Por que estamos incomodando dirigentes do PSTU?

Recebi hoje, para minha estupefação, declaração de dirigentes do PSTU, via mail, orientando minha exclusão política de listas sindicais de frentes únicas e de litas do partido na internet, porque, no fundo, neste Blog, temos a seguinte filosofia política: apoiar os partidos da Esquerda Socialista, PSTU, PSOL, PCB, PCO, mas também criticar práticas que, a nosso ver, segundo nossa leitura política de Socialistas Livres, não contribuem para a Revolução Socialista. Por que isso incomoda tanto alguns dirigentes do PSTU? Por que temos discussões políticas que estão fazendo algum sentido para os que nos leem? Imagino que sim. Talvez a falta de sensibilidade e de generosidade socialista de alguns dirigentes do PSTU esteja se sentindo sem argumentos políticos para me responder, quando dirijo-lhes críticas francas. A exclusão e a expulsão política são métodos de quem não consegue sustentar suas posições políticas. E é isso que estão fazendo comigo, desde o primeiro minuto em que, no Congresso da CSP-CONLUTAS, pedi sensibilidade e democracia operária para a direção do PSTU. Só deram conta de me expulsar e de tentar me desmoralizar. Que lamentável.

Vejam os mails que me encaminharam, expressando seus incômodos e planos de exclusão política:

PRIMEIRO DIRIGENTE DIZ: “Date: Wed, 24 Oct 2012 06:21:56 -0700, From: xxxx.xxxx@yahoo.com.br,Subject: Declaração do Gílber, de Uberlância,To: xxxxx.xxxxx@yahoo.com.br: Companheiros(as), Vocês devem se lembrar do episódio de quebra do centralismo protagonizado pelo Gílber, ex-militante do P. em Uberlândia/MG, durante o Congresso da CSP Conlutas. Muitos militantes tiveram dúvidas quanto ao afastamento dele naquele momento. Para mim, começa a ficar bastante evidente que Gílber fez entrismo em nosso Part, pelo menos no último período. Ele tem sistematicamente atacado o PSTU e não se trata de manifestações pontuais, declarações pessoais, mas de declarações políticas bem construídas, postadas num blog. Nesse sentido, reitero a orientação de exclusão dos endereços dele das listas do Part e também de nossas frentes sindicais, em particular o MEL, de Minas Gerais, até que a direção do Part opine sobre qual tipo de relação vamos manter (ou não) com essa pessoa. Seguem novamente os endereços dele (o que eu conheço): Gílber – UDI <shaibabibi@bol.com.br>;”

SEGUNDO DIRIGENTE DIZ: “Mensagem encaminhada ———- De: xxxx.xxxx@hotmail.com Data: 25 de outubro de 2012 05:54 Assunto: RE: Declaração do Gilber, de Uberlância
Para: ZZZ. PSTU <xxxxx.xxxx@yahoo.com.br>, Gilber <gshaibabibi@gmail.com>
ZZZ., o outro endereço dele é gshaibabibi@gmail.com, ok?”

ZZZ. responde: “Sobre o que devemos fazer com ele (Gílber), acho que é não responder, porque é isso que ele quer, que respondemos e vire um debate na internet. É o que falei com o ZZZ., se alguém responder tem que assumir a responsabilidade de ficar fazendo debate em blog, acho isso errado e é isso que ele quer, ok? Nós, de UDI, não temos tempo para fazer isso, além de politicamente ser errado, no meu entendimento temos que orientar a todos que não respondam e ignorem ele. Com toda a dificuldade que tivemos aqui sem a militância dele, estamos sobrevivendo e bem, então o importante é não dar papo, ele não é nada sem o partido, e ele sabe disto, ok. Sobre o entrismo acho que não fez, porque ele não está em nenhuma organização, aliás qual organização que prega absoluta liberdade e independência individual de pensamento e atuação? Nem os anarquistas. O blog dele só é acompanhado por alguns de nós, é só não dar papo que isso vai acabar, ele está com tempo sobrando, já que não milita em nenhuma organização, ok? Saudações que temos muito que fazer, ZZZ.”

Por que me enviaram essa conversa entre dirigentes? Fico me perguntando. Estão tentando intimidar minha liberdade de crítica, minha liberdade de expressão política no Blog Socialista Livre?  Não basta terem me expulsado do partido por um erro que eles cometeram, que foi a quebra do PRINCÍPIO DA DEMOCRACIA OPERÁRIA, no Congresso da CSP-CONLUTAS, e que eles não querem admitir, porque isso traz consequências? Por que dirigentes do PSTU não querem que eu converse com as bases sindicais da CONLUTAS, do próprio PARTIDO ou até do MEL, em Minas Gerais? Estão com medo de que a base compreenda algumas das discussões políticas que faço? Citam, por exemplo, nesse mail, o artigo que postei no Blog, intitulado “PSTU, no beco sem saída de uma tática eleitoral oportunista em Belém!”. Temem que os militantes de base do PSTU percebam os desvios de sua direção? Há muitos na base do PSTU descontentes com a aliança PSTU / PC do B em Belém?

Sinto muito, companheiros, esse método de exclusão política, na história da luta de classes tem nome. Vocês já imaginam qual seja, não é verdade? E é lamentável que alguns dirigentes do PSTU tenham adotado as práticas estalinistas de EXCLUSÃO POLÍTICA para fazer valer suas posições sem problematizações. Acho que Trótsky, assassinado pela polícia política de Stalin, não deveria ficar muito feliz com esses métodos de dirigentes do PSTU. Excluir um militante político socialista até de conversar com o movimento operário também é uma forma de assassinato político. É o que estão tentando fazer comigo. Sinto o que todos os perseguidos políticos já devem ter sentido. Não posso me silenciar quanto a isso.

Tem mais, tais dirigentes do PSTU, que estão tramando minha EXLUSÃO POLÍTICA, estão dizendo que eu apenas “ataco” o PSTU. Em momento algum “ataquei” ao PSTU, apenas “critiquei francamente” as políticas equivocadas de sua direção Centralista “Cupulocrática”. E, além disso, isso o dirigente, que orienta me excluir, não leu ou quer se fazer de desentendido, no nosso Blog, foi, inclusive, chamado o voto no PSTU, em nome da luta socialista que esse partido trava e que eu reconheço, tanto reconheço que fiquei 18 anos nesse partido. Aliás, sigo apoiando o PSTU nas práticas que forem corretas em favor da Revolução, mas, sendo Socialista Livre, criticarei seus equívocos. Por fim, muito me estranha que um Socialista Livre cause tanto temor político a alguns desses dirigentes do PSTU. Talvez seja pelo que o próprio dirigente do PSTU disse nesse mail. Não se trata de discussões políticas superficiais, trata-se de “declarações políticas bem construídas, postadas num blog”.  Esse é o perigo dos Socialistas Livres? Pensar e expressar livremente o que pensam?

Espero que a direção do PSTU corrija seus desvios sectários e mude já suas práticas “Cupulocráticas”, isso é muito perigoso para o futuro da Revolução Socialista. É para isso que torcemos. Que a base militante, lutadora e honesta do PSTU, não permita que sua direção cometa tais arbitrariedades em nome do Socialismo.

Observação Final: Os endereços dos mails do diálogo entre esses dois dirigentes do PSTU foram adulterados com as iniciais xxxx.xxxx@xxxx.com e os seus nomes tratados como ZZZ, porque não queremos expô-los publicamente, nem individualmente, como querem fazer comigo. A discussão e as críticas que fazemos nunca foram pessoais. Criticamos práticas políticas não generosas: eles tramam minha exclusão política pessoal. Mas não quero fazer exposição pessoal de militantes socialistas. Isso não é ética socialista, isso não é generosidade socialista. Se algum comitê ético, de alguma organização da classe operária ou mesmo do PSTU, nos marcos dos revolucionários socialistas, suspeitar de que eu estou falsificando dados, eu posso provar que não estou, pois mail tem data e hora e endereço. De qualquer modo, não queremos entrar no método de exposições públicas individuais de socialistas, que, por mais que queiram me perseguir, não são agentes da burguesia e, por não serem agentes da burguesia, ainda os defendo por isso. O que esses dirigentes precisam aprender é apenas conviver com militantes socialistas honestos que pensam diferentemente deles. Que a direção do PSTU respeite minha honra revolucionária e aprenda a conviver com críticas francas. Qual o problema nisso? Por estamos incomodando alguns dirigentes do PSTU? Saudações Socialistas Livres.

Sobre socialistalivre

Esse Blog está a serviço da Luta pelo Socialismo. Defendemos a plena liberdade do ser humano, mas somos radicalmente contra a liberdade de explorar, como a burguesia faz, e contra a liberdade de oprimir como os machistas fazem, os racistas fazem, os homofóbicos fazem, os praticantes de bullying fazem, os preconceituosos fazem, os possessivos fazem e os autoritários de plantão fazem. Assim, defendemos que cada corpo-consciência deve ter liberdade de ser o que ESCOLHE SER, desde que esta liberdade não oprima e explore os outros! Defendemos a plena liberdade de postura crítica e a plena democracia operária, todos devem ter o direito de expressar o que pensam! Defendemos a Revolução Socialista e a necessidade de libertação da classe trabalhadora do jugo do capitalismo. No entanto,somos contra comandos de hierarquias políticas ou de figuras públicas mais poderosas no seio dos lutadores que travam a batalha pelo socialismo. Defendemos que cada militante deve ousar pensar por si mesmo, cada militante deve ter o direito de concordar, mas também de discordar daquilo que julga equivocado, por isso nos definimos como Socialistas Livres e esse Blog está a serviço dos que desejam militar de acordo com essa concepção. Convidamos a todos a conhecerem nosso jeito diferente de entender e de praticar a política socialista, com liberdade, democracia operária, direito de crítica e respeito ao diferente. Saudações Socialistas Livres.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Por que estamos incomodando dirigentes do PSTU?

  1. Gílber, não há dúvidas de que:
    1º Suas palavras estão incomodando essas pessoas;
    2º Sua postura crítica franca está produzindo efeitos;
    3º Essas tentativas de intimidação representam a prática cupulocrática e centralista que você vem denunciando.
    Isso é muito triste para a esquerda política, mas não é a primeira nem será a última vez que acontecerá. Por isso, a sua posição crítica é imprescindível, para que repensemos a estrutura da tomada de decisões no interior de organizações de luta em favor dos trabalhadores.
    Uma coisa é certa: jamais conseguirão te calar. Pois sempre haverá quem ouça vozes dissidentes.

  2. Pingback: PSTU, um partido estalinista que pratica CENSURA POLÍTICA! | www.socialistalivre.wordpress.com

  3. Pingback: Eu chamei militantes do PSTU de “assassinos”? Não, mas associei esse partido ao estalinismo sim, com tudo que isso implica historicamente! | www.socialistalivre.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s