Assembleia Estadual do Sind-UTE dá prazo até dia 05 de junho de 2013 para Governo de Minas Gerais atender nossas reivindicações.

Na assembleia estadual do Sind-UTE / MG, realizada em BH, no dia 23 de abril, trabalhadores em educação dão prazo para governo Anastasia negociar com nossa categoria. Se o governo não atender nossas reivindicações até dia 05 de junho de 2013, temos um indicativo de greve marcado para esta data. Construímos uma pauta com as principais reivindicações da categoria e queremos respostas concretas por parte desse governo. Resumidamente, os eixos de nossa luta são os seguintes:

1- Descongelamento salarial já para todos os trabalhadores em educação (professores, secretários, auxiliares de serviços gerais, supervisores, orientadores, especialistas), tudo subiu, menos o nosso salário;
2- Piso com plano de carreira decente já;
3- Respeito à lei que institui 1/3 de atividades extraclasse, destinada a estudos e preparação de aulas e não ao aumento da jornada, usando-se da obrigatoriedade da exigência curricular (obrigatoriedade, esta, já derrubada na justiça pelo Sind-UTE).
4- Volta imediata do professor de Educação Física e Ensino Religioso, de 1º ao 5º ano, nas escolas estaduais de Minas Gerais;
5- Fim da proibição de atividades extraclasse nas “janelas”;
6- Contratação de substitutos ou pagamento de horas extras para os Trabalhadores das Secretarias e Trabalhadores dos Serviços Gerais, nos casos em que estes companheiros tiram algum tipo de licença ou férias, já que, sem substitutos, ficam sobrecarregados os trabalhadores que permanecem nas escolas;
7- Fim imediato da sobrecarga de trabalho sobre as supervisoras e especialistas da educação que, em função do acompanhamento das atividades extraclasse nos extraturnos, estão ficando 30 horas nas escolas e recebendo apenas por 24 horas;
8- Progressão automática na carreira da educação e não à espera de 8 anos para ser promovido;
9- Que o Governador de Minas apresente uma saída para os trabalhadores efetivados pela lei 100. Nenhum trabalhador demitido, essa tem de ser a palavra de ordem.
10- Posse imediata para todos os concursados, em todos os cargos vagos existentes, fazendo-se um levantamento atual e real do número de vagas;
11- Ipsemg de qualidade e com atendimento para todos, em todos os municípios do interior;

Por: Gílber Martins Duarte – Socialista Livre – Conselheiro do Sindute-MG e diretor da subsede do Sindute em Uberlândia – Professor da Rede Estadual de Minas Gerais – Doutorando em Análise do Discurso/UFU – Membro da CSP-CONLUTAS.

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Assembleia Estadual do Sind-UTE dá prazo até dia 05 de junho de 2013 para Governo de Minas Gerais atender nossas reivindicações.

  1. Olá, Gílber! E o que será feito em relação à gratificação por pós-graduação que recebíamos? Fico pensando qual será o incentivo, hoje, para que professores façam uma pós-graduação.
    Pretendo fazer um mestrado. Afinal, estamos em contínuo processo de formação. A propósito, você tem conhecimento sobre “mestrado profissionalizante”? Havia feito uma inscrição para o mesmo, que funcionaria na UFU, mas está vinculado á UFRN. No entanto, o mesmo era voltado somente para professores que atuam no ensino fundamental. Isso contava no edital. Liguei em ambas instituições. Disseram-me que realmente era realmente necessário atuar no ensino fundamental. Na UFU, informaram-me que esse seria o primeiro processo seletivo nessa modalidade. Havia sido aprovado em todas as etapas do mestrado em Linguística da UFU, no entanto, não fui aprovado na entrevista, o que me deixou muito chateado. Como possuo certificados da Universidade de Cambridge, não precisei fazer o PROFLIN na época. Os editais não esclarecem muito a respeito de data da validade do certificado, que não expira.
    Não há nenhum incentivo para que os profissionais com pós stricto-sensu permaneçam no sistema educacional estadual.
    Como já havia dito, abri mão do novo cargo (Língua Inglesa) após aprovação no recente concurso. Já tenho um cargo efetivo de Língua Portuguesa. Fiz concurso para ocupar o mesmo. Também leciono em escola de idioma.
    Quanto à Lei 100, a mesma não é inconstitucional? O sindicato é a favor da mesma em detrimento daqueles que fizeram concurso público?
    Achei um absurdo a data que marcaram para nossa posse. Isso deveria ter sido feito no início do ano, momento em que organizamos nosso horário. Pedi dilação do prazo. O mesmo terminou. Esperava que surgissem vagas em outras escolas nesse ínterim. Isso não ocorreu.
    Fiquei muito indignado com o fato de haver uma aula de Língua Inglesa no Ensino Fundamental sendo que no CBC consta que devemos trabalhar as quatro habilidades da língua. Ademais, o professor fica sobrecarregado com o número de turmas para cumprir seu cargo.
    Não entendo o sistema educacional estadual: os alunos não têm aula de língua estrangeira nos segundos e terceiros anos. No entanto, em vestibulares, devem optar por uma língua estrangeira.
    Outra coisa que é decepcionante é a comodidade e falta de união de nossa categoria. Esperam que uns façam pelos outros. Refiro-me ao fato de muitos professores não aderirem à greve. Deveriam todos estar conscientes da necessidade da mesma.

    Tenho compartilhado seus textos.

    Abraços

    • Marcelo, como você tem percebido, companheiro, o Estado de Minas Gerais destruiu nossa carreira. Antes tínhamos 22% por grau de escolaridade. Com a política de subsídio, isso foi reduzido a 5%. As aulas de Língua Estrangeira, como você vê, são uma piada, pois é impossível ensinar uma LE a contento com uma aula semanal, com sala superlotada e sem laboratório. A posse até agora não ocorreu para a maioria das disciplinas e nem para todos os cargos. Quanto à lei 100, sabemos que é uma discussão polêmica, mas somos contra demitir o trabalhador depois de tantos anos que os mesmos estão dedicando tanto tempo de sua vida à profissão. O setor de serviços gerais, por exemplo, já tem mais de 20 anos sem concurso. Vão para o olho da rua? Não é justo. Da mesma forma que existem professores próximos a se aposentar, sendo que o governo garantiu-lhes estabilidade e uns nem prestaram os últimos concursos por conta disso. Sou contra a demissão dos companheiros. Quanto ao Mestrado Profissional, não estou por dentro das regras, sei de colegas da Matemática que estão esse mestrado em Uberaba. Na UFU, não conheço as regras. Marcamos greve para 17, 18, 22, 26, 27 de junho. Queremos lotar BH nos dias dos jogos no Mineirão. Contamos com sua participação. Convide mais colegas. Grande abraço e seguimos na luta por uma educação de qualidade, apesar dos descasos dos governos e de suas irresponsabilidades. Gílber.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s