas. Foi muito mais longe. Ele pretendeu ser a única e verdadeira interpretação do mundo e da história. Ele não apenas se preocupou em responder às questões relativas à produção e ao trabalho. Ele inseriu tudo isso dentro de uma cosmovisão muito mais ampla, que se tornou como que uma religião política. Ele achava ter desvendado as leis da história e do universo.

    A começar pelo ateísmo atrelado a ele. Claro que a religião é digna de censuras e o cristianismo não é exceção. Que o nome de Deus foi e é usado indevidamente em muitas atividades humanas isso é inquestionável. Isso é uma coisa. Agora, a guerra contra toda forma de Deus e religião é uma realidade inerente ao marxismo. Onde marxistas puseram os pés, os crentes sofreram. Ele criou mais mártires do que o Império Romano, a Inquisição e o Islamismo juntos. Quem pode negar esse fato?

    O capitalismo peca por se aproveitar do nome de Deus. O marxismo por blasfemar e declarar guerra contra Ele. Que a filosofia sempre teve seus segmentos materialistas e ateístas isso nunca foi novidade. O marxismo transformou isso em política totalitária. A crença em Deus foi declarada subversão e doença, e combatida com ódio e maldade. Onde essa ideologia dominou, o ódio anti-cristão prevaleceu.

    Eu condeno o marxismo porque ele resumiu o homem a um ser meramente econômico. Ao invés de imagem de Deus, não passava de um animal que trabalha e esse trabalho é responsável por tudo o que ele é. Quando Darwin publicou seu livro Origem das Espécies, Marx exultou porque agora Deus havia recebido o golpe de misericórdia. Antes mesmo de Nietzsche, o nobre Karl o havia matado.

    Já aqui vemos o marxismo se propondo a responder a um dos dois maiores enigmas da vida. Quem é Deus? Que é o homem? Deus é nada e o homem um pouco mais do que isso. Não admira que as mortes de milhões eram justificadas pelos benefícios que isso traria para as gerações futuras. Como os astecas, os sacrifícios humanos aos deuses garantiriam a preservação das futuras gerações. Foram oferecidos no altar da deusa história.

    E esse é outro motivo pelo qual eu, como cristão, condeno o marxismo. Ele dizia que a história estava a seu favor. Que as “inexoráveis leis históricas” mostravam que o futuro do mundo seria comunista ou socialista, seja qual for a diferença que exista entre eles. Pelo menos os primeiros utopistas sociais não se denominaram científicos, não ousaram ir tão longe em suas afirmações.

    Sem um Deus para dar sentido do mundo, o sentido precisava ser tirado de algum lugar. Então, essa abstração chamada “História” transformou-se em uma deusa onipotente, que a tudo determina, que a tudo esclarece, que a tudo justifica.

    Ó Marx! Tivesse ele a chance de ver ao menos uma parte das conseqüências de suas idéias, forjadas em meio a charutos e álcool, talvez fosse um pouco mais ponderado em publicá-las. Se “pelos seus frutos os conhecereis”, então conheço bem o dito profeta.

    Eu não poderia aprovar o marxismo, ainda que o mundo inteiro o fizesse. É óbvio que a injustiça social é um mal grotesco desse nosso mundo e não se sentir indignado diante dela é impossível. Não faltaram profetas e apóstolos denunciando os males sociais de seu tempo, em nada diferentes dos de hoje. Todavia, não acho que uma ideologia que nega a Deus, reduz o homem a um criativo macaco e dá ao Estado poderes ilimitados sobre as consciências e as vidas seja a resposta para essa situação. O caminho de Marx não é com certeza o caminho do Todo-Poderoso.

    Não me sobra tempo para falar mais profundamente do “proletariado”, esse grupo que foi apontado por ele como o redentor da história. Os proletários são por ele descritos mais como anjos do que como seres humanos normais, portadores dos mesmos vícios e virtudes comuns a toda humanidade. Seu proletariado redentor nunca passou de ficção sob o nome de filosofia.

    Talvez eu tenha muitos amigos queridos que discordem de mim. Ainda bem. Eu detestaria ser absoluto! Ideologia é coisa séria. E perigosa também. Isso, eu apreendi com o próprio Karl, que declarou:

    Por causa desta divergência devemos levar as obras teóricas o mais possível a sério. Estamos firmemente convencidos de que não é o esforço prático, mas antes a explicação teórica das idéias comunistas que é o perigo real. Tentativas práticas perigosas, mesmo aquelas em larga escala, podem ser respondidas com canhão. Mas as idéias conseguidas por nossa inteligência, incorporadas ao nosso modo de ver, e forjadas em nossa consciência, são correntes que nós mesmos não podemos romper sem partir nossos corações; elas são demônios que não podemos vencer sem nos submetermos a eles. (MacLellan, David. Karl Marx — Vida e Pensamento. Petrópolis: Vozes, 1990).

  5. Annabella Orsola Bellini Schimmelpfenning disse:

    Esse negócio de que Marx era um gênio é piada. Eu afirmo com todas as letras: Marx era burro! Burro mesmo, sem brincadeira. Por exemplo, Marx passou uma década estudando matemática financeira e não conseguia entender juros compostos. Marx passou duas décadas estudando cálculo diferencial e escreveu os “Manuscritos Matemáticos”, que são ridículos, abaixo do nível de qualquer aluninho de engenharia de primeiro ano. Marx passou a vida inteira estudando Hegel e não entendeu porra nenhuma (tanto que ele achava que a “Ideia” de Hegel corresponde às ideias, no sentido psicológico — o que faria arrepiar os cabelos do cu de Hegel!).

    O amiguinho, Engels, chegava a ser pior. No Anti-Dühring, por exemplo, ele afirma com todas as letras que paridade não é uma propriedade dos números, mas do sistema de representação numérica! Mais do que isso: afirmou também que era uma “contradição” dizer que a raiz quadrada de A é o mesmo que A^(1/2)… Karl Marx, “o gênio”, deu aval a isso.

    Entre tantos outros erros bizarros, na teoria do valor de Marx, dois merecem destaque. O primeiro (que no texto aparece depois) é relativo à diferença entre “trabalho simples” e “trabalho qualificado”. Marx sabe que trabalhos diferentes são remunerados de forma diferente. Então, ele “argumenta” que o “trabalho qualificado” funciona como um “trabalho simples” potencializado, multiplicado. Como se o trabalho de Picasso fosse a mesma coisa que o trabalho de dez mil pintores de parede. Resolver a coisa desta forma, como foi observado por Böhm-Bawerk, já seria incorrer numa petitio principii. No entanto, a coisa é pior. Antes de chegar a este ponto, Marx já havia “estabelecido” que o determinante do valor é o TRABALHO HUMANO ABSTRATO, que é o trabalho humano enquanto tal, desprovido de todas as suas qualidades. Ora, se você desprezou as diferenças qualitativas, como agora pode aparecer diferença entre trabalho simples e qualificado? Pela teoria do valor de Marx, trabalho simples tem que valer exatamente a mesma coisa que trabalho qualificado, pois o valor independe das qualidades dos trabalhos concretos, porra! Ou seja, a existência de diferenças salariais PROVA que a Marx está errado.

    O segundo erro está na exatamente na exposição do conceito de trabalho humano abstrato e sua relação com o tempo socialmente necessário à produção. O problema que Karl Marx enfrenta é simples: se o trabalho humano incorporado à mercadoria durante a produção é a fonte de valor, então o trabalho de um preguiçoso deveria valer mais do que o de um trabalhador ágil. Logo, segundo Marx, o que importa não é o trabalho concreto, mas o trabalho humano abstrato, que seria medido pelo tempo socialmente necessário.

    Pois bem, isso é nonsense total! Numa abstração NÃO se pode acrescentar nenhuma propriedade ao objeto. O processo de abstração é de desconsideração de certos aspectos. Se eu falo do ser humano, abstraindo da sua altura, eu não posso dizer que o ser humano é um animal que mede 1,70m. No trabalho humano abstrato, só há duas possibilidades: i) o tempo de trabalho foi abstraído ou ii) não.

    No segundo caso, não se pode falar em tempo socialmente necessário. Se, no processo de abstração, o tempo não foi abstraído, então o tempo de trabalho considerado tem de ser NECESSARIAMENTE o tempo de trabalho concreto!

    No primeiro caso, se o tempo de trabalho FOI abstraído, então o trabalho humano abstrato deve ser considerado sem referência a NENHUM tempo de trabalho! Não cabe falar em tempo socialmente necessário também.

    Resumindo: o conceito de “tempo socialmente necessário” — seja lá a forma que seja usada para calculá-lo — não passa de uma gambiarra teórica. Não foi deduzido: foi simplesmente postulado para resolver um problema que o fundamento da teoria não consegue atingir. Trata-se de um jogo de palavras, em que o leitor passa de “abstrato” para “socialmente necessário”, sem dar-se conta de que isso não faz o menor sentido. Ou o tempo é abstraído ou não: se sim, então não cabe falar em tempo nenhum; se não, o que vale é o tempo de trabalho concreto. QED.

    Esses Socialistas Livres marxistas tem condições de rebater os argumentos daqui?

    Quanto a teoria de classes é nonsense! Não existe unidade de interesse em classes.

  6. PM Francisco disse:

    Para a AMEBA MARXISTAS feito a Dilma que dirige este país, esse Socialista Livre, o dia da criança é o dia da mãe, do pai, do professor e dos animais. A seguir tal diarreia mental, precisamos inventar um dia SÓ PARA A CRIANÇA, já que a mulher DILMA E ESSE SOCIALISTA LIVRE, acabou com ele.

    No Brasil, por que ninguém lê as atas do Foro de São Paulo para saber quem é o Lula, o PT E ESSE SOCIALISMO DE MERDA QUE FICA MACULANDO A IMAGEM DA PM?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s