Banho de Sangue no Egito: derrota das liberdades políticas!

Em um regime em que 600 militantes são assassinados por protestar contra o governo, não existe outra definição: a tirania se impôs! O socialismo verdadeiro é o Socialismo Livre. Todo sistema político em que a liberdade de crítica é proibida é um sistema reacionário e podre. É legítimo o movimento de massas protestar contra o governo da Irmandade Muçulmana? Sim. É legítimo o movimento de massas lutar contra qualquer governo que não corresponde às expectativas da população? Sim. Qual foi o erro então das massas no Egito? Acreditar que é possível cortar o caminho, acreditar que é possível fazer atalhos na luta contra a burguesia e contra as ditaduras.

Para derrubar o governo da Irmandade Muçulmana, por exemplo, as massas egípcias aliaram-se com a banda podre do capitalismo, inclusive as Forças Armadas Egípcias. Tirar um governo conservador como a Irmandade Muçulmana, mas eleito pelas massas, para colocar um governo militar, eleito por ninguém, é progressivo? Claro que não. Tenho aqui de concordar com a análise do PCO brasileiro que desde o primeiro minuto gritou: GOLPE NO EGITO. Ora, se um governo é questionado por milhões, como estava ocorrendo no Egito, acho que é certo apoiar esse movimento, mas haveria que se fazer uma nova eleição para legitimar o próximo governo. Não foi isso que ocorreu no Egito. Tirou-se um governo eleito e apoiou-se um golpe militar. E pior, as massas aplaudiram essa política e parte da esquerda revolucionária mundial entrou de alegre na onda. Um desastre.

Lamentável que parte da esquerda revolucionária mundial, a LIT, por exemplo, internacional do PSTU brasileiro, não tenha conseguido avaliar as ideologias dos setores sociais que queriam derrubar a Irmandade Muçulmana e acabou apoiando, indiretamente, o Golpe Militar no Egito, quando declarou que foi uma vitória do movimento de massas a queda do governo da Irmandade Muçulmana, colocando o exército no lugar, como governo de transição. A LIT, pela importância que tem na luta pela revolução mundial, chamou os lutadores marxistas de todo o mundo a confiarem no exército egípcio. Por isso, não posso deixar aqui de cobrar mais responsabilidade dessa direção que inclusive é maioria na direção da CSP-CONLUTAS, Central Sindical e Popular de que faço parte.

E com esse banho de sangue agora? A LIT ainda acha que no Egito houve uma vitória da luta socialista? Até agora o PSTU brasileiro, em seu site, não condenou o massacre no Egito. Por quê? O silêncio é cumplicidade? Enquanto socialista livre, eu digo, sem liberdade de crítica, sem liberdade de expressão, sem liberdade de ir e vir, sem liberdade de organização política, sem liberdade de imprensa, não existem dias melhores para a classe trabalhadora mundial. Abaixo o Golpe Militar no Egito. Abaixo o toque de recolher no Egito. Viva o Socialismo Livre, única saída para a classe trabalhadora mundial.

Por: Gílber Martins Duarte – Socialista Livre – Conselheiro do Sind-UTE / MG e diretor da subsede do Sind-UTE em Uberlândia – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Doutorando em Análise do Discurso/UFU – Membro da CSP-CONLUTAS.

Anúncios

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Banho de Sangue no Egito: derrota das liberdades políticas!

  1. paulo roberto de carvalho disse:

    Tristeza para a história da humanidade, sem dúvida.Infelizmente, por conta de uma conjuntura de opressão,casos deploráveis como esses se processam num rompante brusco, tresloucado,insano e regado a sangue.Quase todas as revoluções na história dos povos deu-se assim.Governos exercidos à sombra do fundamentalismo fanático ou moderado acarreta nisso que o mundo assiste com pesar(na verdade a violência já vai tão banalizada que,acredito eu,raros são os que se indigname expressam sua perplexidade diante de acontecimentos de igual proporção).A barbárie ainda está muito longe de ser erradicada da civilização(?)porque o homem, com todo o esplendor dos avanços da ciência e da tecnologia parece sentir uma recorrente nostalgia das cavernas.E porque, finalmente, desconhece os propósitos verdadeiros da existência e sua origem e destinação sideral.

    • Sr. Paulo!
      Compactuo com sua tristeza. Todo o regime totalitário é muito triste. Triste mesmo é quem a credita nesses regimes. Como pode ainda alguém acreditar em comunismo/socialismo no Brasil, ou a volta de outros regimes. A esquerda com apoio da maldita globo tenta implantar o comunismo, para se perpetuar no poder. O programa “Globo Repórter” dessa sexta-feira mostrou que todo tipo de família é o máximo, a coisa mais linda do mundo. “Família é aquilo que cada um diz que é”, afirmou a psicóloga entrevistada. Mães sem pais, pais sem mãe, pai solteiro sozinho, vários agregados misturados vivendo sob o mesmo teto, casal separado super amiguinho onde o ex tem a chave da casa dela (e os filhos, por algum motivo, vivem alimentando a ideia de que eles podem reatar), tudo apresentado pela Zileide Silva. Bem progressista e moderno.

      A única formação que ficou parecendo ultrapassada, retrógrada, reacionária, chata e careta é a de papai, mamãe e filhos. Revolução cultural marxista e gramsciana? Imagina…
      A família brasileira corre sérios riscos. Estamos sofrendo uma ditadura de minorias.
      Viva a família viva a democracia, abaixo todo regime totalitário.

      https://www.facebook.com/messages/100001080616837

      • Minha família é a humanidade. Minha família são todas as espécies vivas. Esse conceito de família limitado (papai, mamãe e os filhinhos) só serve para criar muros e paredes entre todos os seres humanos. E assim, com esses muros familiares, o menino catarrento, usuário de crack da esquina parece que nada tem a ver comigo. Conceito tradicionalista de egoístas e medrosos. A sociedade tem de ser socialista livre e viver como uma grande família, uns cuidando dos outros, e não explorando e oprimindo os outros como o capitalismo faz. Usar do conceito limitado de família para justificar o capitalismo é um atraso de vida.

  2. Pingback: Banho de Sangue no Egito: derrota das liberdades políticas! | socialistalivre | CLIPPING DE NOTÍCIAS DA SENAPRO-PCO

  3. ESSE É O VERDADEIRO SOCIALISMO, QUE VOCÊ APOIA PROFESSOR GÍLBER?

    “Chemin De Saint Jacques (Professora da rede pública da Espanha)
    Gladimir .Soy española. Cada vez que los socalistas llegan al Poder la sociedad retrocede en todos los aspectos. Fueron ellos los que implantaron la venta libre de la pildora del día después y el aborto en las menores de edad. Tenemos una población envejecida y apoyan a la juventud para que no tengan hijos.
    Acabaron con la Educación, la Moral, la Decencia, la Unidad de España, sembraron caos y odio en la sociedad, corrompieron todas las Instituciones. El socialismo es la ruina y muerte de las Sociedades.”
    Viva a família! viva a democracia! Abaixo todo regime totalitário, principalmente os comunistas/socialistas.

    • O mundo é totalmente capitalista e você inventou o socialismo para atacar. Ataca os seu podres burgueses capitalistas, Gladimir, os burgueses, sim, são os párias da humanidade, vivem do trabalho dos trabalhadores, são os que mais chacinaram e chacinam vidas com suas guerras mundiais, invasões de países, ditaduras militares sangrentas e massacre de povos, como no Iraque, Afeganistão, Palestina. Seus parceiros burgueses podres estão massacrando pessoas no Egito nesse exato minuto e chacinando de fome milhares de crianças em países pobres e colônias dos exploradores, como África e Haiti. Esse é o capitalismo que você defende, Gladimir? Atacar o Socialismo quando o capitalismo reina absoluto em banho de sangue é um contra senso de sua parte. O capitalismo mata! Morte ao capitalismo!

      • A psicologia comunista também é ligada a psicologia do matriarcado e o arquetipo messiânico, que se resume num culto a fraqueza humana. Formam as chamadas hipnocracias , o nome vem de hipnos que significa “sono”. A mentalidade das pessoas numa hipnocracia é enxergar o mundo como se ele fosse uma imensa sauna gay.

        Daniel Amneus cita que, segundo a antropologia, muitas hipnocracias do passado começaram a cair com o surgimento do arquetipo do “Heroi”. O “Heroi” se opõe ao tipo messiânico.

        As observações de Daniel Amneus e da antropologia, corroboram de certa forma, as observações de Eric Voegelin. Eric Voegelin demonstra a ligação entre os gnosticismos modernos e o messianismo hebreu, que remonta aos tempos do profeta Isaías.

        O messianismo surge num contexto, da romantização de um tipo comum, “a ovelha pura sem pecados”, no messianismo hebraico na época dos profetas, esse tipo era o camponês. No Marxismo é o proletariado. No messianismo brasileiro existe a romantização do “pobre homem trabalhador”.

        Os profetas amaldiçoavam o Rei, se o rei pecasse, “Deus castigaria” o povo de Israel. Na modernidade se o “Rei” peca contra a economia, o povo colherá miséria.

        O messianismo une as pessoas pela suas fraquezas em comum, enquanto o heroi une pelas suas virtudes individuais. As pessoas querem ser como o heroi por que querem possuir as mesmas virtudes que ele, então passam a buscar usando suas potencialidades individuais, um caminho para obter tais virtudes e recompensas. A força do heroi reside no individuo.

        Já os seguidores do perfil messiânico, se unem por que identificam umas nas outras as mesmas “fraquezas” e “males” denunciados pelo profeta. Seja as doenças em comum, a pobreza em comum, vícios e toda a sorte de mazelas. A força do messias é coletiva, o êxito de sua causa depende da adesão coletiva a ela, ele por si mesmo é capaz de pouca coisa.

  4. Cientificamente, qualquer ideologia, que tenha como proposta controlar o futuro da sociedade é por excelência uma pseudo-ciência. Como demonstrado por Karl Popper e Eric Voegelin é impossível prever o futuro da sociedade sem cair no pensamento religioso(ver Voegelin) ou pseudo-cientismo(ver Popper).

    No A Nova Ciência da Política, Voegelin explica a teoria da representação da verdade e a origem do gnosticismo, idéias como por exemplo o “fim do capital” não são muito diferentes de idéias apocalipticas da idade média. A própria divisão da história numa triade “idade antiga, idade média e moderna” é um reflexo do quão o apocalismo cristão está infiltrado em idéias aparentemente “areligiosas”.

    O melhor “sistema” é aquele que recusa o controle do futuro, cabe a cada geração decidir seu próprio destino. Dai o por que o capitalismo venceu o comunismo, não existe um projeto de futuro capitalista, se a realidade muda, o capitalismo muda, por isso existe tanto o capitalismo dentro de regimes fechados e fascistas como dentro de regimes mais liberais e “abertos”.

    Há de tomar nota que o conhecimento humano é sempre limitado, por isso é impossível abarcar todos os aspectos da realidade, um sistema ideológico/econômico, que prentenda abarcar todos os aspectos da realidade(como o caso do comunismo que hora é um teoria de poder e hora é teoria econômica) acabará flertando com o totaritalismo politico.

    Um dado interessante a se observar, é o quanto o Socialismo se distanciou de uma teoria econômica, para uma teoria de poder. Uma vez que a utopia provou ser falsa, ao invés de abandonarem a teoria, passaram a teorizar sobre como dominar mentes e fazer as pessoas se comportarem como a teoria espera… Desde Pavlov a Gramsci, os teóricos socialistas discutem como dominar as mentes, Pavlov vai para a lavagem cerebral direta e Gramsci quer dominar mentes pela dominação cultural. Sintetizando essa novela, uma vez que não conseguiram criar bules voadores para as pessoas, discutem então sobre como hipnotizar as pessoas e fazer elas verem bules voadores.

    Se criassemos um “sistema perfeito” hoje, estariamos tirando das gerações futuras o direito de errarem e aprenderem com a vida, errando.

    • O capitalismo demonstrou-se superior ao socialismo? FALSO. O capitalismo está em plena crise e só o socialismo livre porá fim a essa crise. O socialismo livre não será um capitalismo de estado totalitário, será a vitória do bom senso e do respeito mútuo, com igualdades econômicas e sem privilégios e privilegiados. É um sistema racional a ser criado pelos revolucionários socialistas, sedentos de justiça social e sedentos de liberdade espalhados pelo mundo. Os opressores e exploradores, criminosos contra a humanidade, perderão espaço no mundo socialista livre. E a paz será um valor supremo, não o consumismo capitalista cego de bens materiais supérfluos destinados a uma classe egoísta, a burguesia. A classe revolucionária é a classe trabalhadora honesta e crítica, pois esta não explora ninguém, já tem a cultura de viver do próprio trabalho e a cultura da honestidade e da solidariedade.

      • Comunismo é muito ideal, muito utópico, e pouco prático. O capitalismo, por outro lado, tem potencial infinito de se reinventar conforme necessidade.

        Sendo assim, acredito que o que precisamos não de comunismo ou qualquer outra alternativa ao capitalismo, mas sim fazer com que o próprio capitalismo se torne cada vez menos “carrasco”.

        É que nem aquela velha questão de direita e esquerda. Partidos e mais partidos se declaram direitistas ou esquerdistas, quando na verdade são, quase todos, centristas.

        As pessoas acreditam que a sociedade é capitalista por excelência estão completamente enganadas. Só é preciso estudar um pouco pra entender que o capitalismo é fruto da evolução histórica da sociedade humana. Tem coisas boas e coisas ruins e pode ser (caso a sociedade deseje) substituído por outro sistema, que vai ter coisas boas e ruins também. Achar que o capitalismo é intrínseco da natureza humana é ignorar toda a evolução do conhecimento construído através da história, sociologia e da economia.

        Para ilustrar bem isso, nada melhor que a história alternativa do Superman, a série “The Red Son”(o filho vermelho). Nessa versão, a nave do superman não caiu nos EUA, mas nas fazendas de trigo da Ucrânia nos tempos da URSS. (link: http://theages.superman.nu/His
        ), o superman é criado na atmosfera socialista e tem uma foice e martelo no peito.

        Durante o desenrolar da história, chega um ponto onde o superman vermelho, o “Red Son”, derrota Brainiac, e o reprograma para trabalhar para o bem da humanidade. A utopia socialista fica perto de se realizar. Todos tem 8 horas para dormir, trabalhar e descansar/estudar. Não existe acidentes de trânsito, nem sequer chove, sem que antes Brainiac certifique-se que todos tem guarda-chuva para não se molharem, o mundo socialista é uma perfeição, uma perfeita segurança tirana. A única nação que resiste a tirania do Superman Socialista é os Estados Unidos sob a liderança de Lex Luthor.

        Para concluir(acho que já escrevi demais) na Inglaterra saiu uma pesquisa mostrando que as crianças inglesas são mais fragéis que as de geração anteriores. O protecionismo exagerado para as gerações futuras, resulta nisso, uma geração tão frágil que é incapaz de cuidar de si mesma. Elas não são culpadas, apenas fazem jus ao que seus pais desejaram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s