Voto secreto na câmara dos deputados inocenta cassação de deputado presidiário

O Congresso Nacional é ou não é uma piada? Estranho que manifestantes mascarados são atacados pela polícia como se fossem vermes, como se fossem bandidos, como se fossem escórias. Mas os deputados do Congresso Nacional podem fazer votações secretas para esconder do povo brasileiro as suas atitudes políticas vergonhosas. Não cassar o deputado Natan Donadon, preso há dois meses por roubo de dinheiro público, é ou não é uma indecência? Mostrem os rostos, senhores deputados! Não é a primeira votação secreta dos políticos eleitos pelo povo, sejam estes vereadores, deputados, senadores, etc. Quem vai punir esses congressistas mascarados-descarados? Esses mascarados-descarados, com salários altíssimos, vivem votando de forma secreta, quando querem esconder suas verdadeiras faces da população honesta e trabalhadora.

Fim do voto secreto de vereadores, deputados e senadores já! Confisco dos bens dos políticos corruptos já! Deputado presidiário é uma VERGONHA!

Por: Gílber Martins Duarte – Socialista Livre – Conselheiro do Sind-UTE / MG e diretor da subsede do Sind-UTE em Uberlândia – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Doutorando em Análise do Discurso/UFU – Membro da CSP-CONLUTAS.

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Voto secreto na câmara dos deputados inocenta cassação de deputado presidiário

  1. Gílber, Parabéns! Pela primeira vez não citou as palavrinhas socialistas, com esse texto concordo 100% com você, isso sim, é escrever para todos. Gílber temos o DIREITO DE DEMITIR.
    Na nossa vida terrena a expressão “deveres” está implicitamente ligada a
    “direitos”, que são princípios filosóficos básicos dos nossos desejos e das
    nossas ansiedades. Quando exercemos os nossos deveres estamos na condição
    de exigir os nossos direitos.

    A verdade universal dos povos civilizados, onde o sistema democrático
    prevalece sobre os demais na condução dos destinos de uma nação, prega
    que: “o poder emana do povo e em nome deste é exercido”. O dever de eleger
    legalmente os seus representantes determina que, a diplomação a qualquer
    cargo investido por estes, implique em uma obrigação de dedicação e
    trabalho em prol do bem estar e felicidade daqueles que os elegeram.

    Todavia, quase sempre, os eleitos invertem a questão e começam a trabalhar
    para o bem estar dos seus partidos políticos, comparças do PT, dos seus interesses pessoais
    e dos seus apaniguados. Mesmo sendo o povo o dono do poder fica-lhe negado
    o direito de demitir aqueles que foram eleitos para representá-lo, mas que
    não estão cumprindo os compromissos de campanha de trabalharem em seu
    benefício. Fica no ar o disparate da lógica desse raciocínio ao contrariar
    a regra básica dos direitos e dos deveres.

    Nós, que somos o povo, necessitamos de um remédio para curar este
    disparate. Não são nas farmácias que devemos encontrá-lo e, sim, em
    mecanismos legais criados por órgãos responsáveis, para salvaguardar a
    ética, a moralidade, a decência e a determinação na busca do bem estar dos
    cidadãos que exerceram o seu dever, mas que lhes foram negados o seu
    direito, no caso, de demitir.

    Agora temos um imprevisto. DEPUTADO FEDERAL condenado pelo STF a 13 anos de
    cadeia, preso na cadeia de Brasília foi absolvido pela Câmara Federal.

    Mais uma vez o Brasil tem uma marca internacional. Tem deputado preso por
    roubo e continua deputado. Chegamos ao fim da picada.

    ROUBE! COMPRE UM MANDATO! SEJA DEPUTADO QUE NÃO SERÁ CONDENADO PELOS SEUS
    PARES.

    VIVA A CANALHICE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s